Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/316062
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Drosofilas e outros insetos associados a frutos de Parahancomia amapa dispersos sobre o solo da floresta
Author: Martins, Marlucia
Advisor: Klaczko, Louis Bernard, 1953-
Abstract: Resumo: Um dos principais desafios apresentados àqueles interessados em estudar ecologia evolutiva tem sido conceituar, definir e explicar os padrões encontrados em uma comunidade O presente estudo visa investigar as relações entre espécies e recursos, no intuito de estabelecer em que grau esta relação pode contribuir para os padrões de abundância identificados para os drosofilídeos na região Amazônica. Ele aborda 4 enfoques básicos 1. Estudo da composição e estrutura da comunidade de todos os insetos associados ao fruto de Parahancomia amapa (Apocynaceae) dispersos sobre o solo, estudados em três anos de observação. 2.A composição, estrutura e distribuição de abundância das espécies componentes da guilda de drosofilídeos associada ao fruto. 3.As relações entre as drosófilas e seus recursos, considerando tanto o fruto como as leveduras associadas aos frutos e às moscas. 4. Uma avaliação preliminar das características de estratégia de vida das espécies de Drosophila mais abundantes nesta comunidade. A metodologia básica é a coleta de frutos e acompanhamento em laboratório das emergências dos insetos. Alguns experimentos de campos são desenhados para responder a questões específicas sobre forma do uso dos recursos pelas espécies. Experimentos de laboratório são utilizados nos estudos de estratégia de vida (análise da fecundidade, tempo de desenvolvimento e longevidade de adultos). Os resultados indicam uma riqueza específica alta para esta comunidade, porém a estrutura é marcada por uma baixa equitabilidade entre seus componentes. Drosophila é o grupo predominante entre os insetos. Nas drosófilas constatou-se alteração gradual de dominância, com a ascendência de D. malerkotliana ao longo do período, em detrimento do grupo dominante, composto pelas espécies crípticas do subgrupo willistoni, e das demais espécies que foram tomandose mais raras, aumentando a discrepância entre suas abundâncias. D. malerkotliana estáprincipalmente associada aos frutos em início de fermentação sendo, predominantemente, atraída aos frutos pelo menos um dia antes das demais espécies, apresentando efeito de prioridade. Possui alta concentração de apenas uma espécie de levedura, conhecidamente r estrategista que é Kloeckera apiculata enquanto que as demais espécies apresentam maior diversificação no uso de leveduras e utilizam frutos em fases de decomposição um pouco mais tardias. A distribuição de todas as drosófilas foi afetada pelo peso dos frutos, tendendo a maior concentração de moscas nos frutos mais pesados e à exclusão total nos frutos muito abaixo do peso médio. As estratégias de vida apontam para D. malerkotliana e as espécies do subgrupo willistoni como sendo espécies rápidas. D. sturtevanti mostra ser uma espécie lenta. Esta espécie destaca-se também das demais quanto ao padrão de oviposição, tempo de desenvolvimento e longevidade. O crescente sucesso de D. malerkotliana observado nestes três anos de estudo, tem correspondência com a recente expansão da espécie na região Amazônica e na região Neotropical como um todo. Os primeiros registros da espécie na região data dos anos 70 e hoje a espécie já se encontra entre as dominantes do grupo. Avaliações deste e de outros trabalhos apontam para uma combinação entre as características da espécie (estratégias reprodutivas e efeito de prioridade) e modificações ocorridas à nível de habitat, favorecendo a sua expansão e queda na diversidade da guilda. Estas constatações, indicam portanto para a possibilidade da utilização dos drosofilídeos como bioindicadores de alterações ambientais ocorridas em espaços de tempo relativamente curtos

Abstract: For those interested in studying evolutionary ecology, one of the main challenges has been to conceive, define and explain the patterns discovered in a community. This paper investigates the relations between species and resources under natural condition in the field, to establish at which levei these relations can contribute to abundance patterns identified for Amazonian drosophilids that feed on. The study is divided in four parts: 1. The study of composition and structure of ali the insects associated with the Parahancomia amapa (Apocynaceae) fruit, studied during three years. 2. Composition, structure and distribution of species' abundance composing the drosophilid, guilds associated with the fruit. 3. The relations among drosophilids and their resources, considering the fruits and the yeast associated with the fruits and the flies. 4. A preliminary evaluation of those characteristics of the life strategies of the most abundant Drosophila species in this community. The basic methodology involve collecting the fruits and observation of the emergence of insects. Field experiments were designed to answer specific questions about the utilisation of resources by these species. Laboratory experiments were used in life strategy studies (fecundity analysis, development time and adult longevity). The results showed a high species richness for this community, but the community structure was marked by a low equitability among its components. Drosophila was the predominant group among the insects. A gradual dominance alteration was detected in the Drosophila group, with D. malerkotliana becoming progressively more abundant all along the period, affecting the dominant group, composed by the subgroup willistoni sibling species, and by these other species becoming rare, increasing the discrepancy among their abundances. D. malerkotliana was mainly associated with the fruits at the beginning of fermentation and presented a high concimtration of only one yeast species, Kloeckera apiculata, a well known r strategist. Drosophila malerkotliana was consistently the first species to occupy the fruits on day before the others, showing a priority effect. The other Drosophila species presented a broader diversification in using yeasts and they used fruits in later decomposition stages. Ali Drosophila distribution was affected by the weight of the fruits, pointing to a higher concentration of flies on heavier fruits and to a total exclusion in those fruits below the median weight. Life strategies indicated D. malerkotliana and the subgroup species willistoni as being fast species and D. sturtevanti appeared to be a slow species. D. sturtevanti stood out in relation to oviposition patterns, development period and longevity. The increasing success of D. malerkotliana observed during these three years of studies corresponded with the recent expansion of the specie in the Amazon region and in the Neotropical region as a whole. The first records of the specie in the Neotropical region are dated from 70's and today the specie is already among the dominant ones in the group. This and other studies indicate a combination between the species characteristics and modifications occurred in their habitat, favouring their expansion and the decrease in their guild diversity. This also indicates the possibility of the using of drosophilids as bioindicators of environmental alterations occurring during relatively short periods
Subject: Drosophila
Comunidades animais
Florestas - Conservação
Inseto
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: MARTINS, Marlucia. Drosofilas e outros insetos associados a frutos de Parahancomia amapa dispersos sobre o solo da floresta. 1996. 203f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/316062>. Acesso em: 19 out. 2018.
Date Issue: 1996
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Martins_Marlucia_D.pdf10.21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.