Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/316974
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Variação genetica e morfologica em populações de Zaprionus indianus (Diptera: Drosophilidae)
Title Alternative: Genetic and morphological variation in populations of Zaprionus indianus (Diptera: Drosophilidae)
Author: Araripe, Luciana Ordunha
Advisor: Klaczko, Louis Bernard, 1953-
Abstract: Resumo: A espécie Zaprionus indianus expandiu sua distribuição geográfica recentemente, a partir da invasão do continente sul-americano. O primeiro registro data de apenas seis anos, e acredita-se que a origem seja sul-africana. Hoje, indivíduos dessa espécie são encontrados numa amplitude latitudinal de 35o, do Uruguai a Belém (Brasil). A chegada de Z. indianus no Brasil apresenta uma oportunidade rara de se estudar um evento de invasão desde seu início. O estudo de características fisiológicas, morfológicas e genéticas de populações brasileiras pode ajudar a construir hipóteses para o sucesso de Z. indianus nas etapas de invasão, além de indicar o potencial para evolução e diferenciação fenotípica. Um aspecto fisiológico estudado nesta tese foi a condição reprodutiva em machos que foram submetidos a extremos de temperatura ao longo de seu desenvolvimento. O estresse térmico causa esterilidade nos machos e a investigação dos limites (superior e inferior) da curva de fertilidade relativa à temperatura, complementa os dados de viabilidade na caracterização do potencial de ocupação de áreas novas por espécies cosmopolitas. Quanto à morfologia, um aspecto estudado foi o dimorfismo sexual no número de cerdas abdominais em uma população africana. Dimorfismo sexual para este caráter foi observado em várias espécies em estudos anteriores, embora padrões diferentes tenham sido encontrados. Nesta tese o padrão observado em Z. indianus foi comparado com o de outra espécie cosmopolita, Drosophila melanogaster. Um terceiro ponto abordado nesta tese foi a investigação de 10 populações brasileiras quanto à variação fenotípica (tamanho e forma da asa). Além das diferenças entre populações, uma abordagem interessante é o quanto de variação está presente dentro de cada população. Ainda, é importante saber o quanto dessa variação é herdável para estimarmos qual a capacidade evolutiva da população. O estudo revelou a ocorrência de alta variabilidade fenotípica dentro e entre populações, além de variação genética aditiva suficiente para promover a evolução de caracteres relacionados à forma da asa

Abstract: The species Zaprionus indianus has recently expanded its geographical distribution with the invasion of the South American continent. The first record dates of only six years, and the origin is probably the South Africa. Nowadays, individuals of this species can be found in a latitudinal range of 35o, from Uruguai to Belém (Brazil). The arrival of Z. indianus in Brazil presents a rare opportunity of studying an event of invasion from its beginning. The study of physiological, morphological and genetic traits in Brazilian populations may contribute to generate hypothesis for the success of Z. indianus in the stages of invasion. Also, it may indicate the potential for evolution and phenotypic differentiation. One physiological trait studied in the current thesis was the relationship of fertility and the temperature of development. Extreme temperatures cause sterility in males and the study of the limits (upper and lower) of the fertility curve complements the data on viability for the characterization of the potential of cosmopolitan species to occupy new areas. One morphological character studied was the sexual dimorphism for the number of abdominal bristles in one African population. A significant sexual dimorphism for this trait was observed in several species in previous studies, though different patterns have been found. In the current work the pattern observed in Z. indianus was compared to the pattern for another cosmopolitan species, Drosophila melanogaster. The third approach of this thesis was the study of the phenotypic variation (size and shape of the wing) present in 10 Brazilian populations. Besides the differences among populations, an interesting approach is the amount of variation present within each population. Also, it is important to know the proportion of this variation that is heritable, which allows an estimate of the evolutionary potential of the population. This study revealed the occurrence of high phenotypic variability within and between populations. In addition, enough additive genetic variation exists to promote the evolution of traits related to the shape of the wing
Subject: Drosophila
Estresses térmicos
Sexo - Diferenças
Variação morfológica
Invasões biológicas
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2005
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Araripe_LucianaOrdunha_D.pdf1.41 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.