Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/316120
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Nectar e volateis na polinização de quatro especies de Passiflora L. (Passifloraceae)
Author: Varassin, Isabela Galarda
Advisor: Sazima, Marlies, 1944-
Abstract: Resumo: Foram estudadas quatro espécies de Passíflora. P. alata, P. galbana (Parque Estadual de Setiba, Guarapari, ES) e P. mucronata (Parque Estadual da Serra do Mar, Núcleo Picinguaba, Ubatuba, SP), que pertencem ao subgênero Passíflora e ocorrem em vegetação de restinga. P. speciosa Gardn. , subgênero Distephana, ocorre em mata atlântica de tabuleiro da Reserva Florestal da CVRD (RFCVRD), Unhares, ES. Foi analisado qualitativa - e quantitativamente o recurso alimentar e foram identificados os constituintes químicos que compõe as unidades de atração visual e olfativa nestas espécies de Passiflora. Foi observado que as espécies de Passiflora estudadas dependem de vetores de pólen para a produção de frutos. P. alata é melitófila, P. galbana e P. mucronata são quiropterófilas e P. speciosa é ornitófila. A polinização é favorecida pela deflexão dos órgãos reprodutivos, que permite que os animais os toquem. O néctar é o recurso alimentar procurado pelos visitantes florais, sendo que o comportamento dos polinizadores vertebrados parece refletir a disponibilidade do recurso, forrageando quando há mais volume de néctar e quando a previsibilidade da quantidade de recurso é maior. A dinâmica de secreção de néctar das espécies estudadas está relacionada com a hidrólise de amido armazenado no nectário. Parece haver uma relação entre o tipo de polinizador e a composição do néctar, inclusive a quantidade de lipídios presentes e a razão Na+/K+. O espectro de absorção nas faixas UV-VIS encontrado nestas flores se adequa à sensibilidade espectral da visão dos polinizadores, com presença de antocianidinas em P. a/ata e P. speciosa. As espécies quiropterófilas possuem pigmentos que refletem na região do visível, e devem ter uma função menos importante na localização das flores por morcegos. Nas espécies polinizadas por animais cujo olfato é bastante desenvolvido, há maior abundância de classes de compostos voláteis. Compostos aromáticos hidroxilados e monoterpenos são provavelmente os responsáveis pelo perfume adocicado das flores de P. alata. Em P. galbana, estes compostos tem participação expressiva no seu perfil de odores. P. speciosa tem leve odor acre, provavelmente conferido por hidrocarbonetos. Sinais olfativos devem estar permitindo a localização do recurso a longa distância, enquanto que a localização do recurso a curta distância seria possível através de orientação visuail ou acústica. Vários compostos que formam as fragrâncias destas espécies de Passiflora ocorrem em outras espécies de plantas; alguns destes também ocorrem em secreções exócrinas de abelhas

Abstract: Four species of Passiflora were studied. P. alata, P. galbana (Parque Estadual de Setiba, Guarapari, ES) and P. mucronata (Parque Estadual da Serra do Mar, Núcleo Picinguaba, Ubatuba, SP), belong to the Passiflora subgenus, and occur in restinga vegetation. P. speciosa Gardn., Distephana subgenus occurs in Atlantic forest in the Reserva Florestal da CVRD (RFCVRD), Unhares. The central aims of this study were to analise qualitative and quantitative aspects of the food resources, and to identify visual and olfactory chemical constituents of the units of attraction in these species of Passiflora, to verify their role in pollinator selection, since they have distinct pollination syndromes. Those Passiflora species depend on pollen vectors to produce fruits. P. alata is mellitophylous, P. galbana and P. mucronata are chiropterophylous and P. speciosa is an ornithophylous species. Pollination is facilitated due to the deflection of the reproductive organs. Floral visitors search for nectar as a food resource; the vertebrate pollinator behavior seems to reflect resource availability, as they forage when large amounts of nectar are found and when quantitative resource predictability is greater. The dynamics of nectar secretion is related to nectary starch hydrolysis. There seems to be a relationship between pollinator type and the nectar composition, such as amounts of lipids and Na+/K+ ratio. The UV-VIS spectral absortion of flowers is adjusted to the pollinators' visual spectral sensitivity, with anthocyanidins present in P. alata and P. speciosa. Pigments of the chiropterophylous species reflect in the visible spectra, and might have a little importance in flower location. There is a higher class diversity among the volatiles compounds in the species pollinated by animais with an acute olfactory sense. Hydroxylated aromatic compounds and monoterpenes are probably responsible for the sweet scent of P. alata. In P. galbana, they are also important compounds in the scent profile. P. speciosa has a very faint acrid smell, probably from hydrocarbons. Long distance resource location is probably accomplished by olfactive signals, although visual or acoustic signals could be responsible for short distance orientation. Fragrance compositions of these Passiflora species show compounds also present in other species and in the exocrine secretions of bees
Subject: Passiflora
Polinização
Nectarios
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: VARASSIN, Isabela Galarda. Nectar e volateis na polinização de quatro especies de Passiflora L. (Passifloraceae). 1996. 86f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/316120>. Acesso em: 21 jul. 2018.
Date Issue: 1996
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Varassin_IsabelaGalarda_M.pdf3.67 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.