Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/316382
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Estruturação genetica e variação de defesas quimicas em Brugmansia suaveolens (Solanaceae)
Title Alternative: Genetic structure and chemical defenses variaton in Brugmansia suaveolens (Solanaceae)
Author: Alcantara, Suzana
Advisor: Solferini, Vera Nisaka, 1957-
Abstract: Resumo: Populações espacialmente estruturadas tendem a apresentar alta diferenciação genética e forte evidência de processos micro-evolutivos. Indivíduos de Brugmansia suaveolens (Solanaceae) são restritos a manchas populacionais. Neste trabalho, a diversidade genética de nove populações de B. suaveolens foi estimada através de isoenzimas (capítulo 1). Nossos resultados demonstram alta variabilidade e estruturação genética entre as populações. O comportamento do polinizador e a dispersão hidrocórica parecem determinar a estruturação intrapopulacional. Existem evidências de que efeitos estocásticos (i.e.: fundação e migração) afetam o padrão de diferenciação interpopulacional. A maioria dos resultados pode ser esperada sob dinâmica de estabelecimento de metapopulações. Tais populações são bastante susceptíveis à diferenciação de caracteres quantitativos, seja devido à evolução fenotípica neutra (causada por deriva) ou ação de seleção (adaptação local). Para avaliar o papel da deriva e da seleção nessa diferenciação, a variação genética de caracteres pode ser comparada à variação neutra estimada por marcadores moleculares. Quatro caracteres foram avaliados em quatro das populações de B. suaveolens estudadas (capítulo 2), três deles relacionados à defesa química contra herbívoros (concentração de alcalóides). Nossos resultados mostram uma diferenciação genética ca. de três a quatro vezes maior que a estimada por marcadores neutros para três dos caracteres, embora essa diferença não seja significativa. A exceção ocorre para a razão de indução de alcalóides, que mostra sinais de seleção estabilizadora (ausência de diferenciação interpopulacional), contrariando o padrão esperado pela teoria

Abstract: Populations patchily distributed tend to show high genetic structure and strong micro-evolutionary process evidences. Brugmansia suaveolens (Solanaceae) individuals are restrict to population patches. In this work, the genetic diversity of nine B. suaveolens populations was estimate by means of allozyme electrophoresis (chapter 1). Our results indicate high variability and genetic structure among populations. The pollinator behaviour and the hydrochoric dispersal seem determine the intrapopulation structure. There are signals that stochastic effects (i.e.: migration and foundation) affect the differentiation among populations. The most of genetic patterns found can be created by a metapopulational establishment. These populations are very susceptible to the quantitative traits differentiation, due to neutral phenotypic evolution (generated by drift) or selection action (local adaptation). To evaluate the relative action of drift and selection on population differentiation, the genetic variation in quantitative traits can be compared to neutral variation estimated by molecular markers. Four traits were evaluated in four of the B. suaveolens populations studied (chapter 2), and three of them were related to chemical defense against herbivores (tropane alkaloids concentrations). Our results show a genetic differentiation ca. three to four times higher than the differentiation estimated by molecular markers for three of characters analyzed, although no significant. The exception is ¿alkaloids induction¿ trait, which show stabilizing selection signals (absence of interpopulation differentiation), instead of differentiation pattern expected by theory
Subject: Genetica ecologica
Variabilidade
Brugmansia suaveolens
Mecanismos evolutivos
Defesa química induzida
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2006
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Alcantara_Suzana_M.pdf3.41 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.