Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/316192
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Ecologia comportamental da formiga Pachycondyla striata Fr. Smith (Formicidae: Ponerinae) em uma floresta do sudeste do Brasil
Author: Medeiros, Flavia Natercia da Silva
Advisor: Oliveira, Paulo Sergio Moreira Carvalho de, 1957-
Oliveira, Paulo Sergio
Abstract: Resumo: Este estudo investigou a ecologia comportamental da formiga neotropical Echycondy/a striata, abordando os seguintes aspectos: estrutura dos ninhos, demografia das colônias, padrão de atividade, dieta, estratégias alimentares, comportamento de caça e interações agonísticas intra e interespecíficas. A área de estudo foi a Reserva Municipal de Santa Genebra, localizada em Campinas, São Paulo, cuja vegetação é classificada como floresta semidecídua estaciona!. Foram marcadas 50 colônias nas trilhas principal e secundária da Reserva, das quais 4 foram observadas mais detalhadamente durante um ano. Pachycondy/a striata nidifica no solo, apresentando colônias que contam com até 234 adultos. A espécie é predominantemente diurna, tendo uma atividade de forrageamento menor à noite tanto na estação seca quanto na chuvosa. Seu padrão de atividade parece ser mais fortemente influenciado pela temperatura. Entretanto, na estação seca, a umidade aparentemente também afeta as forrageadoras, cujo pico de atividade se desloca em direção às horas em que a umidade relativa do ar é mais alta. Na estação seca a atividade de forrageamento se reduz; nesta estação parece haver menor quantidade de imaturos na colônia e, provavelmente, as operárias evitam o risco de dessecação. A dieta de P. striata inclui itens variados, estando formigas entre os itens mais comumente consumidos. Na Reserva Muinicipal de Santa Genebra, as forrageadoras desta espécie utilizam mais frequentemente a coleta de artrópodes mortos como estratégia alimentar, predando apenas ocasionalmente cupins, quilópodes e outras espécies de formigas. Material vegetal como sementes, flores e líquens também podem ser transportados por operárias. As forrageadoras coletam, na maior parte das vezes, itens de peso seco menor que ou igua! a 3 mg. As áreas de vida das colônias variam não só entre as colônias em cada estação, como também sazonalmente para cada colônia, sendo maiores na estação chuvosa que na seca. O comportamento de caça de P. striata é similar ao de outras formigas da subfamília Ponerinae e do gênero Pachycondy/a. Antes da captura itens grandes e/ou potencialmente perigosos, como larvas de lepidópteros dotadas de defesas químicas, as formigas normalmente inspecionam demoradamente a presa potencial. As operárias se mostram agressivas em relação a operárias e rainhas coespecíficas e também de outras espécies; vários conflitos territoriais foram observados. Rainhas fundam o ninho solitariamente e podem ser vigorosamente atacadas ao tentar escavar o 5010 próximo a colônias maduras. A espécie Odontomachus chelifer, que nidifica no 5010 e utiliza itens alimentares semelhantes aos coletados por P. striata, constitui uma competidora potencial desta espécie e talvez possa influenciar, juntamente com outros fatores, seu padrão de atividade na Reserva Municipal de Santa Genebra. A combinação das diversas características estudadas (nidificação e forrageamento no 5010, dieta diversificada, estrutura polidômica dos ninhos, possibilidade de recrutamento por "tandem", variação sazonal da área de vida e comportamento territorial) talvez explique a grande abundância de P. striata na Reserva Municipal de Santa Genebra, onde a oferta de recursos deve ser limitante para espécies de hábitos mais especializados

Abstract: This study investigated the behavioral ecology of the neotropical ant Pachycondy/a striata, with emphasis on the following aspects: nest structure, colony demography, activity pattern, feeding strategies, home range, hunting behavior, intra and interespecific agonistic interactions. The study was carried out at the seasonal semideciduous forest of the Reserva Municipal de Santa Genebra, Campinas, São Paulo. A total of 50 colonies of P. striata was marked at the main and secondary trails of the reserve, four of which were monitored in greater detail during one year. Pachycondy/a striata nests on the ground, and colonies may contain up to 234 ants. Both during the dry and wet seasons the ants are active mostly during the day, although they may also forage less intensively at night. The activity pattern seems tightly linked to temperature. However, humidity apparently also affects ant activity during the dry season, and the peak of foraging at this period occurs at hours of higher air relative humidity. In general foraging activity decreases during the dry season, when immatures are less numerous and the risk of dissecation faced by foraging workers is probably greater. The diet of P. striata includes many types of food items, ants being the most frequent ones. The commonest feeding strategy employed by P. striata workers is the collection of dead arthropods (scavenging), but the ants may also occasionally prey on live termites, Chilopoda, and ants on the forest floor. Plant materiais such as seeds, flowers and lichens are also transported by foraging ants to their nests. The majority of the food items collected by workers of P. striata are of up to 3 mg in dry weight. Home range was variable among colonies within a given season, as well as across different seasons. Marked colonies had larger home ranges during the wet season. Hunting behavior by workers of P. striata is similar to that reported for other species of Pachycondy/a, as well as for other members of the subfamily Ponerinae. Before capturing large and/or potentially dangerous food items, such as lepidopteran larvae with chemical defense, the ants normally inspect cautiously the potential prey. Workers of P. striata are very aggressive towards homospecific or heterospecific intruding ants (workers andqueens), and several territorial conflicts were observed in the field. Solitary founding queens of P. striata may be vigorously attacked by resident workers of nearby mature colonies. The common ground-nesting species Odontomachus chelifer, whose diet is similar to that of P. striata, may be one of the factors affecting the activity pattern of the latter in the study area. A combination of many of the features of the behavioral ecology of P. striata such as nesting habit and foraging activity on the ground, generalized diet, tandem recruitment, seasonal home range, and territorial, probably accounts for the high abundance of this species in the Santa Genebra Reserve, where resource availability may possibly restrain the occurrence of other more specialized ant species
Subject: Ecologia
Formiga - Comportamento
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: MEDEIROS, Flavia Natercia da Silva. Ecologia comportamental da formiga Pachycondyla striata Fr. Smith (Formicidae: Ponerinae) em uma floresta do sudeste do Brasil. 1997. 71f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/316192>. Acesso em: 21 jul. 2018.
Date Issue: 1997
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Medeiros_FlaviaNaterciadaSilva_M.pdf4.32 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.