Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315877
Type: TESE
Title: A vegetação de um campo de Monchões microrrelevos associados a cupins na região de Cuiaba (MT)
Author: Oliveira Filho, Ary Teixeira de
Advisor: Martins, Fernando Roberto, 1949-
Abstract: Resumo: Os campos de monchões são paisagens comuns em planícies alagáveis do Brasil central. São constituídos de um campo brejoso estacional em cuja superfície plana destacam-se os monchões, microrrelevos de forma convexa sobre os quais apresentam-se, normalmente, cupinzeiros e vegetação lenhosa de cerrado. Foi estudado no município de Cuiabá, Mato Grosso, um pequeno campo de monchões situado em uma depressão inundável, cercada, por todos os lados, de elevações pedregosas e cobertas por cerrado. A área foi mapeada, foram coletadas e analisadas amostras de solo, os monchões e seus cupinzeiros foram medidos e a vegetação de cerrado foi inventariada nos monchões e nas elevações circunvizinhas. Outros três inventários de cerrados regionais serviram de subsídio para comparações. O campo, com 5,065 hectares de área apresentou 6,44% de sua superfície coberta por 525 monchões cujas dimensões variam entre 0,2 e 22,0 m de diâmetro e 0,1 e 1,1 m de altura. A distribuição dos monchões no campo mostrou-se fortemente agrupada, entre os monchões pequenos e numerosos, e regular, entre os monchões maiores e menos numerosos. Os solos dos monchões mostraram maior afinidade com os solos dos cupinzeiros, tanto dos monchões como do cerrado vizinho, apresentando textura mais fina e teor de bases trocáveis mais elevado, se comparados aos solos de campo alagável e do cerrado circundante. Entre os monchões menores, a espécie de cupim encontrada, Armitermes euamignathus, constrói seus pequenos ninhos diretamente sobre a superfície do campo, constituindo os monchões em si. Nos monchões maiores, grandes ninhos são construídos sobre os montes de terra por cupins do gênero Cornitermes... Observação: O resumo, na íntegra, poderá ser visualizado no texto completo da tese digital

Abstract: ¿Campos de monchões¿ are common landscapes in seasonally flooded plains of Central Brazil. They are seasonal marshes on whose flat surfaces many convex earthmounds, which are called ¿monchões¿ are scattered. The earthmounds are covered by woody ¿cerrado¿ (savanna type) vegetation, while the surrounding marshes (the ¿campo¿) are covered by a grassy vegetation. On the top of the earthmounds, there are massive termite nests raised above the flood level. A five hectare ¿campo de monchões¿ was surveyed in Cuiabá, in the state of Mato Grosso, Brazil, in a seasonally flooded depression surrounded by rock crests which are covered by ¿cerrado¿ their termite nests were measured. Soil samples were collected and analysed in the laboratory. The ¿cerrado¿ vegetation was surveyed in the earthmounds as well as in the bordering crests. Three other regional ¿cerrados¿ were surveyed to supplly a referential base for comparisons. The 525 earthmounds were responsible for 6,44% of the ¿campo¿ area and their dimensions ranged from 0,2 o 22,0 m in diameter and from 0,1 to 1,1 un height. The smaller earthmounds distribution in the ¿campo¿ was strongly aggregated while the larger ones showed a strong affinity, in physical and chemical properties, with termite nest soils, which presented a finer texture and a higher amount of exchangeable ¿cerrado¿. The termite species found in the smallest earthmounds was Armitermes euamignathus, whose small nests are built directly over the ¿campo¿surface and are themselves the earthmounds. In the largest earthmounds, massive termite nests are bulit by Cornitermes spp., generally on the highest part of the mound¿ Note: The complete abstract is available with the full electronic digital thesis or dissertations
Subject: Vegetação - Cuiaba
Pragas - Controle - Cuiaba
Ecologia animal
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1988
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
OliveiraFilho_AryTeixeirade_D.pdf14.06 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.