Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315933
Type: TESE DIGITAL
Title: Técnicas de restauração de fisionomias campestres do cerrado e fatores ecológicos atuantes
Title Alternative: Restoration techniques for cerrado grasslands and ecological factors involved
Author: Pilon, Natashi Aparecida Lima, 1990-
Advisor: Durigan, Giselda
Abstract: Resumo: As fisionomias campestres do Cerrado têm tido suas áreas de ocorrência reduzidas por fatores diversos, que incluem a conversão para a produção agropecuária, invasões biológicas e até mesmo o adensamento decorrente da supressão do fogo. Ações para garantir a conservação da diversidade que vem sendo perdida devem compreender o fim da conversão, a viabilização de práticas de manejo e o desenvolvimento de técnicas de restauração das fisionomias campestres. Para contribuir no âmbito dos desafios relativos à restauração, neste estudo avaliamos o sucesso de diferentes técnicas de restauração ecológica para fisionomias campestres do Cerrado ¿ campo cerrado e vereda, bem como a resiliência dos ecossistemas naturais que foram utilizados como fonte de propágulos. O estudo foi realizado na Estação Ecológica de Santa Bárbara - EEcSB, onde coletamos material nas áreas em que os ecossistemas se encontram intactos, para a restauração de áreas em que a vegetação nativa foi totalmente suprimida pela invasão por Pinus elliottii, não existindo potencial de regeneração natural. No campo cerrado aplicamos cinco tratamentos de restauração: 1- remoção da camada de acículas remanescentes da invasão; 2 - semeadura direta; 3- transferência de topsoil; 4- transferência de topsoil + semeadura direta; 5- transplante de material vegetal, que foram comparados com parcelas controle, sem nenhuma intervenção. Na vereda aplicamos três tratamentos de restauração: 1- remoção da camada de acículas remanescentes da invasão; 2- semeadura direta; 3- transferência de material vegetal, que foram comparados ao controle. Para avaliar a resiliência das áreas fonte de propágulos, a retirada do material foi feita em três diferentes tamanhos de clareiras, em cada uma das fisionomias. Dentre as técnicas de restauração testadas para o campo cerrado, a transferência de topsoil e o transplante de material vegetal foram as técnicas mais bem sucedidas. Para a vereda, todos os tratamentos aplicados foram efetivos, sendo que a simples remoção da camada de acículas já foi suficiente para permitir o estabelecimento de uma comunidade estruturalmente similar ao ecossistema de referência. O transplante de material vegetal foi o melhor tratamento em termos de recuperação das espécies endêmicas, densidade e cobertura vegetal em ambas as fisionomias. As áreas fonte de propágulos apresentaram alta resiliência frente ao distúrbio decorrente da extração do material (plantas inteiras e topsoil), ultrapassando os valores de riqueza da comunidade pré-distúrbio em menos de um ano. Portanto, foi possível restaurar o campo cerrado e a vereda utilizando áreas naturais como fonte propágulos sem degradá-las

Abstract: The extension of areas occupied by grasslands in the Cerrado have been dramatically reduced by different factors which include land conversion for agricultural production, biological invasions and even the increase in woody biomass resulting from fire suppression. Actions to ensure the conservation of these ecosystems must include stopping land conversion, enabling sustainable management practices and developing restoration techniques for grassland physiognomies. Aiming at to contribute to the challenges of restoration, in this study we assessed the success of different ecological restoration techniques to be applied to dry and wet Cerrado grasslands, as well as the resilience of natural ecosystems that were used as propagule sources. The study was conducted at Santa Bárbara Ecological Station, where material was collected from intact ecosystems to be used in the restoration of areas where the native vegetation has been totally suppressed by the invasive tree Pinus elliottii. After eradication of the invasive species, no potential for natural regeneration was observed. To restore the dry grassland we compared five restoration treatments: 1 - removing the needles remaining from of invasion; 2 - direct seeding; 3 - transfer of topsoil; 4 - topsoil transfer + direct seeding, 5 - transplant of plant material, and control plots. To restore the wet grassland, we used the treatments 1, 2 and 5, and control plots. To assess the resilience of the areas used as source of propagules in both physiognomies, the material (plants and top soil) was removed in plots of three different sizes. Among the restoration techniques tested for dry grassland, transfer of topsoil and transplant of plant material were the best treatments. For wet grassland restoration, all treatments were effective, and simply removing the needles layer was enough to allow the establishment of a plant community structurally similar to the reference ecosystem. Transplantation was the best treatment in terms of recovery of endemic species, density and vegetation cover for both physiognomies. Areas that were source of propagules showed high resilience after disturbance by removing the material (plants and topsoil), overtaking the richness of pre-disturbance community in less than one year. We concluded that it is possible to restore dry and wet grasslands using natural areas as source of propagules without degrading them
Subject: Resiliência (Ecologia)
Cerrados
Ecologia de restauração
Topsoil
Transplante (Plantas)
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IB - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Pilon_NatashiAparecidaLima_M.pdf4.76 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.