Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/317033
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Avaliação da atividade da violaceína em linhagens de Staphylococcus aureus com hetero-resistência e resistência intermediária à vancomicina
Title Alternative: Evaluation of violacein activity against heteroresistant vancomycin-intermediate Staphylococcus aureus and vancomycin-intermediate S. aureus strains
Author: Cauz, Ana Carolina Guimarães, 1987-
Advisor: Brocchi, Marcelo, 1967-
Abstract: Resumo: Isolados de Staphylococcus aureus correspondem a importantes patógenos para humanos e outros mamíferos, frequentemente associados a doenças em tecidos moles, tanto em infecções localizadas quanto sistêmicas. Tais infecções por S. aureus são geralmente de difícil tratamento devido à ocorrência de resistência antimicrobiana. Atualmente, linhagens de S. aureus resistentes à meticilina (MRSA) são isoladas em infecções e uma das últimas drogas de escolha para tratar essas doenças é a vancomicina, um anitbiótico glicopeptídeo. Entretanto, o isolamento de S. aureus com hetero-resistência e resistência intermediária à vancomicina (VISA e HVISA) tem sido descrito em diversos países. Dessa forma, a descoberta e caracterização de novas drogas para tratar infecções por S. aureus é uma necessidade urgente. Neste trabalho, há a descrição da atividade antimicrobiana da violaceína, uma molécula isolada de algumas espécies de bactérias ambientais, para linhagens VISA e hetero-VISA (HVISA) que se apresentaram resistentes a 24 antibióticos diferentes, o que indica um fenótipo de multirresistência (MRD). Os dados indicam uma atividade antimicrobiana expressiva da violaceína, sendo este efeito também observado através da realização de ensaios de efeito pós-antibiótico e curvas de tempo-morte. O efeito antimicrobiano da violaceína para linhagens de S. aureus resistentes a 24 antibióticos pertencentes a diferentes classes indicam um mecanismo distinto de ação da violaceína. Estes resultados sugerem a violaceína como uma droga em potencial para tratar infecções por S. aureus MRD, incluindo linhagens VISA e HVISA

Abstract: Staphylococcus aureus is an important pathogen to human and other mammals frequently associated with soft tissues, causing local and systemic infections. S. aureus infections are generally difficult to treat due to antimicrobial resistance. Nowadays, methicilin-resistant S. aureus (MRSA) strains are commonly isolated from infections and one of the last options to treat these diseases is vancomycin, a glycopeptide antibiotic. However, the isolation of vancomycin-intermediate or vancomycin-resistant S. aureus (VISA and VRSA strains) has been reported in different countries. Therefore, identification of new drugs to treat S. aureus infections is an urgent need. In this work, we described the antimicrobial activity of violacein, a molecule isolated from some groups of environmental bacteria, to VISA and hetero-VISA (HVISA) strains that are resistant to 24 different antimicrobials which indicates a multi-drug resistance (MDR) phenotype. Results reported here show a significant antibacterial activity of violacein. This effect was also observed in post antibiotic assays and in time-kill curves. The antibacterial effect of violacein to S. aureus strains resistant to a panel of 24 antimicrobial agents of different classes suggests a diverse antibacterial mechanism for violacein. These results suggest violacein as a potential drug to treat MDR S. aureus infections including VISA and HVISA strains
Subject: Staphylococcus aureus
Violaceina
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Cauz_AnaCarolinaGuimaraes_M.pdf1.54 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.