Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315967
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Composição e estrutura da comunidade de peixes recifais em relação a quatro variáveis ambientais no Parque Estadual Marinho da Laje de Santos, Estado de São Paulo
Title Alternative: Composition and structure of reef fish community structure in relation to four environmental variables in the Marine State Park of slab Santos, Sao Paulo State
Author: Luiz Junior, Osmar José
Advisor: Sazima, Ivan, 1942-
Abstract: Resumo: O Parque Estadual Marinho da Laje de Santos localiza-se na costa sudeste do Brasil a 36 km da cidade de Santos, Estado de São Paulo. O Parque consiste uma pequena ilha (Laje de Santos) com vários parcéis rochosos submersos. O substrato é composto por rochas graníticas cobertas por algas e várias espécies de invertebrados. Desde 1993, foi declarada como área de proteção marinha e desde então o local é de particular interesse, pois é a única área totalmente fechada para a pesca na região mais povoada e desenvolvida do país. Uma lista com 196 espécies de peixes recifais registradas é apresentada para o Parque Estadual Marinho da Laje de Santos. A maioria das espécies tem ocorrência comum a todo o Atlântico Ocidental tropical ou ocorre nos dois lados do Oceano Atlântico. Uma parte menor das espécies tem distribuição em comum com os recifes rochosos temperados da Patagônia ou é endêmica ao Sudeste do Brasil. Moringua edwardsi, Antennarius multiocellatus, Scorpaena dispar, Aulostomus strigosus, Lutjanus buccanella, Mulloidichthys martinicus and Halichoeres penrosei tem aqui seu limite merional de distribuição estendido ao Estado de São Paulo. Há uma clara diferença na contribuição dos fatores abióticos para a estruturação da comunidade de peixes recifais. A profundidade foi o fator que mais influenciou a riqueza de espécies e abundância de indivíduos, apresentação uma clara distinção ambiental entre raso e fundo, com um decréscimo da riqueza e abundância conforme o aumento da profundidade. A complexidade do habitat também foi um fator de influência na comunidade, sendo a riqueza e abundância correlacionada com maior complexidade. Entretanto, esta relação só foi significativa na menor profundidade avaliada. A exposição às ondas não se correlacionou com nenhum dos descritores da comunidade utilizados neste estudo. Aparentemente os efeitos do hidrodinamismo em recifes rochosos se manifesta em escalas espaciais maiores entre a costa e ilhas com diferentes distâncias da costa. Espécies de diferentes categorias tróficas não respondem da mesma maneira a estes fatores. Herbívoros vagueadores são afetados pela profundidade, herbívoros territoriais pela complexidade e pela exposição a ondas, enquanto que planctívoros são afetados pela complexidade do habitat e em menor extensão pela profundidade. Análises de espécies filogeneticamente relacionadas sugerem que ocorre partição de nicho, aparentemente mediada pela capacidade de natação em resposta ao grande dinamismo que ocorre nas zonas rasas. A água fria oriunda de eventos de reesurgência foi um fator de redução da abundância e número de espécies capazes de extender sua distribuição batimétrica para as zonas mais fundas, desencadeando respostas comportamentais específicas em algumas espécies como a formação de densos cardumes na camada superficial durante os eventos de ressurgência. Herbívoros vagueadores e onívoros foram os grupos tróficos que foram particularmente afetados pela intrusão de água fria. Em geral, espécies com alta capacidade de mobilidade evitam a camada de água fria abaixo da termoclina durante o verão e espécies de pequena capacidade de mobilidade ou extremamente territoriais não alteram sua abundância em resposta estes eventos

Abstract: The Laje de Santos State Marine Park is located on the southeastern coast of Brazil, 36 km off the city of Santos, São Paulo State. It consists of an uninhabited islet and several sparse rocky reefs with extensive sand bottoms in between. The subtidal substrate is composed of granitic boulders of varying sizes and shapes. The rocky substrate is mainly covered with patches of algae and several species of sessile invertebrates. Since 1993 the Laje de Santos Island was declared a protected area. The area is of particular interest as this is the only Marine Protected Area totally closed to fishing in the most populated and developed region of Brazil. A check-list containing 196 species of reef fishes recorded at the Laje de Santos Marine State Park is presented. Most of them occur along the tropical western Atlantic or occur on both sides of the Atlantic Ocean. A minor part ranges to the temperate rocky reefs of Patagonia or are endemics to southeastern Brazil. Moringua edwardsi, Antennarius multiocellatus, Scorpaena dispar, Aulostomus strigosus, Lutjanus buccanella, Mulloidichthys martinicus and Halichoeres penrosei have here their ranges extended southward to the São Paulo coast. There is a clear difference among the contributions of each abiotic factors analyzed in the reef fish community structure. Depth was the most influent factor on species richness and abundance, presenting a clear distinction between shallow and deep zones with a decrease of both factors with depth increase. Habitat complexity also had an influence in the community, being species richness and abundance correlated with higher complexity. However, this relationship was significant on the shallower evaluated depth only. Exposition to wave surge does not correlate with any of the community descriptors used in this study. Apparently, hydrodynamics effects on rocky reefs manifest only at larger spatial scales like between the shore and islands. Species on different trophic categories do not respond the same way to these factors. Vagrant herbivores are affected by depth; territorial herbivores by habitat complexity and marginally by exposition, and planktivorous are affected mostly by habitat complexity and in less extension by depth. Analyses of phylogenetically related species suggest that niche partitioning occur, apparently mediated by swimming capacity in response to higher hydrodynamic forces occurring in shallow water. Cold water derived from upwelling events was a further factor reducing species richness and abundance, triggering specific behavioral responses in some species such as the formation of tight packed schools in the surface layer during upwelling. Vagrant herbivores and omnivores were the trophic groups most affected by upwelling. In general, species with high mobility capacity avoid the cold-water layer below the thermocline during summer and species with limited mobility capacity do not change their abundance is response to these events
Subject: Costões rochosos
Comunidades animais
Ressurgência (Oceanografia)
Habitat (Ecologia)
Peixe - Ecologia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: LUIZ JUNIOR, Osmar José. Composição e estrutura da comunidade de peixes recifais em relação a quatro variáveis ambientais no Parque Estadual Marinho da Laje de Santos, Estado de São Paulo. 2009. 152 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/315967>. Acesso em: 18 ago. 2018.
Date Issue: 2009
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
LuizJunior_OsmarJose_M.pdf5.32 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.