Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/316028
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Organização e estrutura das comunidades vegetais de cerrado em um gradiente topografico no Brasil central
Author: Henriques, Raimundo Paulo Barros
Advisor: Hay, John DuVall
Abstract: Resumo: Várias evidências sugerem que a variação fisionômica nos cerrados pode ser determinada e mantida pela ação do fogo. O objetivo desta tese foi, determinar e descrever o desenvolvimento das comunidades vegetais de cerrado, após 19 anos de proteção contra o fogo. A hipótese deste estudo é de que o cerrado protegido do fogo, converge para uma vegetação com maior densidade e cobertura independente do tipo de habitat. Foram realizadas amostragem da composição e abundância de espécies, em três parcelas ao longo de um gradiente topográfico.Os resultados mostraram que aumentaram ao longo do gradiente: número de famílias; número de gêneros; número de espécies, número de caules e número de indivíduos. Análise de gradiente direto revelou que existem diferenças nos padrões de distribuição das espécies, mas foi possível reconhecer a presença de 2 grupos ecológicos de espécies, que apresentavam comportamentos semelhantes em cada grupo. Os resultados da ordenação por Análise de Correspondência ('DCA') mostrou, que independente das diferenças de habitat, algumas amostras de cada um dos habitat apresentavam alta similaridade indicando convergência. A comunidade de convergência é caracterizada por maior área basal, riqueza de espécies e número de espécies zoocóricas. É também característica nessa comunidade a presença de "moitas" formada de arbustos/árvores. A ordenação pela técnica das Médias Recíprocas ('RA'), mostrou que as moitas produzem sensíveis variações na composição e abundância de espécies. As mudanças sucessionais na composição da vegetação depois de 19 anos de proteção contra o fogo, foram estudadas usando 'DCA' para ordenar as comunidades do período de queimadas e depois de protegido. A recomposição e resiliência das comunidades ao longo do gradiente, foi medida usando a Distância Euclidiana entre o período do fogo e depois de protegidos, no espaço de ordenação. A resiliência variou ao longo do gradiente, sendo maior nas comunidades com menor riqueza de espécies, nos solos secos das partes elevadas do gradiente e maior naquelas com menor riqueza de espécies nos solos úmidos, da parte baixa do gradiente. Os resultados também indicam que a estabilidade das comunidades de cerrado está relacionada com a presença de reprodução vegetativa nas espécies. Outro estudo determinou a importância da reprodução vegetativa nas comunidades de cerrado. Os resultados mostraram que ela ocorre na maioria das espécies (59%) e que aproximadamente metade destas espécies (51 %) apresentom caules do mesmo indivíduo a <0,1 m de distância e as restantes (49%) apresentaram caules afastados entre 0,1 - 1,4 m, em média. Algumas espécies apresentaram caules afastados variando de 1, O m (Pouteria torta) e 2,5 m (Pterodon pubescens ). O número de caules vegetativos aumentou ao longo do gradiente da parte úmida para a seca, ao nível da comunidade e população. Outros resultados indicam que as espécies raras e ocasionais, apresentam maior número de caules por indivíduo, em média do que as espécies comuns. Em conclusão os resultados mostram que (1) as áreas de cerrado protegidas da ação do fogo se desenvolvem e convergem para uma comunidade com maior biomassa e riqueza de espécies; (2) a presença de moitas na vegetação de cerrado pode ter um papel relevante no desenvolvimento da vegetação (3) e que a reprodução vegetativa pode ter papel fundamental na estrutura e desenvolvimento das comunidades de cerrado

Abstract: Several lines of evidence suggest that the variation in Cerrado physiognomy is determined and maintained by fire. The objective of this study was to determine and describe pattems indicating that after 19 yr of fire protection, the Cerrado vegetation developed to a high density and cover mature vegetation. The hypothesis of this study was that protected Cerrado converges to a mature vegetation irrespective of habitat. Wood plant especies composition and abundance were sampled in three plots across slope. Across the slop the number of plant family, number of genus, number of individuals, number of stems, basal area, increased. Direct gradient analysis indicated different distributional patterns for species, but two ecological groups of species with similar abundance behavior could be recognized. Results of Detrend Correspondence Analysis (DCA) showed that despite different localization, stands have high similarity in ordination space, suggesting convergent development. The convergent community was characterized by high basal area, species richness and number of zoochoric species, The presence of shrub/tree clusters was also characteristic of this community. Reciprocal Averaging ordination showed that these cluster produced a strong shift in the species composition and abundance spatially. The vegetation changes after 19 yr of fire protection were studied using DCA among disturbed (burned) and protected communities across the slope. Euclidean Distance between disturbed and post disturbed samples in ordination space was used to compare community, recovery or resilience. Ordination through time for plant communities revealed convergence of successional pathways at different sites on the slope. Resilience varied among plant communities, but was lowest for the rich upslope community on dry soils, and highest for less diverse dowslope community on wetter soils. Another study determined the relative importance of vegetative reproduction in Cerrado communities. The results showed that it occurred in 59% of plant species, irrespective of site. Half of these species (51%) had stems within 0,1 m distance, and remaining 49% with stems between 0,1-1,4 m on the average. Some species presented stem between 1,0 m(Pouteria torta) and 2,5 m (pterodon pubescens). The vegetative stems increased upslope in the communities and populations. Rare and occasional species presented more stems per individual, on the average, than did common species. These results indicate (1) The Cerrado communities when protected from fire developed and converge to a closed woodland irrespective of habitat, (2) the presence of clusters of tree/shrub could have a role in the community development, and (3) vegetative reproduction has a fundamental role in the structure, development and stability of this plant community
Subject: Cerrados
Comunidades vegetais
Planalto Central
Fogo e ecologia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1993
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Henriques_RaimundoPauloBarros_D.pdf5.74 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.