Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/316075
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Seleção de presas pelo gastropodo Thais haemastoma (L.) na região de Arraial do Cabo, RJ
Author: Lavrado, Helena Passeri
Advisor: Duarte, Luiz Francisco Lembo, 1951-
Abstract: Resumo: A ação de ondas é um importante fator determinante da estrutura das comunidades de zonas entremarés de costões rochosos, exercendo, também,uma grande influencia no comportamento de forrageamento de vários animais através do aumento de riscos de mortalidade causado pelo impacto das ondas. A compreensão da dieta de um predador, ao longo de um gradiente de exposição às ondas, pode explicar, muitas vezes, as variações locais da distribuição abundância das populações de presas, em função da atividade desses organismos. Com o objetivo de verificar se existem diferenças na dieta de Thais haemastoma (L. ) em função da ação de ondas, foram realizadas observações quinzenais do seu comportamento de forrageamento' (freqüencia de alimentação, escolha de espécie e tamanho de presa), durante o período de Julho/1990 a Agosto/1991, em dois locais da Enseada do Forno, Arraial do Cabo, RJ: um ambiente exposto (Fortaleza) eoutro protegido do impacto direto das ondas( Forno). Experimentos em laboratório também foram realizados com o intuito de se testar a seleção de presas e de se obter dados referentes ao retorno energético liquido de cada uma delas (tempo de manipulação, conteúdo calórico epeso seco consumido). Os resultados mostraram que Thais haemastoma se alimenta basicamente de quatro espécies: o bivalve Perna perna (L.) e os cirripédios Tetraclita stalactifera Lamarck, Megabalanus tintinnabulum (L.) e M.coccopoma (Darwin). As grandes densidades deste gastrópodo observadas no local exposto, a Fortaleza (média de 26 inds. /m2 ), em contraste com olocal protegido, oForno(média de 4inds/m2 ), são devidas à maior disponibilidade de presas sésseis naquele local. Os indices de eletividade (E*) mostraram que Thais seleciona o mexilhão, independentemente de sua abundância, tanto na natureza como em condições de laboratório. Perna perna não só é a presa de maior conteúdo calór ico como a mais proveitosa em termos de retorno energético (calorias/hora). A seleção de um tamanho menor e menos proveitoso de Perna na Fortaleza ( < 25 mm) do que no Forno (25-50 mm) representa um desvio da dieta ótima (em termos energéticos) devido a um maior batimento de ondas. As taxas de consumo de 0,10 a0,26 presas/ Thais/dia, apesar de baixas quando comparadas às de Outros predadores como caranguejos e peixes, Podem ser suficientes para o controle da densidade das Espécies sésseis, principalmente no costão protegido do Forno. Portanto, na Enseada do Forno, a ação de ondas é suficiente para restringir o processo de seleção de tamanho mas não para reduzir a freqüência de alimentação ou mesmo a seleção de espécies de presa por Thais haemastoma

Abstract: Wave action is an important structuring factor in rocky intertidal communities. It also has a great influence on animal foraging behaviour through an increase of mortality risks due mainly to dislodgement. Understanding differences in predator diet along a wave exposure gradient May explain variation in how predators affect prey distributions. In order to test if there are differences in feeding rates and prey species and size selection by Thais haemastoma (L. ) due to wave action, fortnightly field observations of its foraging behaviour were made (July/1990 August/1991). Two sites differing in wave exposure were chosen inside Forno inlet, Arraial do Cabo, RJ: an exposed (Fortaleza) and asheltered one ( Forno) . Laboratory experiments were also carried out to test prey choice and to obtain data from net energy return of each consumed prey species (calories/hour). The results showed that Thais basically feeds on Four species: the mussel Perna perna and the barnacles Tetraclita stalactifera, Megabalanus tintinnabulum and M. coccopoma. The greater densi ties of Thais observed at the exposed site (26 ind/m2) in coptrast to the sheltered one (4 ind/m2) were due to higher abundances of its sessile prey in the former site. The electi vi ty indices (E*) suggested that this gastropod selects mussels in an optimal fashion, i. e. , despi te their abundance. P.perna has not only the highest energy content but also is the most profitable prey. The choice of a smaller and less profitable mussel size « 25 mm) at Fortaleza than at Forno (25-50 mm) shows a deviation of optimal diet probably due to a greater wave exposure. Rates of consumption (0,10-0,26 prey / Thais/ day) are lower than those of other predators such as crabs and fishes but they may be high enough to control sessile prey densities, specially at the sheltered si te. This study indicates that wave action affects size selection but it does not influence on feeding rates or even on prey species choice by Thais haemastoma in Forno inlet.2
Subject: Ecologia litoranea
Ecologia marinha
Ecologia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1992
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Lavrado_HelenaPasseri_M.pdf1.95 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.