Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/316103
Type: TESE DIGITAL
Title: Community assembly and potential for indirect effects of hummingbird-pollinated plants in the Atlantic Forest = Estruturação de comunidades e potencial para efeitos indiretos de plantas polinizadas por beija-flores na Floresta Atlântica
Title Alternative: Estruturação de comunidades e potencial para efeitos indiretos de plantas polinizadas por beija-flores na Floresta Atlântica
Author: Bergamo, Pedro Joaquim, 1992-
Advisor: Sazima, Marlies, 1944-
Abstract: Resumo: A interação entre plantas e polinizadores influencia a estruturação das comunidades de plantas. Espécies de plantas que compartilham polinizadores podem competir ou se facilitar por sua polinização, impactando as populações de plantas e por consequência, suas ocorrências nas comunidades. Porém, ainda são poucos os estudos que investigam a influência da polinização na estruturação das comunidades e por quais mecanismos as plantas compartilham polinizadores e potencialmente exercem efeitos indiretos entre si. Nesta dissertação, enfocamos comunidades de plantas polinizadas por beija-flores na Floresta Atlântica como modelo de estudo. Utilizando uma abordagem filogenética e funcional, investigamos como o parentesco evolutivo, diferentes atributos florais e abundâncias determinam a estruturação espacial e temporal destas comunidades (Capítulo 1) e a partilha de polinizadores entre as espécies de plantas (Capítulo 2). Encontramos estrutura filogenética aleatória e estrutura funcional e temporal agregadas, indicando que processos relacionados ao atributo das espécies são importantes na escala espacial avaliada. Plantas com atributos florais semelhantes e espécies mais abundantes tem maior potencial para efeitos indiretos por compartilharem mais beija-flores. O primeiro resultado reforça o acoplamento fenotípico como um mecanismo estruturando as interações entre plantas e beija-flores, enquanto o segundo mostra que abundâncias podem se tornar importantes ao avaliar efeitos indiretos entre plantas nas comunidades. Em geral, padrões em ecologia de comunidades são contingentes à história evolutiva e atributos das espécies. Neste estudo, demonstramos que comunidades de plantas polinizadas por beija-flores podem exibir uma estrutura nos atributos florais, possivelmente devido a interações indiretas entre plantas compartilhando beija-flores. Além disso, esta estrutura também pode levar a um maior potencial para efeitos indiretos entre estas plantas

Abstract: Plant-pollinator interactions influence the assembly of plant communities. Plant species sharing pollinators engage on competitive or facilitative interactions for pollination, impacting plant populations and consequently, their occurrences in communities. However, there are few studies investigating how pollination influence community assembly and by which mechanisms plants have indirect effects when sharing pollinators. Here, we focused on hummingbird-pollinated plant communities of the Atlantic forest as study model. Using a phylogenetic and functional approach, we investigate how evolutionary relatedness, floral traits and abundances determine the spatial and temporal community assembly (Chapter 1) and pollinator-sharing among plant species (Chapter 2). We found random phylogenetic structure and clustered functional and temporal structure, indicating that trait-based processes increase in importance at the spatial scale evaluated. Plants with similar floral traits and abundant species have higher potential for indirect effects by sharing more hummingbird pollinators. The first result reinforces phenotypic match as a structuring mechanism of plant-hummingbird interactions, while the latter shows that abundance increases in importance when evaluating the indirect effects among plants in communities. In general, patterns in community ecology are contingent to the evolutionary history and traits of the species. Here we found that hummingbird-pollinated plant communities can exhibit a floral trait structure, possibly caused by indirect interactions between plants sharing pollinators. Moreover, these community structure can also lead to a higher potential for indirect effects between these plants
Subject: Polinização
Ecologia de comunidades
Análise filogenética
Flores
Fenologia
Language: Multilíngua
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IB - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Bergamo_PedroJoaquim_M.pdf1.55 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.