Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/316310
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Distribuição espacial e sazonalidade na borboleta Heliconius sara apseudes (Nymphalidae: Heliconiini) em uma floresta subtropical, no litoral do sudeste brasileiro
Title Alternative: Spatial and seasonal distribution in the butterfly Heliconius sara apseudes (Nymphalidae: Heliconiini) in a subtropical forest in southeastern Brazilian coast
Author: Sobral-Souza, Thadeu, 1985-
Advisor: Benson, Woodruff Whitman, 1942-
Abstract: Resumo: A ecologia de populações busca entender a variação na abundância das espécies no tempo e no espaço. Espécies que possuem ciclos de vida de curta duração, como a maior parte dos insetos, se tornam especialmente convenientes para essa finalidade. Este estudo examinou os padrões de abundância durante o ano 2009 de uma borboleta tropical próximo ao limite de sua distribuição geográfica, no sudeste do Brasil, em uma localidade subtropical. Neste trabalho, Heliconius sara apseudes foi estudada ao longo de uma estrada no Vale do Rio Quilombo, próximo à cidade de Santos, SP, Brasil, usando a metodologia de captura, marcação, liberação e recaptura (CMLR). Foram marcados 498 indivíduos de Heliconius sara (378 machos e 120 fêmeas) sendo 27,7% destes recapturados. Em 2009, indivíduos adultos de ambos os sexos apareceram na área na última semana de abril, sendo que os machos tiveram pico no início do mês de maio enquanto as fêmeas no fim do mês de abril. Os machos sempre foram muito mais abundantes que as fêmeas, independente da parte da estrada e da época do ano. Durante abril, plantas floridas, que servem de alimento para os adultos, eram abundantes. A abundância de adultos se manteve alta de abril a julho, seguido por um período de crescente raridade até sumir da área no início de outubro. Espacialmente, a abundância de H. sara foi maior na unidade demográfica 2 (final da estrada), próxima à serra, quando comparada com o início. A atividade, número de indivíduos voando, foi maior no final da estrada do que no início. Indivíduos marcados em diferentes segmentos da estrada se mostraram altamente residentes (96%). Os poucos que se dispersaram mais que 100 m (6 entre 138 recapturas) eram machos. O tempo médio de permanência no local foi de 18,8 dias para recapturas, com uma permanência máxima de 86 dias para machos e de 44 dias para fêmeas. Por fim, o comprimento da asa anterior (CAA) das fêmeas foi superior (2mm) ao dos machos. Diferente de H. sara de populações de Carajás - PA e de Linhares - ES que apresentam adultos ativos o ano inteiro, a população do Vale do Rio Quilombo aparentemente recruta de forma concentrada no mês de abril e some sem vestígios em outubro, ou mantêm populações baixas ou persiste em refúgios ecológicos sazonais

Abstract: Population ecology seeks to understand the variation in species abundance in time and space. Species that have life cycles of short duration, like most insects, is especially convenient for this purpose. This study examined patterns of abundance during one year in a tropical butterfly near the limit of geographical distribution, in southeastern Brazil, in a subtropical location. In this work, Heliconius sara apseudes was studied along of road in the Quilombo River Valley, near of Santos' city, SP, Brazil, using the method of capture, marking, release and recapture. 498 individuals were marked (378 males and 120 females) being 27.7% of those recaptured. In 2009, individuals of both sexes appeared in the last week of April, and the males had peaks in the beggining of the month of May while the females at the end of April. Males have always been much more abundant than females, regardless of road part and of the season. During April, flowering plants, which provide food for the adults were abundant. The abundance of adults remained high from April to July, followed by a period of rarity increasing until disappear in the area in early October. Spatially, the abundance of H. sara was higher in the second demographic unit (final Road), near the mountains, when compared with the beginning. The activity, number of individuals flying, was bigger in the end of the road than at the beginning. Individuals marked in different segments of the road were shown highly residents. The few that were dispersed more than 100 m (6 of 138 recaptures) were males. The average length of stay in place was 18.8 days for recaptures, with a maximum stay of 86 days for males and 44 days for females. Finally, the length of forewing of females was higher (2mm bigger) than the males. There was an increase in the size of the wings of males advancing years, perhaps due to better survival of larger butterflies. Different of H. sara populations further north that have active adults throughout the year, the population of Quilombo River Valley apparently recruits in concentrated form in April and disappears without a trace in October, or maintaining low populations or persisting in seasonal ecological refuges
Subject: Ecologia populacional
Heliconiini
Sazonalidade
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SOBRAL-SOUZA, Thadeu. Distribuição espacial e sazonalidade na borboleta Heliconius sara apseudes (Nymphalidae: Heliconiini) em uma floresta subtropical, no litoral do sudeste brasileiro. 2011. 73 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/316310>. Acesso em: 19 ago. 2018.
Date Issue: 2011
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Sobral-Souza_Thadeu_M.pdf2.18 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.