Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/316008
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Estrategias de captura de presas e analise de estrutura social de colonias de Anelosimus eximius (Theridiidae)
Author: Souza, Andrea Lucia Teixeira de
Advisor: Vasconcellos-Neto, João, 1952-
Abstract: Resumo: As aranhas sociais são caracterizadas pela cooperação entre os indivíduos na captura de presas, na manutenção da teia comunal e no cuidado parental. O forrageamento em grupo pode aumentar a disponibilidade de recurso alimentar, por permitir a captura de presas que são inacessíveis para aranhas solitárias. A aranha social Aneloximus eximus (Theridiidae) habita orlas e clareiras de florestas em regiões tropicais da América do Sul. As colônias variam de 1000 a 10000 indivíduos em uma única teia em forma de cesto. As aranhas dessas colônias conseguem capturar presas até 30 vezes maiores que o tamanho corporal de um indivíduo da colônia. Este estudo foi dividido em duas partes: a primeira descreve o comportamento de predação de A. eximius. Para isso, foram realizados experimentos de lançamento nas teias de dípteros, lepidópteros, himenópteros e ortópteros com diferentes tamanhos corporais. Em cada experimento foram registrados: o número de aranhas recrutadas para a manipulação, o número de aranhas participando ativamente da manipulação enredando e picando as presas, o tempo total para a imobilização da presa, o tempo antes da primeira picada, o número total de picadas e a parte do corpo da presa que as recebeu. Na segunda parte verificou-se a existência da divisão de trabalho no processo de captura de presas e sua influência no sucesso reprodutivo das colônias. Para isso, presas foram lançadas em teias e filmados os processos de subjugação para verificar os estadios participavam do processo de captura de presas. Posteriormente as colônias foram coletadas, sendo contados o número de indivíduos de cada estadio e o número de indivíduos por ovissaco. Foram também medidos e comparados o tamanho do cefalotórax de fêmeas fecundadas entre não-fecundadas. Os resultados mostraram que Anelosimus eximius discrimina presas de diferentes tamanhos e categorias taxonômicas. A probabilidade de fuga da teia e o risco de danos às aranhas durante o processo de captura de presas, são os principais fatores que diferencia o comportamento de subjugação entre os diferentes tipos de presas. A estrutura etária das colônias de A. eximius compõem-se de sete estadios e apenas os indivíduos subadultos e fêmeas adultas participam da subjugação de presas e reparo das colônias. A proporção desses indivíduos nas colônias correlacionou negativamente com a densidade de indivíduos nas teias, com o tamanho médio de fêmeas adultas e com o número de indivíduos por ovissaco. A. eximius provavelmente apresenta hierarquia de dominância e divisão de trabalho. Uma distribuição bimodal na estrutura etária de colônias grandes mostrou que alguns indivíduos podem completar a última muda mais cedo. Além disto, como as fêmeas fecundadas possuem maiores dimensões de cefalotórax em relação às não fecundadas é possível que fêmeas maiores tenham uma maior probabilidade de se reproduzirem

Abstract: Social spiders are characterized by cooperation among individuals on prey capture, communal web maintenance and parental care. Group foraging may lead to a greater availability of food resources, allowing capture of prey unaccessible for solitary spiders. The social spider Aneloximus eximius (Theridiidae) inhabits tropical areas in South America, in forest borders and gaps. There may be groups consisting of 1.000 up to 10.000 individuals inhabiting a unique web, that has a sheet shape. These spiders can capture prey 30 times larger than their own size, within a very diversified diet. This study was divided in two distinct parts. In the first part, predation behaviour of these spiders was described. Several experiments were made, where different types of prey belonging to 4 orders were thrown in the webs: Diptera (flies), Lepidoptera (moths), Hymenoptera (wasps) and Ortoptera (grasshoppers). For each kind of prey a gradient of body sizes was used. In each experiment the following responses were recorded: number of spiders recruited to prey manipulation, number of spiders taking part actively in manipulation processes (wrapping and biting the prey), time before the firstbite, prey immobilisation total time, total number of bites and part of prey body that was bitten. The purpose of the second part was to verify the existence of labor division in prey capture processes and its influence in reproductive success of this species' colonies. To study this issue, several prey items were thrown in different sized webs, while the subjugation processes were filmed. Thus it was possible to detect which instars took part in prey capture activities. The colonies were collected, so that the number of individuals in each instar and the number of individuaIs produced per ovisac could be determined. Cephalothorax of fecundated and non-fecundated females were measured and compared. This study showed that Aneloximus eximius discriminates different kinds of prey in relation to taxon and body size. The probability that the prey escapes from the web and the risk of injury for the spiders during prey capture processes constitute the main factors that shape subjugation behaviour of these spiders for distinct types of prey. The age structure of this species' colonies is distributed along seven instars. The range of ages that take part in predation processes and web repair was restricted between the fifth and seventh instars, beyond adult females. These individuaIs' proportions was negatively correlated with the density in the webs, the mean size of adult femaIes the number of individuaIs per ovissac. A. eximius probably present a dominance hierarchy and division of labor. A bimodal distribution of the large colonies' age structure showed that some individuaIs may get to adult stage earlier. Moreover, as fecundated femaIes have larger cephaIotorax in relation to non-fecundated, larger femaIes may have a larger chance to reproduce
Subject: Aranha
Socialidade
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1995
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Souza_AndreaLuciaTeixeirade_M.pdf4.4 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.