Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/316121
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: A comunidade de plantas ornitófilas da Estação Ecológica do Panga = o fluxo de pólen intermediado pelo beija-flor Phaethornis pretrei (Phaethornithinae)
Title Alternative: The ornithophilous plant community at Estação Ecologica do Panga : pollen flow intermediated by the hummingbird Phaethornis pretrei (Phaethornithinae)
Author: Araújo, Francielle Paulina de
Advisor: Sazima, Marlies, 1944-
Abstract: Resumo: O estudo da interação entre flores e beija-flores oferece diversas informações a respeito da estruturação das comunidades bem como de processos coevolutivos. Para a região do Cerrado quase não há informações em nível de comunidades sob este enfoque, portanto o presente estudo teve como objetivos obter informações sobre a florística, fenologia e atributos florais das plantas visitadas por beija-flores em diversas fisionomias do Cerrado na Estação Ecológica do Panga, Uberlândia, MG. Além de fornecer estimativas da disponibilidade de néctar e capacidade suporte da área, fornece dados da quantidade de energia que os beija-flores podem encontrar no Cerrado ao longo do ano. O estudo também descreve o comportamento alimentar do beija-flor Phaethornis pretrei, fornecendo dados a respeito do fluxo de pólen proporcionado por este beija-flor. Por fim, este estudo discute aspectos ecológicos como o mimetismo, facilitação e efeito "magnético" em plantas sincronopátricas que compartilham o mesmo polinizador. Foi registrado um total de 46 espécies de plantas que podem ser utilizadas por beija-flores. A diversidade de habitats e espécies que podem ser utilizadas por beija-flores no Cerrado é semelhante à de outros biomas como a Mata Atlântica. Mesmo não tendo grande número de espécies ornitófilas o Cerrado oferece condições propícias para a permanência destas aves. A aparente falta de recursos para beija-flores é compensada com o uso de outras plantas nectaríferas não ornitófilas. O estudo confirmou que Phaethornis pretrei é residente e utiliza 21 espécies de plantas ao longo do ano. Este beija-flor é o visitante exclusivo de duas espécies e o responsável por mais de 90% das visitas em outras quatro. Foi confirmado que P. pretrei é trapliner, retornando sempre às mesmas flores em intervalos regulares. Phaethornis pretrei representa alto potencial de fluxo de pólen para esta comunidade vegetal, pois além de ser vetor de pólen de muitas espécies, transporta grandes quantidades e percorre longas distancias. Neste estudo também foi demonstrado que as espécies Ruellia brevifolia (Pohl) Ezcurra, Geissomeria longiflora Lindl., Dicliptera squarrosa Nees, Cuphea melvilla Lindl e Manettia cordifolia Mart., são sincronopátricas (exibindo sobreposição espacial e em seus períodos de floração), apresentam atributos florais similares e são visitadas principalmente pelo beija-flor Phaethornis pretrei. Análises morfológicas das flores demonstraram que estas espécies diferem na localização dos estames e estigmas, sugerindo que utilizam diferentes partes da cabeça ou bico dos beija-flores para o transporte do pólen. Análises de cargas de pólen retiradas dos beija-flores também demonstraram que há estratificação horizontal da localização do pólen no beija-flor. Este conjunto de espécies pode ser considerado um anel mimético Mülleriano, uma vez que as flores enviam sinais similares para os beija-flores e todas as espécies fornecem néctar, fato que reforça o comportamento de visitação. A floração sincronizada destas espécies é uma resposta coletiva que atrai os polinizadores para o interior da mata por um breve, porém importante período. Esta atração depende não só de uma única espécie de planta, mas da combinação das interações ecológicas como a facilitação, o mimetismo e o efeito magnético destas espécies.

Abstract: The study of the interactions between flowers and hummingbirds offers diverse information regarding the structure of the communities as well as information of coevolutive processes. For the Cerrado region, there is a lack of information on interactions at community level, thus the purpose of this study is to obtain information on floristic composition, phenology and floral attributes of the species visited by hummingbirds in diverse physiognomies of the Cerrado at 'Estação Ecológica do Panga', Uberlândia, MG. Besides providing estimates of nectar availability and carrying capacity of the area, it also gives quantitative data of the amount of energy hummingbirds can find in the Cerrado throughout the year. The study also describes the foraging behaviour of the hummingbird Phaethornis pretrei, and gives information about the pollen flow provided by this hummingbird. Finally, the study discusses ecological aspects such as mimicry, facilitation and "magnet" effect in synchronopatric plants that share the same pollinator. A total of 46 plant species that can be used by hummingbirds was recorded. The diversity of habitats and species that can be used by hummingbirds in the Cerrado is similar to other biomes as the Atlantic Forest. Despite having a low number of ornithophilous species, the Cerrado offers appropriate conditions for the permanence of these birds. The apparent lack of resources for hummingbirds is counterbalanced by the use of other non-ornithophilous nectariferous species. The results of this study confirmed that Phaethornis pretrei is resident and uses 21 plant species throughout the year. This hummingbird species is the exclusive visitor of two species and is responsible for more than 90% of the visits of other four species. It was confirmed that P. pretrei is a trapliner, returning to the same flowers at regular intervals. P. pretrei represents a high potential of pollen transport for this plant community, not only because it carries pollen from many species, but also carries high amounts of it and travels great distances. This study also demonstrated that the species Ruellia brevifolia (Pohl) Ezcurra, Geissomeria longiflora Lindl., Dicliptera squarrosa Nees, Cuphea melvilla Lindl and Manettia cordifolia Mart. are synchronopatric (spatial and flowering overlap), they present similar floral attributes, and they are visited mainly or almost exclusively by the hummingbird Phaethornis pretrei. Morphological analysis of the flowers showed that they differ in the location of the stamens and stiles suggesting that they might use different parts of the hummingbirds' bill or head for pollen transportation, avoiding overlap of pollen placement. The analysis of pollen loads from the hummingbirds also demonstrate a horizontal stratification of pollen placement on the hummingbirds, although some overlap occurred. This group of species can be considered a Mullerian mimicry "ring" as their similar colors send uniform signals to the hummingbirds, and their tubular corollas require similar handling techniques. The synchronized flowering of the studied species is a collective response that attracts pollinators into the forest for a brief but important period. This shift into the forest depends not only on the characteristics of a single plant host species, but rather on a combination of ecological interactions as facilitation, mimicry, and magnet-species effects associated to these species.
Subject: Cerrados
Beija-flor
Néctar
Mimetismo (Biologia)
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: ARAÚJO, Francielle Paulina de. A comunidade de plantas ornitófilas da Estação Ecológica do Panga = o fluxo de pólen intermediado pelo beija-flor Phaethornis pretrei (Phaethornithinae). 2010. 147 p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/316121>. Acesso em: 16 ago. 2018.
Date Issue: 2010
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Araujo_FranciellePaulinade_D.pdf3.46 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.