Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/316360
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Aspectos da historia de vida de quatro especies de Trichilia (Meliaceae) na reserva de Santa Genebra, Campinas (SP)
Title Alternative: Life history aspects of four Trichilia (Meliaceae) specis in the reserva de Santa Genebra, Campinas (SP)
Author: Rosseto, Vanessa
Advisor: Santos, Flavio Antonio Maës dos, 1958-
Abstract: Resumo: A coexistência de espécies arbóreas em florestas tropicais pode estar associada com a partição dos recursos, através da utilização diferencial dos recursos ambientais ao longo do tempo e espaço. O objetivo do trabalho foi avaliar quais os possíveis mecanismos relacionados com a coexistência de espécies arbóreas simpátricas, Trichilia sp. (Meliaceae), em três fisionomias florestais em um fragmento urbano de Campinas, SP. Para tanto, foram feitos três questionamentos centrais: (1) Qual a heterogeneidade ambiental de três fisionomias florestais (Floresta Estacional Semidecídua, Floresta Paludosa e Floresta de Maria-Preta)? (2) As espécies de Trichilia apresentam características estruturais divergentes ao longo da ontogenia, que possibilitem a coexistência das espécies? (3) O padrão espacial das espécies de Trichilia varia nas diferentes fisionomias e possíveis diferenças estão associadas com fatores ambientais específicos? Para o estudo foram utilizadas três escalas espaciais: escala fisionômica (comparação dos descritores ambientais entre as fisionomias), escala local (comparação entre áreas dentro de uma mesma fisionomia) e escala microlocal (comparação entre parcelas de uma mesma área). A umidade do solo foi o único fator ambiental divergente entre a Floresta de Maria-Preta (MP) e a Floresta Estacional Semidecídua (FES), enquanto que a Floresta Paludosa (FP) não diferiu. MP foi considerada uma floresta monodominante, porque a espécie arbórea maria-preta, Diatenopteryx sorbifolia (Sapindaceae), representou mais de 50% do número de indivíduos e área basal na comunidade arbórea. Supõe-se que a monodominância esteja associada com características do solo. Na escala local e microlocal observou-se grande heterogeneidade ambiental e, em muitos casos, áreas de diferentes fisionomias foram mais semelhantes entre si, do que áreas em uma mesma fisionomia. Ao longo da ontogenia as espécies divergiram entre si na morfologia (presença de caule descamado em T. claussenii e crescimento clonal em T. elegans) e no tamanho. O padrão espacial das espécies de Trichilia não variou nas diferentes fisionomias, exceto em uma área com maior valor de umidade do solo na FP, com a ocorrência apenas de T. pallida. O padrão espacial de Trichilia não foi associado com a heterogeneidade ambiental, com exceção do alagamento, que aparentemente é um fator restritivo para a maioria das espécies arbóreas. Com isso, sugere-se que a coexistência das espécies de Trichilia analisadas esteja mais relacionada com diferenças na ocupação do estrato vertical que cada espécie ocupa do que com diferenças nas preferências ambientais. Além disso, supõe-se que a elevada heterogeneidade ambiental encontrada em todas as fisionomias, possibilite às espécies explorar uma ampla gama de condições ambientais, que podem estar relacionadas com a não preferência de algumas espécies por um habitat específico

Abstract: Tree species coexistence in tropical forests can be associated with resource partitioning through differential utilization of environmental resources along the time and space. The study evaluated coexistence mechanisms associated with sympatric tree species of Trichilia sp. (Meliaceae), in three physiognomies in an urban fragment in Campinas, SP. We approach three questions: (1) Which is the existing environmental heterogeneity in three different physiognomies of the forest fragment (Semideciduous Forest, Swamp Forest and Maria-Preta Forest)? (2) Have Trichilia species structural characteristics divergent along of the ontogeny that makes possible the species coexistence? (3) Are the spatial patterns of Trichilia species variable in the physiognomies analyzed and are possible differences related to specific environmental factors? We evaluated these questions in three spatial scales: a physiognomy scale (variations of environmental factors among physiognomies), a local scale (variations among places in the same physiognomy) and microlocal scale (variations among plots in the same place). The soil moisture was the only one environmental variable that differed between Maria-Preta Forest (MP) and Semideciduous Forest (FES), while Swamp Forest (FP) not differed. MP was considered a monodominant forest, because a tree species ¿maria-preta¿, Diatenopteryx sorbifolia (Sapindaceae), presenting more than 50% of individual numbers and basal area in the tree community. We presumed that monodominance is associated with soil characteristics. High environmental heterogeneity was observed in local and microlocal scale. In many cases, places of different physiognomies were more similar than places in a same physiognomy. Trichilia species diverged through ontogeny in morphology (presence of scaled off stem in T. claussenii and clonal growth in T. elegans) and in size. Spatial pattern of Trichilia species not varied in the different physiognomies, except for one sample with greater soil moisture in the FP, where only T. pallida occurred. Spatial pattern of Trichilia was not associated with environmental heterogeneity, except for the flooding, that seeming was restrictive to the establishment of the majority of the species. Then we supposed that Trichilia species coexistence is more associated with differences in the vertical strata that each species occupies than with differences in environmental preferences. Furthermore, we suggests that the high environmental heterogeneity encountered found in all physiognomies, makes possible to the species explore an ample gamma of ambient, that can be related with no preference of species for specific habitats
Subject: Trichilia
Plantas - Ontogenia
Padrão espacial
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: ROSSETO, Vanessa. Aspectos da historia de vida de quatro especies de Trichilia (Meliaceae) na reserva de Santa Genebra, Campinas (SP). 2007. 127p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/316360>. Acesso em: 8 ago. 2018.
Date Issue: 2007
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Rosseto_Vanessa_M.pdf1.74 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.