Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/316117
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Flora, fenologia de floração e polinização em capões do Pantanal Sul Mato Grossense
Author: Araujo, Andrea Cardoso de
Advisor: Sazima, Marlies, 1944-
Abstract: Resumo: Os objetivos deste estudo são conhecer as espécies vegetais que ocorrem em capões, a variação na disponibilidade de flores ao longo do ano, as síndromes de polinização e as espécies de flores exploradas por beija-flores neste ambiente. Todas as espécies em flor foram registradas em 3-5 capões diferentes a cada mês (totalizando 52 capões), num período de 13 meses no Pantanal do MirandaAbobral. As espécies floridas tiveram seu hábito, altura, número de flores abertas e sua síndrome de polinização registrados. Cada capão (0,2 - 3,8 ha) foi amostrado uma vez e a área total amostrada foi de 51,6ha. Foram registradas 256 espécies em flor distribuídas em 173 gêneros e 67 famílias ao longo do período deste estudo. As famílias mais freqüentes foram Fabaceae, Asteraceae e Malvaceae. A forma de vida mais freqüente entre as espécies registradas foi herbácea (38,3%), seguida por sub arbustiva-arbustiva (22,3%), liana (21,1%), arbustivo-arbórea e arbórea (14,4%) e hemi-parasita (0,8%). A maior parte das espécies registradas ocorreu na borda dos capões. Espécies dos estratos mais baixos da vegetação floresceram por períodos de tempo significativamente mais longos que espécies dos estratos mais altos (p = 0,01). A densidade média de indivíduos floridos foi maior durante o período chuvoso ao passo que a densidade média de flores foi maior no período seco. A grande maioria das espécies registradas é polinizada por abelhas ou por mais de um grupo de insetos (80,1%) seguida pela miiofilia (6,25%), anemofilia (3,1%), psicofilia (2,7%), omitofilia (2,3%), esfingofilia (1,6%), cantarofilia e quiropterofilia (ambas com 0,8%). Espécies omitófilas apresentaram os períodos de floração mais longos ao passo que as anemófilas foram as que apresentaram períodos de floração mais curtos. A diversidade de síndromes de polinização foi maior durante a estação chuvosa e início da seca (dezembro a julho). A maior parte das 44 espécies em que foi feito registro focal de visitantes (52,3%) pode ser polinizada por mais de um grupo de polinizadores e 75% podem ser polinizadas por mais de uma espécie de polinizador. As espécies de plantas mais generalistas quanto aos seus vetores de pólen são principalmente arbóreas, apresentam flores de cores claras e de morfologia aberta ou do tipo pincel e florescem no final da estação seca (entre agosto e novembro). Os beija-flores visitaram 21 espécies de plantas nos capões, sendo em sua maioria herbáceas e lianas, e principalmente espécies nãoomitófilas. Entretanto, as taxas de visitas às flores omitófilas e não ornitófilas não diferem significativamente. Hy/ocharis chrysura é o único beija-flor residente e o mais freqüente nos capões, sugerindo que seja importante polinizador das espécies omitófilas que ocorrem neste ambiente. Helicteres guazumaefolia é recurso importante para este beija-flor uma vez que é a única espécie omitófila que floresce ao longo de todo o ano nos capões

Abstract: The aims of this study are to know the plant species that occur in the capões of Pantanal Miranda-Abobral, the variation on the availabílity of flowers throughout the year, the pollination syndromes of the species and to determine what flowers are exploited by hummingbirds. Ali flowering species were recorded in 3-5 capões throughout 13 months in 52 capões. Habit, height, number of opened flowers and pollination syndromes were recorded. Each capão (0,2 - 3,8 ha) was sampled once and the sampled area was 51,6 ha. There were recorded 256 flowering species in 173 genera and 67 famílies during the period of this study. The most frequent families were Fabaceae, Asteraceae and Malvaceae. Most frequent growth forms were herbs (38,3%), shrubs (22,3%), climbers (21,1%), shrubs-trees (14,4%) and hemi-parasitic (0,8%). Species lower placed in the forest profile flowered for longer periods than species occurring at higher strata (p<0,02). Mean density of flowering individuais was higher during the rainny season and mean density of flowers was higher during the dry season. Most species recorded were bee or insect pollinated (80,1 %). The remaining species were myiophilous (6,25%), anemophilous (3,1 %), psicophilous (2,7%), omithophilous (2,3%), sphingophilous (1,6%), cantarophilous or chiropterophilous (each one with 0,8%). Longer flowering periods were recorded for omithophilous species and the shorter ones for anemophilous species. Diversity of pollination syndromes was higher during the rainny season and at the beginning of the dry season (December to July). Most of the 44 species studied for visitors (52,3%) could be pollinated by more than one polllinator group and 75% could be pollinated by more than one pollinator species. Plant species that are more generalist according to its polen vectors are mainly arboreous, with open or brush type, light coloured flowers, and flowered by the end of the dry season (between August and November). Hummingbirds visited 21 flowering species in the capões, mainly herbaceous or climbers and non-omithophilous species. They visited several non-omithophilous species, being the visiting rates to omithophilous and non-ornithophilous species similar. Hy/ocharis chrysura is the only resident and most frequent hummingbird in the capões, suggesting that it is an important pollinator for omithophilous species in this habitat
Subject: Fenologia
Polinização
Beija-flor
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2001
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Araujo_AndreaCardosode_D.pdf7.97 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.