Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315924
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Efeito anti-helmíntico dos extratos etanólicos das folhas de diferentes espécies de árvores frutíferas sobre Strongyloides venezuelensis in vitro
Title Alternative: Anthelmintic of etanolic extracts from the leaves of different fruit trees species against Strongyloides venezuelensis in vitro
Author: Bastos, Letícia Aparecida Duart, 1980-
Advisor: Allegretti, Silmara Marques, 1963-
Abstract: Resumo: O Strongyloides stercoralis é uma das principais espécies de nematódeos com alta prevalência entre os humanos, com uma estimativa de 100 milhões de pessoas infectadas em todo mundo. Atualmente os fármacos de escolha para o tratamento desta doença são o tiabendazol, albendazol e ivermectina, porém comumente associados a casos de recidivas, baixa eficácia e a ocorrência de resistência e tolerância a fármacos. Diante da necessidade de medicamentos mais eficazes, menos tóxicos, as plantas medicinais são uma alternativa. Neste trabalho foi avaliado o efeito anti-helmíntico dos extratos etanólicos das folhas de 25 espécies de árvores frutíferas sobre fêmeas adultas parasitas de Strongyloides venezuelensis in vitro. As observações foram feitas em 3 concentrações diferentes por um período de 72 horas. A atividade anti-helmíntica foi observada em 68% dos extratos testados em pelo menos uma das concentrações testadas durante o período de observação, com exceção dos extratos etanólicos de Litchi chinensis, Aceima smeithii, Eugenia involucrata e Butia capitata, a fração orgânica de Pouteria caimito que não apresentaram atividade contra o parasita. Os extratos etanólicos que apresentaram maior eficácia foram Spondias lutea (Cajá) e Pouteria caimito (Caimito), com 100% de mortalidade em todas as concentrações testadas apresentando DL50 < 0,05 mg/mL. Estes extratos sofreram um processo de partição com 2 frações, aquosa e orgânica. O Spondias lutea mostrou eficiência anti-helmíntica nas 2 frações testadas enquanto que o Pouteria caimito apresentou atividade apenas com a fração aquosa. Para todos os extratos testados, foi considerado significativo (p < 0,0001) o efeito do tempo em relação à motilidade dos vermes, e o efeito do extrato e da concentração em relação ao tempo, assim como o efeito do extrato e da concentração na motilidade dos vermes

Abstract: Strongyloides stercoralis is one of the main nematode specie with high prevalence among humans, with a rating of 100 million infected people in the role world. Nowadays the chosen drugs for the treatment of this disease are the thiabendazole, albendazole and ivermectin, but generally associated with recurrence cases, low efficiency, resistance occurrence and drugs tolerance. Given the need for more efficient drugs, with less toxicity, the medicinal plants are the alternative. The present work were evaluated the antihelminthic effect from the ethanolic extracts from the leaves of 25 fruit trees species over adult parasite females of Strogyloides venezuelensis in vitro. Observations were made in 3 different concentrations during 72 hours. 68% from the tested extracts presented antihelminthic activity in at least one tested concentration during the observation period, with an exception of the ethanolic extracts of Litchi chinensis, Aceima smeithii, Eugenia involucrata, Butia capitata and an organic fraction of Pouteria caimito that did not showed any activity against the parasite. The ethanolic extracts which presented major efficiency were Spondias lutea (Cajá) and Pouteria caimito (Caimito), with a mortality of 100% in all tested doses and with DL50 < 0,05 mg/mL. These extracts suffered a partition process, obtaining 2 fractions, aqueous and organic. The Spondias lutea showed antihelminthic efficiency in two tested fractions while Pouteria caimito showed activity only with the aqueous fraction. For all the tested extracts, were considered significative (p < 0,0001) the effect from the time in relation to the worms motility, and the extract effect and dose in relation to the time, as well as the extract effect and the dose related to the worms motility
Subject: Strongyloides venezuelensis
Extratos vegetais
Árvores frutíferas
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: BASTOS, Letícia Aparecida Duart. Efeito anti-helmíntico dos extratos etanólicos das folhas de diferentes espécies de árvores frutíferas sobre Strongyloides venezuelensis in vitro. 2011. 89 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/315924>. Acesso em: 19 ago. 2018.
Date Issue: 2011
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Bastos_LeticiaAparecidaDuart_M.pdf1.81 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.