Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315886
Type: TESE
Title: Manejo florestal : impactos ecologicos de diferentes niveis de remoção e os impactos de sua sustentabilidade
Author: Jesus, Renato Moraes de
Advisor: Martins, Fernando Roberto, 1949-
Abstract: Resumo: Este estudo teve o objetivo de avaliar um experimento de manejo florestal instalado em 1980 na Reserva Natural da Yale do Rio Doce e monitorado durante o período de 20 anos. A floresta foi explorada de acordo com diferentes níveis de remoção de área basal, num total de nove tratamentos, incluindo-se a testemunha, na qual não houve interferência e o corte raso, com 100% de remoção de área basal. Não foram aplicados tratamentos de condução silvicultural, tais como refinamentos e liberações. Com a aplicação do corte raso obteve-se aproveitamento de apenas 27% de madeira para serraria, em relação ao volume _stimado por equação volumétrica, indicando um baixo aproveitamento devido principalmente aos decorrentes dos defeitos internos que raramente são computados. A colheita proporcionou um lucro líquido de U$269 e 627 lha, nos tratamentos menos intensivo (tratamento 2) e mais intensivo (tratamento 7), respectivamente. As taxas de incremento em diâmetro foram maiores nos primeiros anos após a aplicação dos tratamentos silviculturais, reduzindo à medida que ocorreu fechamento do dossel e sendo maior nos tratamentos mais intensivos. A taxa de incremento periódico médio anual variou de 2,22 mm/ano no tratamento 1 (sem interferência) a 3,07 mmlano no tratamento 6, no período de 20 anos. A estrutura fitossociológica da floresta, no que se refere às espécies de maior YC, pouco se alterou. Entretanto, algumas espécies pioneiras ou mesmo secundárias iniciais podem alcançar maiores posições de YC, devido aos estímulos luminosos proporcionados pelos níveis de remoção de área basal. A composição florística variou naturalmente e mais drasticamente conforme a intensidade do manejo. Processos de desaparecimento de espécies dentro das parcelas aconteceram naturalmente no tratamento 1 (sem interferência) e nos tratamentos interferidos (tratamentos 2 a 9), mas algumas espécies afetadas pela extração ainda não foram reamostradas com dap maior ou igual a 10 cm. A restauração da diversidade foi rápida, considerando-se o índice de Shannon, mas a riqueza se restaurou um pouco mais lentamente nos tratamentos mais intensivos. A restauração da densidade de indivíduos ocorreu rapidamente e a da área basal mostra-se muito lenta. A estrutura diamétrica foi um bom indicador de restauração geral da estrutura da floresta, mostrando que boa parte desta se concentrou nas primeiras classes diamétricas, enquanto que nas classes maiores, tanto a reposição da densidade, como da área basal foi muito lenta. Verificou-se um aumento altamente significativo na concentração dos nutrientes do solo (P, Ca+MG, K) após a exploração, com exceção do alumínio (AI), que diminuiu. Todos os tratamentos apresentaram aumento e o resultado estatístico mostrou houve significância da interação Tempo X Tratamento. A conservação dos recursos florestais e manejo florestal não são incompatíveis, mas se os impactos da extração forem altos, como em todos os tratamentos, com exceção do 2 neste trabalho, então o processo de restauração da floresta toma-se muito lento, para colheitas sustentáveis de madeira em ciclos de 30 ou 40 anos. Além do que, não havendo condução de espécies desejáveis, o volume da floresta aos 20 anos abrange, em boa parte, madeiras de menor valor econômico

Abstract: The objective ofthis study was to evaluate an experiment offorest management established in 1980 at the Reserva Natural da Vale do Rio Doce, and monitored during a period of 20 years. The forest was exploited according to various levels of basal area remotion, totaling 9 treatments, including the control, in which no interference was made and the clearcut, with 100% of basal area remotion. Silvicultural treatments such as thinning and releasing were not applied. With the clearcut, only a utilization of 27% of timber for sawmills was obtained, in relation to the estimated volume by volumetric equation, which indicates a low yield mainly due to internal defects that rarely are accounted for. The harvest gave a net profit of U$269 to 627 lha, in the less intensive treatment (treatment 2) and more intensive (treatment 7), respectively. The increment rates in diameter were greater in the first years after the silvicultural treatments were done, and decreased with the closing of the canopy and were greater in the more intensive treatments. The rate of annual periodic mean increment varied from 2.22 mm/year in the treatment 1 (without interference), to 3.07 mm/year in the treatment 7, during a period of 20 years. The phytosociologic structure of the forest, in relation to the species with greater VC, showed only a slight alteration. However, some pioneer species or even initial secondary ones can reach greater positions ofVC due to the light stimulus provided by the basal area remotion levels. The floristic composition varied naturally and more severely according to the intensity of the management. Processes of species disappearances within the plots occurred naturally in the treatment 1 (without interference) and in the treatments where interferences were made (treatments 2 to 9), but some ofthe species which were affected by harvest were not yet sampled with DBH greater of equal to 10 em. The diversity restoration was fast, considering the Shannon index, but the richness was restored a bit slower in the more intensive treatments. The restoration of density of individuaIs occurred rapidly but the basal area increase showed to be very slow. The diametric structure was a good indicator of the general restoration of the forest structure, showing that a great part of this was concentrated in the first diametric classes, while in the greater classes both the density reposition and the basal area increase were very slow. A light significant increase in the concentration of soil nutrients (P, Ca + Mg, K) was found after the harvest, except for Aluminum (AI) which decreased. AlI the treatments presented on increase and the statistic result showed that the interaction Time x Treatment is significant. The conservation of forest resources and forest management are not incompatible but if the impacts of the harvest are high, as occurred in alI treatments except in treatment 2, in this work, then the forest restoration process becomes very slow for wood sustainable harvests in cyc1es of 30 or 40 years. Besides, if desirable species are not favored, the volume of the forest at the end of 20 years wilI, in its greater part, inc1ude woods with lower economic value
Subject: Ecologia florestal
Florestas - Crescimento
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2001
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Jesus_RenatoMoraesde_D.pdf22.04 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.