Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/316289
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Comunidade de morcegos em uma paisagem fragmentada da Mata Atlantica do Sul da Bahia, Brasil
Author: Faria, Deborah Maria de
Advisor: Silva, Wesley Rodrigues, 1955-
Abstract: Resumo: O processo de conversão de florestas tropicais em paisagens fragmentadas e alteradas é uma das principais causas das elevadas taxas atuais de extinção. Este estudo procurou analisar o impacto da fragmentação e alteração dos ambientes florestais em uma paisagem da Mata Atlântica do sul da Bahia, Brasil. A estrutura da vegetação e da comunidade de morcegos foi investigada em seis categorias de ambientes que compõem a maior parte do mosaico florestal da região de Una: interiores e bordas de floresta contínua (> 1.000 ha) e fragmentos (< 100 ha), plantações sombreadas de cacau (cabrucas) e florestas em regeneração inicial (capoeiras). Na região de Una, a fragmentação, regeneração e uso da terra resultam em modificações detectáveis em importantes parâmetros da estrutura da floresta, podendo-se ordenar as categorias ao longo de diferentes gradientes de perturbação. Os padrões de riqueza e abundância total das espécies não foram afetados pela redução da floresta, com fragmentos apresentando a mesma riqueza e freqüência de captura que áreas contínuas, embora uma espécie, Artibeus obscurus, tenha sido significativamente menos capturada em fragmentos. O principal impacto do processo de fragmentação na comunidade foi a formação de bordas. Nestes ambientes a riqueza de espécies de morcegos foi reduzida pela metade quando comparada com a riqueza obtida em interiores de floresta. As florestas secundárias, que formam a maior parcela da matriz florestal que circunda os remanescentes em Una, se mostraram permeáveis apenas para uma pequena parcela da comunidade de morcegos. Por outro lado, as cabrucas apresentaram uma grande riqueza e diversidade de espécies, incluindo várias espécies raras. No entanto, a riqueza e diversidade elevadas nas cabrucas de Una parecem estar associadas a proximidade destas áreas com manchas de floresta, pois amostragens em outra região onde cabrucas encontram-se distantes de áreas remanescentes mostraram uma comunidade menos rica e diversificada que as cabrucas em Una. A resposta dos morcegos às diferentes categorias de floresta é, pelo menos parcialmente, relacionada com as modificações na estrutura florestal destas categorias. As informações geradas neste estudo têm implicações para a conservação da fauna de morcegos nesta região da Mata Atlântica

Abstract: The process of forest conversion on the tropical fragmented and disturbed landscapes is considered a major cause leading to the present high rates of extinction. The present study attempted to investigate the impact of forest fragmentation in a landscape of the Atlantic forest located in the southern part of the State of Bahia, Northeastern Brazil. Forest structure and the bat community were evaluated in six habitat categories comprising the bulk of the forest mosaic left in the Una region: interiors and edges of continuous forests (>1,000 ha) and fragments «100 ha), cacao shade plantations (cabrucas) and early secondary forests (capoeiras). In the Una region, fragmentation, regeneration and land use have resulted in overall modifications of the original forest structure, and it was possible to order the previously defined forest categories along gradients of structural disturbance. Pattems of bat species richness and abundance were not directly affected by the reduction of forest area, with fragments showing the same diversity, mean species richness and capture frequency as continuous forest tracts, although significant differences were reported to occur in the abundance of a single species, Artibeus obscurus, that was less frequent in fragments than continuous areas. The main impact of fragmentation on bats appears to be the formation of edges. Overall, species richness in all forest edge sites was roughly half the number reported to occur for all interior sites. Secondary forests, comprising the bulk of the forest matrix in the Una region, proved to be permeable to only a small fraction of bat species. On the other hand, shade cacao plantations showed a rich and diverse bat assemblage, including rare species. However, this striking richness seem to be closely linked with the presence of forest remnants nearby these plantations, as samples taken from cabrucas located at some distance from forest tracts were poorer and less diverse compared with those from Una region. The response of bats to different forest categories seems to be partially associated with some modifications on the original forest structure. This study brings some important information for the conservation of bats in this region of the Atlantic rainforest
Subject: Morcego
Mata Atlântica
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: FARIA, Deborah Maria de. Comunidade de morcegos em uma paisagem fragmentada da Mata Atlantica do Sul da Bahia, Brasil. 2002. 134p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/316289>. Acesso em: 1 ago. 2018.
Date Issue: 2002
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Faria_DeborahMariade_D.pdf7.53 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.