Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/316291
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Ecologia alimentar e reprodutiva de Marmosops paulensis (Didelphimorphia : Didelphidae) em uma area de Mata Atlantica no sudeste de São Paulo
Author: Leiner, Natália Oliveira
Advisor: Silva, Wesley Rodrigues, 1955-
Abstract: Resumo: Marmosops paulensis [Tate, 1931] (Didelphimorphia: Didelphidae) é uma espécie de marsupial restrita a áreas de floresta atlântica com elevação acima de 800 metros. O objetivo do presente estudo foi avaliar a influência de variações na disponibilidade de recursos alimentares sobre a dieta, uso do espaço e padrões reprodutivos dos indivíduos desta espécie. O estudo foi realizado entre agosto de 2002 e julho de 2004 no Parque Estadual Intervales (24o16¿S, 48o25¿W), município de Ribeirão Grande, sudeste de São Paulo. Insetos, gastrópodes, aracnídeos, frutos e flores foram encontrados na dieta de M. paulensis. A maior parte dos frutos consumidos pertenceu a espécies pioneiras, sendo que piperáceas (Piper gaudichaudianum e Piper sp.1) foram os frutos mais abundantes na dieta da espécie. A freqüência de frutos na dieta de M. paulensis foi similar durante o ano todo, independente da abundância deste item no ambiente. Flores e artrópodes, entretanto, foram mais freqüentes durante o período de escassez de recursos. O tamanho diário da área de vida dos indivíduos (0,38 ± 0,18 ha), obtido artavés do método do carretel de rastreamento, não foi influenciado pelo sexo nem pela massa corporal. Porém, a abundância de frutos, especialmente de piperáceas, foi responsável por uma redução no tamanho diário da área de vida de M. paulensis. O período reprodutivo de M. paulensis foi altamente sincronizado entre os indivíduos, com a atividade reprodutiva concentrada entre setembro e março. Uma combinação de precipitação, fotoperíodo e disponibilidade de frutos parece regular o início da reprodução. Após o período reprodutivo, a mortalidade dos adultos foi muito alta, de maneira que cada indivíduo de M. paulensis participou de apenas um evento reprodutivo na população estudada. O consumo de frutos foi maior do que previamente esperado, sugerindo que M. paulensis supre parte de suas necessidades energéticas através de carbohidratos presentes nos frutos. Tanto a preferência por piperáceas quanto a redução no tamanho da área de vida diária em função da abundância das mesmas parece ocorrer devido a previsibilidade espacial e temporal destes frutos. Com relação à reprodução, M. paulensis exibe uma estratégia semélpara. A existência desta estratégia somada à alta sincronia reprodutiva dos indivíduos de M. paulensis sugere a atuação do fotoperíodo como peçachave regulando a atividade reprodutiva

Abstract: Marmosops paulensis [Tate, 1931] (Didelphimorphia: Didelphidae) is a small marsupial occurring in montane forests above 800 m in the Brazilian Atlantic forest. The objective of the present study was to evaluate the influence of resource availability on the diet, space use and reproductive patterns of M. paulensis. This study was carried out from August 2002 to July 2004 at Parque Estadual Intervales (24o16¿S, 48o25¿W), an area located in Ribeirão Grande, southeastern Brazil. Insects, gastropods, arachnids, fruits and flowers were found in the diet of M. paulensis. Most fruits consumed by M. paulensis belonged to pioneer plants, and Piper (Piper gaudichaudianum and Piper sp.1) fruits were by far the most consumed. Fruits were regularly consumed year-round, while arthropods and flowers were highly consumed during the food shortage season. Daily home range size estimated using a spool and line device (0.38 ± 0.18 ha) was not influenced by body size or sex. However, fruit abundance, with especial regard to Piper, led to a reduction in the daily movements of M. paulensis. Reproductive activity was highly synchronized and markedly seasonal, occurring from September to March. A combination of rainfall, day length and fruit availability seemed to trigger the reproductive activity of M. paulensis. After the reproductive period, adults suffered a high mortality, in a way that each individual took part in only one reproductive event. Marmosops paulensis seems to rely more on fruits than previously thought and it is possible that they supply part of their energetic requirements through carbohydrates present in fruits. The preference for Piper fruits and their effect on home range size of M. paulensis may be due to the spatio-temporal predictability of these fruits. Regarding reproduction, M. paulensis exhibits a semelparous life-history. This strategy and the high synchrony in the reproductive activity of M. paulensis, suggests that day length acts as a major cue controlling reproduction, once this factor shows a high predictable variation in the study site
Subject: Marsupial - Reprodução
Dieta
Piperaceae
Ecologia animal
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2005
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Leiner_NataliaOliveira_M.pdf701.15 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.