Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/316381
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Efeito da degradação de habitat sobre a estrutura de interações entre plantas e insetos fitofagos
Title Alternative: The effect of anthropogenic disturbance on the structure of interactions between plants and phytophagous insects
Author: Almeida Neto, Mario
Advisor: Lewinsohn, Thomas Michael, 1952-
Abstract: Resumo: Examinei os efeitos da degradação antrópica sobre diferentes aspectos da diversidade de espécies e interações entre plantas da família Asteraceae e os insetos herbívoros cujas larvas se alimentam no interior de seus capítulos. Toda a amostragem de campo foi realizada em vinte áreas de cerrado com diferentes níveis de degradação antrópica em três municípios vizinhos do estado de São Paulo. A densidade de gramíneas invasoras foi usada como medida indireta do nível de degradação antrópica das áreas. A riqueza de Asteraceae apresentou uma relação quadrática com a degradação, com um pico em níveis intermediários. A proporção de espécies típicas de cerrado diminuiu em áreas mais degradadas, mas a representatividade dos diferentes grupos taxonômicos não apresentou nenhuma variação consistente. Como esperado, a riqueza de plantas hospedeiras foi o principal preditor do número de herbívoros nas áreas. Conseqüentemente, a riqueza de herbívoros também apresentou uma relação quadrática com a degradação, mas pico marginalmente significativo em níveis intermediários. Quando o efeito da riqueza de hospedeiras é descontado através de uma regressão múltipla, o efeito final da degradação sobre a riqueza de herbívoros passa a ser negativo. Portanto, a relação quadrática entre degradação e riqueza de herbívoros é um efeito indireto via plantas hospedeiras. O número de interações distintas entre herbívoros e plantas também apresentou uma relação quadrática com a degradação. Visto que a conectância das redes de interações tende a diminuir com o aumento da riqueza, as áreas com níveis intermediários de degradação apresentaram valores de conectância menores que as áreas menos e mais degradadas. Quando a influência da riqueza de espécies é controlada através de uma análise alométrica, os valores de conectância mostraram uma queda em áreas onde a degradação é maior. O grau de anillhamento de interações planta-herbívoro também diminuiu significativamente nas áreas mais degradadas, enquanto que a degradação parece não afetar de forma consistente o grau de compartimentação das interações. Por fim, a degradação influenciou a resistência das redes de interações a extinções secundárias, mas seus efeitos não foram uniformes ao longo do gradiente de degradação

Abstract: This study aimed to investigate the effects of anthropogenic disturbance on the diversity and structure of interactions between species of Asteraceae and the endophagous insects whose larvae feed inside their flower heads. Field sampling was performed in 20 remnants of cerrado vegetation in three adjacent counties in the state of São Paulo, Southeastem Brazil. The density of invasive grass cover was used as surrogate of anthropogenic disturbance leveI. Asteraceae richness showed a quadratic ;elationship with disturbance and peaked at intermediate disturbance levels. The proportion of typical Asteraceae from cerrado decreased in more disturbed sites, but the taxonomic distinctness of Asteraceae did not change consistently along the disturbance gradient. As expect, host plant richness was the major predictor ofherbivore richness. Consequently, the richness of endophages also showed a quadratic variation along the disturbance gradient. However, when the effect of host plant richness on endophages is added into a multiple linear regression, the final direct effect of disturbance on insect richness is negative. Thus, the quadratic relationship between disturbance and endophage richness is explained through an indirect effect via host plant richness. The number of interactions between endophages and plants was also quadratical1y related to disturbance. Since connectance as a rule is negatively related to species number, those sites with intermediate disturbance levels presented lower connectance values than sites at the extremes of the gradient. Afier controlling for the influence of species richness on connectance values, this network property decreased at higher disturbance levels. The degree of nestedness of recorded plant-herbivore interactions was ais o lower in more disturbed sites. In contrast, disturbance leveI had no consistent effect on the leveI of compartmentation of the interactions. Finally, anthropogenic disturbance affected the fragility ofthe plant-herbivore intera~tion networks to secondary extinctions, but their effects were not uniform along the disturbance gradient
Subject: Relação inseto-planta
Cerrados - Brasil
Diversidade
Degradação ambiental
Asteraceae
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2006
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
AlmeidaNeto_Mario_D.pdf4.74 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.