Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/317013
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Verificação de alguns aspectos imunologicos e parasitologicos em Biomphalaria Tenagophila (D'Orbigny, 1835) infectada por trematodeos digeneticos
Author: Balan, Doralice de Souza Luro
Advisor: Magalhães, Luiz Augusto, 1932-2017
Abstract: Resumo: Considerando-se os resultados que obtivemos na Investigação de alguns aspectos Imunológicos e parasitológicos em BIomphalaria tenagophila infectadas por trematódeos digenéticos.,admitimos que: B. tenagophila capturados no campo, em tanques de piscicultura, foram encontradas parasitadas, sempre em infecção única, por furcocercárias Iongifurcadas sem ocelo, furcocercárias Iongifurcadas com ocelo, equinostomocercárias ou xifidiocercárias. Nos moluscos superinfectados com S. mansoni, não foram encontradas reações amebocitárias em torno dos esporocistos degenerados de Schistosoma mansoni. Sugerimos que isso pode indicar que não houve participação direta dos amebócitos na destruição da .larva do S. mansoni e que possivelmente fatôres da hemolinfa (excluindo-se as células), estariam envolvidos na destruição ao parasita. Os valores de proteína total da hemolinfa, mostraram-se maiores nos moluscos B. tenagophila sem infecção mantidos em laboratório, quando comparados com os capturados no campo livres de infecção por trematódeos. Esses valores não estão aumentados nos caramujos de campo naturalmente parasitados, ou mesmo aos caranguejos experimentalmente infectados com S. mansoni. O número de amebócitos da hemolinfa estava elevado em todos os grupos de moluscos infectados em comparação com 0s moluscos do grupo controle sem Infecção. Obtivemos maior atividade fagocitária dos amebócitos dos caramuJos parasitados principalmente naqueles parasitados por xifidiocercárias. Admitimos que o parasitismos poderiam funcionar ativando as células fagocíticas. - Na emolinfa dos vários grupos estudados demonstramos que houve Identidade antigênica total. As imunodifusões mostraram sempre ao menos 3 linhas de precipitação no gel formando 3 sistemas precipitantes diferentes. Os resultados obtidos na imunoeletroforese permitiram-nos afirmar que,existem diferenças qualitativas e quantitativas na hemolinfa dos moluscos parasitados e não parasitados. As diferenças parecem ter características específicas dependente do tipo de Infecção apresentada
Subject: Parasitologia
Biologia - Ensino médio
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1990
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Balan_DoralicedeSouzaLuro_M.pdf8.92 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.