Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/317171
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Estudo comparativo da expressão de genes associados ao processo de inflamação em grávidas portadoras de doença falciforme
Title Alternative: Comparative study of the genes expression associated to the inflammation process in pregnant women with sickle cell disease
Author: Baptista, Letícia de Carvalho, 1990-
Advisor: Melo, Mônica Barbosa de, 1968-
Abstract: Resumo: As doenças falciformes (DF) constituem um grupo de patologias genéticas que têm como característica comum a presença da hemoglobina S, uma proteína mutante que sofre polimerização sob baixas tensões de oxigênio, gerando vaso-oclusão. A obstrução e a lesão do endotélio vascular e dos tecidos causam uma resposta inflamatória que, por sua vez, resulta em um estado inflamatório crônico nos pacientes. A gravidez de mulheres portadoras de DF é acompanhada por uma incidência aumentada de episódios de dor, infecções, pielonefrite, complicações pulmonares, eventos tromboembólicos, pré-eclâmpsia e hemorragia anteparto. No entanto, os mecanismos responsáveis pelo desencadeamento destas complicações e a fisiopatologia envolvida ainda são pouco explorados. A circulação placentária materna é suscetível à vaso-oclusão, o que pode contribuir para as áreas de fibrose, necrose das vilosidades e infarto na placenta. O objetivo central da pesquisa foi avaliar a expressão gênica da resposta inflamatória de 84 genes em placentas de mulheres portadoras de DF através do PCR Array. Portanto, propomos um estudo prospectivo, do tipo caso-controle, com avaliação de três grupos: grupo 1 gestantes com anemia falciforme (N=5), grupo 2 gestantes com doença da hemoglobina SC (N=6) e grupo 3 gestantes sem DF (N=10). Os resultados apresentaram alterações significativas no perfil de expressão dos genes FASLG (no grupo 1) e BCL6 (no grupo 2). A diminuição e o aumento da expressão destes genes, respectivamente, indicam que pode estar ocorrendo falha na invasão dos trofoblastos, prejudicando o fornecimento de oxigênio e nutrientes para o feto. A invasão deficiente dos trofoblastos pode estar associada a algumas complicações maternal e fetal que ocorrem com mais frequência nas gestações de mulheres com DF quando comparadas com o grupo controle, como pré-eclâmpsia e restrição de crescimento intra-uterino. Este é o primeiro estudo que avaliou a expressão gênica da resposta inflamatória em placentas de mulheres portadoras de DF. Nossos resultados fornecem novas perspectivas para que mais pesquisas sejam realizadas nesta área, a fim de se compreender como a DF afeta a fisiologia da placenta e oferece maiores riscos nestas gestantes

Abstract: Sickle cell disease (SCD) is a group of genetic diseases that have in common the presence of hemoglobin S, a mutant protein that undergoes polymerization under low oxygen tensions, generating vaso-occlusion. The obstruction and the lesion of the vascular endothelium and tissue cause an inflammatory response that in turn results in a chronic inflammatory state in patients. Pregnancy in SCD is accompanied by an increased incidence of pain episodes, infection, pyelonephritis, pulmonar and thromboembolic events, preeclampsia and antepartum haemorrhage. However, the mechanisms responsible for the onset of these complications and the pathophysiology involved are still poorly explored. The maternal placental circulation is susceptible to vaso-occlusion, which may contribute to generate areas of fibrosis, villi necrosis and infarction of the placenta. The main objective of this research was to evaluate the gene expression of the inflammatory response of 84 genes in placentas from women with SCD by PCR Array. Therefore, we have proposed a case-control prospective study, with the evaluation of three groups: Group 1, pregnant women with SCD (N = 5); group 2, pregnant women with hemoglobin SC disease (N = 6) and group 3, pregnant women without SCD (N = 10). The results showed significant changes in the expression profile of BCL6 and FASLG genes. The decrease and increase in the expression of these genes, respectively, indicate that a failure in the invasion of trophoblasts may be occurring, damaging the delivery of oxygen and nutrients to the fetus. The poor invasion of trophoblasts may be associated with some maternal and fetal complications that occur more often in pregnancies of women with SCD when compared with the control group, such as preeclampsia and intrauterine growth restriction. This is the first study to assess the gene expression of the inflammatory response in placentas of women with SCD. Our results provide new perspectives for further research to be performed in this area in order to understand how SCD affects the physiology of the placenta and causes greater risks in pregnant women
Subject: Placenta
Anemia falciforme
Expressão gênica
Inflamação
Editor: [s.n.]
Citation: BAPTISTA, Letícia de Carvalho. Estudo comparativo da expressão de genes associados ao processo de inflamação em grávidas portadoras de doença falciforme. 2015. 69 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/317171>. Acesso em: 27 ago. 2018.
Date Issue: 2015
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Baptista_LeticiadeCarvalho_M.pdf2.81 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.