Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/316084
Type: TESE
Title: Biologia comportamental de Eudocimus ruber (Aves, Threskiornithidae) em manguezais da Ilha do Cajual, Maranhão : reprodução e alimentação
Author: Hass, Adriani
Advisor: Marcondes-Machado, Luiz Octavio, 1945-
Machado, Luiz Octavio Marcondes, 1945-
Abstract: Resumo: O guará, E. ruber, é uma ave vadeadora, colonial e forrageadora tátil, que se reproduz em regiões costeiras, mangues e lhanos. As populações do litoral da América do Sul apresentam grande flutuação numérica em sua distribuição, variando de poucos a milhares de indivíduos, sendo que as populações brasileiras de E. ruber encontram-se ameaçadas devido à pressão de caça e ao corte dos manguezais onde vivem. Este estudo abordou aspectos reprodutivos e alimentares, fatores indispensáveis para a elaboração de um plano efetivo de conservação, de uma colônia reprodutiva na Ilha do Cajual, Alcântara, Maranhão. O estudo foi realizado durante os meses de janeiro a setembro de 1994, durante a estação reprodutiva completa da espécie, na Ilha do Cajual, Alcântara, Maranhão. Para a reprodução, foram verificados o padrão de distribuição espacial dos ninhos, através do mapeamento de 4800 m2 do manguezal. Foram registrados a altura e a quantidade de ninhos por árvore, a distribuição de todas as espécies ocorrentes no manguezal, espécie de árvore utilizada e seu respectivo diâmetro. Alguns ninhos foram acompanhados para determinar a taxa de eclosão e os filhotes foram medidos a cada seis dias para obtenção das curvas de crescimento, sendo estes últimos anilhados a partir da 3a. semana. Para a alimentação, indivíduos adultos foram selecionados para registrar características do comportamento alimentar em duas áreas distintas. Coletaram-se também regurgitos de ninhegos, os quais foram analisados qualitativamente em laboratório. E. ruber nidificou em Laguncularia racemosa, Avicennia germinans e A. shaueriana, utilizando menos de um quinto das árvores disponíveis e cada árvore utilizada geralmente continha mais de um ninho (n=79). O diâmetro das árvores utilizadas variou entre 8,0 a 23,0 cm e a altura entre 4,0 a 15,0 m (n=95). Os ninhos apresentaram estrutura frágil, sendo construídos entre ramificações ou ao longo dos galhos; contiveram, na maioria das vezes, 2 ovos (n=50) e o período de incubação durou, em média 25 ± 5,3 dias (n=7). As taxas de mortalidade de ovos e filhotes foram 0,04 e 0,03, respectivamente, estando associadas principalmente à predação. As medidas de asa, tarsometatarso e cúlmen apresentaram crescimento diferencial, seguindo essa ordem. Isso esteve relacionado ao comportamento dos filhotes dentro da colônia reprodutiva. A análise de fragmentos de exoesqueletos, presentes nos regurgitos de filhotes, revelou a presença predominante de Uca spp., que esteve associado às áreas utilizadas pelos adultos para obter o alimento. Adultos apresentaram o comportamento de tentativa superficial e profunda como tática alimentar mais freqüente e o tamanho de presa mais consumida variou entre as classes 1 a 3, sendo preferidas à classe 2 de tamanho. É provável que presas menores sejam mais fáceis de serem capturadas e que presas maiores possuam um valor energético mais alto, sendo preferidas apesar de suas densidades baixas. Tais características biológicas parecem permitir uma ampla utilização do espaço alimentar e reprodutivo, possibilitando a sobrevivência de E. ruber na Ilha do Cajual

Abstract: The scarlet ibis, E. ruber, is a wading, colonial and tactile foraging bird, that breeds in coastal regions, mangroves and in the Venezuelan lhanos. Populations ftom the tittoral region of South America present a large numerical fluctuation in their distribution, varying ftom few to thousands of individuals, so that the Brazitian populations of E. ruber are endangered due to the pressures of hunting and clearing of the mangroves where they tive. This study referred to the reproductive and feeding aspects of the species, essential factors for the elaboration of an effective conservation plan for a reproductive colony at Cajual Island, Alcântara, Maranhão. The study was carried out during the months of January to September, 1994, during the complete breeding season ofthe species, at Cajual Island, Alcântara, Maranhão. For the study on reproduction, the spatial distribution pattem of the nests was verified by mapping 4800 m2 of the mangrove. The height and quantity of nests per tree, the distribution of alI the species that occurred in the mangrove, the species of tree used and its respective diameter, were registered. A few nests were accompanied to determine the hatching rate and the nestling were measured every six days to obtain growth curves. Six week-old nestling, or older, were ringed. For the study on feeding habits, adult individuals were selected to register characteristics of their feeding behavior in two distinct areas. The regurgits of the nestling were also collected and analyzed qualitatively in laboratory. E. ruber built its nests in Laguncularia racemosa, A vicennia germinans and A.shaueriana, using less than one fifth of the trees available. Usually each tree had more than one nest (n=79). The diameter ofthe trees used varied between 8.0 and 23.0 cm and their height ftom 4.0 to 15.0 m (n=95). The nests presented a weak structure, being built between branches or along them, generally contained two eggs (n=50) and the period of incubation lasted 25 ± 5.3 days (n=7). The mortality rate ofthe eggs and off-spring was 0.04 and 0.03, respectively, being associated mainly to predation. The measurements of the wing, tarsometatarsus and culmen presented a differential growth, following this order. This was related to the behavior ofthe nestling in the reproductive colony. The analysis of ftagments of exoskeletons present in the regurgits of the nestling revealed the predominant presence of Uca spp., that was associated to the areas used by the adults for obtaining food. The adults presented the behavior of shallow probing and deep probing as the most ftequent feeding tactic and the size of the most consumed prey varied between classes land 3, being size class 2 the most preferred. It is probable that smaller prey are easier to catch and that larger prey have a higher energetic value, being preferred even though they present low densities. These biological characteristics seem to allow for a wide use of the feeding and reproductive space, making the survival of E. ruber at Cajual Island
Subject: Ave
Animais - Comportamento
Hábitos alimentares
Reprodução
Manguezais
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1996
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Hass_Adriani_M.pdf4.84 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.