Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/316282
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Frugivoria e dispersão de sementes de palmiteira (Euterpe edulis, Martius Arecaceae) na Mata Atlantica, sul do Estado de São Paulo
Author: Laps, Rudi Ricardo
Advisor: Silva, Wesley Rodrigues, 1955-
Silva, Wesley Rodrigues da
Abstract: Resumo: A frugivoria e a dispersão de sementes de plantas tropicais por aves têm despertado grande interesse para estudos de interação frugívoro-planta, sendo usadas como base para numerosas hipóteses sobre este mutualismo. Euterpe edulis é a palmeira mais abundante da Mata Atlântica e uma de suas espécies mais características. Este estudo investiga a ecologia da dispersão de E. edulis no Parque Estadual Intervales, uma reserva com 50.000 ha de Mata Atlântica relativamente bem preservada, localizada no sul do estado de São Paulo. A fenologia de 50 indivíduos mostrou que a frutificação é um evento longo, ocorrendo no inverno, entre maio e outubro, com pico em agosto e setembro. Não houve variação na frutificação entre os anos amostrados. A população frutifica assincronicamente, apesar da maturação dos frutos ser sincrônica dentro do indivíduo. A produção de frutos por indivíduo foi grande, sendo que cada infrutescência apresentou 3.300 frutos em média. Normalmente, cada indivíduo produziu duas infrutescências por estação reprodutiva. Foram utilizados dois métodos para observar as aves visitantes: árvore-focal e transecções. Durante 33 horas de árvore-focal foram observadas seis espécies de aves, sendo as mais importantes Lipaugus /anioides e Platycichla flavipes. Após o mês de agosto, este método se revelou improdutivo, com poucas aves sendo registradas. Nas transecções foram observadas 21 espécies de aves e um mamífero visitando infrutescências de E. edulis. As aves Lipaugus lanioides, P. flavipes e Pyrrhura frontalis foram as espécies com maior número de visitas. Lipaugus lanioides parece ser o melhor dispersor de E. edulis, já que permanece pouco tempo na infrutescência. Platycichla flavipes permaneceu muito tempo na infrutescência, o que talvez esteja relacionado à sua coloração críptica em meio aos frutos. Pyrrhura frontalis agiu como "ladrão de frutos", comendo a polpa e deixando cair a semente intacta embaixo da copa, exercendo um comportamento negativo para a dispersão das sementes, principalmente levando em conta a grande quantidade de frutos consumidos. Outras aves importantes foram Selenidera maculirostris, Baillonius bailloni, Trogon viridis, Penelope obscura e Pipile jacutinga. Brotogeris tirica agiu como predador de sementes imaturas, assim como P. frontalis. O mamífero Sciurus ingrami predou sementes imaturas e maduras. A estratégia reprodutiva de Euterpe edulis pode ser caracterizada como produção de frutos de pericarpo fino, com pouco investimento em polpa, agrupados em grandes infrutescências que exercem a função de atrair frugívoros. Os frutos são oferecidos durante o inverno, época com menor disponibilidade de recursos, sendo que o tamanho relativamente grande do fruto limita o conjunto de frugívoros visitantes. Indivíduos que frutificam mais cedo na população (no final do verão) tem taxa de remoção de frutos mais lenta, provavelmente devido à competição com outros recursos. A frutificação longa durante um período de baixa disponibilidade de alimento para frugívoros caracterizaria um recurso-chave, embora não tenha sido monitorada a disponibilidade de outros recursos, sendo necessário estudos adicionais. Há evidências de que E. edulis representa um papel importante na manutenção da comunidade de frugívoros no Parque Estadual Intervales durante períodos de menor disponibilidade de recursos. A exploração predatória dos palmitais pode ter consequências drásticas para a comunidade de frugívoros da Mata Atlântica, eliminando um recurso essencial para a manutenção da integridade biótica deste ecossistema

Abstract: Frugivory and seed dispersal of tropical plants have had increasing interest for studies in animal-plant relationships, with large implications in autecology and community ecology. Euterpe edulis is the most abundant palm in the Brazilian Atlantic Forest and one of the most representative species of this ecosystem. This study investigates the ecology of seed dispersal of E. edulis in the Parque Estadual Intervales, a 50.000 ha reserve composed mostly by pristine Atlantic Forest, located in south of São Paulo State, Brazil. The phenology of 50 individuaIs showed that frutification is extended, occurring in the dry season, between May and October, with a peak in August-September. The fruit season did not vary in the years sampled. The fruiting season is asynchronous at the population leveI, despite of the fruit ripeness was synchronous within the individuaIs. The fruit production was large, with a mean of 3,300 fruits per infructescence. Each individual produced two infructescences annually. Two methods were applied for bird observations: focal-tree and transects. Six bird species was observed in 33 focal-tree hours, the most important were the Cinnamon-vented Piha (Lipaugus lanioides) and the Yellow-legged Thrush (Platycichla jlavipes). After August, this method accounted for a small number of records, and it was abandoned. Twenty-one bird species and one mammal visited E. edulis infructescences in the transects trials. The species with larger number of visits were the Cinnamonvented Piha, the Yellow-legged Thrush and the Reddish-bellied Parakeet (pyrrhura frontalis). The Cinnamon-vented Piha was the primary seed disperser, remaining short periods in the infructescence. The Yellow-legged Thrush performed long time visits, (maybe for its cryptic coloration), dropping the seeds under the parent crown. The Reddish-bellied Parakeet acted as a fruit thieve, eating the pulp and dropping the seed beneath the parent plant, playing a negative role for the seed dispersal, mainly account for the great amount of fruit wasting. Other bird species that visited E. edulis fruits were the Spot-billed Toucanet (Selenidera maculirostris), the Saffron Toucanet (Baillonius bailloni), the Yellow-bellied Trogon (Trogon viridis), the Dusky-l egged Guan (Penelope obscura) and the Black-fronted Piping-Guan (Pipile jacutinga). The Plain Parakeet (Brotogeris tirica) was a seed predator of unripe fruits, like the Reddishbellied Parakeet. The squirrel Sciurus ingrami ate immature and ripe fruits. The reproductive strategy of Euterpe edulis can be summarized in the production of thin pericarp fruit, with a low investment in pulp, displayed in great infructescences that attract birds, and the frugivore assemblage are gape-limited by the fruit size. The fruits were offered during the dry season, when the community suffers a low resource availability. Individual trees that ripe their fruits early in the population (late wet season) had a slow removal rate, probably by competition with other tree species. The extended fruiting season in a period of low resource availability identifies a keystone resource. There are some evidences that E. edulis plays an important role in maintaining the frugivore community on the PEI at the time of scarcity, but additional data are necessary to make certain the keystone-resource condition. The predatory exploitation of E. edulis for extracting its palm-heart might have dramatic consequences to the frugivore community of Atlantic Forest, eliminating an essential food resource for maintaining the biotic integrity of this ecosystem
Subject: Palmeira
Palmito
Sementes - Dispersão
Ecologia vegetal
Ave
Fenologia vegetal
Mata Atlântica
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: LAPS, Rudi Ricardo. Frugivoria e dispersão de sementes de palmiteira (Euterpe edulis, Martius Arecaceae) na Mata Atlantica, sul do Estado de São Paulo. 1996. 77f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/316282>. Acesso em: 21 jul. 2018.
Date Issue: 1996
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Laps_RudiRicardo_M.pdf5.21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.