Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315901
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Estrutura espacial e variação temporal da chuva de sementes ornitocóricas em uma floresta ombrófila densa de terras baixas
Title Alternative: Spatial structure and temporal variability of the ornitochorous seed rain in a lowland atlantic rainforest
Author: Suarez, Marisol Rios, 1987-
Advisor: Santos, Flavio Antonio Maës dos, 1958-
Abstract: Resumo: Nas florestas tropicais, cerca de 90% dos frutos produzidos são consumidos principalmente por aves, consideradas o principal agente dispersor nos trópicos. Portanto, aves exercem uma grande influência na dinâmica e estrutura das populações vegetais. A manutenção das comunidades de aves frugívoras depende da disponibilidade de recursos, que pode ser avaliada através da chuva de sementes. A chuva de sementes constitui a comunidade de diásporos (i.e unidades funcionais de dispersão, como sementes e frutos) que são liberados no ambiente. Além disso, permite conhecer a quantidade e identidade dos frutos que são produzidos e utilizados como recurso alimentar por animais frugívoros. Dessa forma, é possível acompanhar a sazonalidade e disponibilidade de recursos nas florestas. A produção de frutos pode ser afetada por fatores climáticos, como a precipitação, e ocasionar uma variação na chuva de sementes e também na disponibilidade de alimento. Dado que a forma como as aves distribuem as sementes nas florestas parece ser não indiscriminada, a distribuição das sementes dispersas também pode ser avaliada por meio da chuva de sementes. A identificação de locais com alta deposição de sementes permite evidenciar não só a preferência de habitat que podem apresentar os animais frugívoros, mais também avaliar o potencial de regeneração das florestas e predizer possíveis "hotspots" de recrutamento de novos indivíduos para as populações. O objetivo deste estudo foi avaliar a estrutura espacial e temporal da chuva de sementes ornitocóricas dispersas por aves e aquelas que caem da planta parental em duas áreas de Floresta Ombrófila Densa de Terras Baixas no sudeste do Brasil. Foi utilizada a chuva de sementes coletada por Martins (2011) durante dois anos em duas parcelas de 1 ha instaladas na Floresta Ombrófila Densa de Terras Baixas (50m - 100m) no Parque Estadual da Serra do Mar. Em 2013 foram separados e quantificados todos os diásporos ornitocóricos (consumidos e não consumidos) em cada coletor. Caracterizamos a chuva de sementes ornitocóricas descrevendo variações temporais na abundância de sementes, composição e riqueza de espécies. Por último, utilizamos técnicas de análise espacial para avaliar o padrão de distribuição da chuva de sementes. Os padrões de sazonalidade e variação temporal na chuva de sementes foram similares entre as duas parcelas. O número de sementes em cada parcela foi maior no período úmido e a riqueza de espécies não apresentou sazonalidade ao longo do tempo. Porém a composição de espécies na chuva de sementes foi diferente entre as parcelas. Houve diferenças no padrão de distribuição das sementes ornitocóricas entre as duas parcelas e ao longo do tempo. Assim, a chuva de sementes foi majoritariamente agregada e os locais de chegada das sementes não foram consistentes no tempo. Este estudo mostra que a disponibilidade de alimento para as aves frugívoras é constante o ano todo, devido à presença de espécies importantes que frutificam na época seca tornando-se fundamentais para a manutenção das comunidades de aves. Nossos resultados também mostram que o padrão de distribuição das sementes ornitocóricas é dependente de contexto e varia entre áreas e também ao longo do tempo, o que tem importantes implicações na previsibilidade de "hotspots" para o recrutamento de novos indivíduos na comunidade

Abstract: In tropical forests, about 90% of fruits produced are mainly consumed by birds, considered the main dispersal agent in the tropics. Therefore, birds have a major influence on the dynamics and structure of plant populations. The maintenance of frugivores bird communities depends on the availability of resources, which can be assessed by seed rain. The seed rain is the diasporas community (i.e. functional dispersion units such as seeds and fruits) that is released into the environment. In addition, allows knowing the amount and identity of the fruits that are produced and used as a food resource for frugivores animals. Thus, it is possible to follow the seasonality and availability of resources in the forests. Fruit production can be affected by climatic factors such as rainfall, and cause a variation in seed rain and also in food availability. Due to the way that birds distribute the seeds in forests seems not indiscriminately. The distribution of the dispersed seeds can also be evaluated by their seed rain. Therefore, the identification of areas with high seed deposition allows highlight not only the habitat preferences by the frugivores animals, but also allow to assess the potential for regeneration of forests and predict potential "hotspots" of recruitment of new individuals to populations. The objective of this study was to evaluate the spatial and temporal structure of ornitocorics seed rain dispersed by birds and those that fall directly from the parent plant in two areas of the Lowlands Atlantic rain forest in southeastern Brazil. Was used the seed rain collected by Martins (2011) for two years in two plots of 1 ha installed in the Lowlands dense rain forest (50m - 100m) in the State Park of Serra do Mar. In 2013 were separated and quantified all ornitocorics diasporas (consumed and not consumed) in each seed-trap. We characterize the ornirocorcs seed rain describing temporal variations in the abundance of seeds, composition and species richness. Finally, spatial analysis techniques used to evaluate the distribution pattern of the rain seeds. Seasonality patterns and temporal variation in seed rain were similar between the two plots. The number of seeds in each plot was higher in the wet season and species richness did not show seasonality over time. However, the species composition of seed rain was different between plots. There were differences in the distribution pattern of seed rain between the two plots over time. Thus, the seed rain was mostly aggregated and seed deposition sites were not consistent in time. This study shows that the availability of food for frugivores birds is constant throughout the year, due to the presence of key species that fruit in the dry season making it essential for the maintenance of bird communities. Our results also show that the pattern of distribution of ornitocorics seed rain is context dependent and varies between areas, and also over time, which has important implications for the predictability of "hotspots" for the recruitment of new individuals in the community
Subject: Chuva de sementes
Sementes - Dispersão
Animais frugivoros
Análise espacial
Variação temporal
Editor: [s.n.]
Citation: SUAREZ, Marisol Rios. Estrutura espacial e variação temporal da chuva de sementes ornitocóricas em uma floresta ombrófila densa de terras baixas. 2015. 74 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/315901>. Acesso em: 27 ago. 2018.
Date Issue: 2015
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Suarez_MarisolRios_M.pdf1.88 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.