Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315873
Type: TESE
Title: Arvores, arbustos e trepadeiras do cerradão do Jardim Botanico Municipal de Bauru, SP
Title Alternative: Trees, shrubs and climbers of the cerradão of the Bauru Botanical Garden, SP
Author: Weiser, Veridiana de Lara
Advisor: Martins, Fernando Roberto, 1949-
Abstract: Resumo: O Bioma Cerrado contém uma diversidade imensa de espécies, sendo grande parte delas endêmica. Devido à ameaça intensa e crescente sobre seus recursos naturais, o Cerrado é considerado atualmente como uma das áreas prioritárias para a conservação da diversidade biológica mundial. No workshop ¿Bases para conservação e uso sustentável das áreas de cerrado do estado de São Paulo¿ de 1995, foram consideradas áreas prioritárias para a conservação as que apresentavam maior pressão antrópica, como a região de Bauru, onde os remanescentes de cerrado estão sob maior ameaça, porque eles estão muito próximos da mancha urbana, que está crescendo em direção às áreas de vegetação de Cerrado. Bauru está localizada no centro-oeste do estado de São Paulo, e a vegetação predominante é o cerradão, cuja flora é muito pouco conhecida, especialmente as trepadeiras. A maioria dos estudos florísticos realizados no estado de São Paulo simplesmente negligenciaram as trepadeiras. Nosso objetivo foi documentar a diversidade alfa de uma área de cerradão, considerando tanto as espécies de arbustos, árvores e trepadeiras (riqueza) quanto a sua abundância (equabilidade). Estabelecemos 100 parcelas aleatórias de 10 x 10 m no cerradão do Jardim Botânico Municipal de Bauru, que possui área total de 321,71 hectares. Todos os arbustos, árvores e trepadeiras enraizados nessas parcelas foram amostrados e identificados. Encontramos 14.208 indivíduos de 192 espécies, 129 gêneros e 55 famílias, das quais 140 (73%) espécies eram de arbustos e árvores e 52 (27%) espécies eram de trepadeiras. Dos arbustos e árvores amostrados, 7.744 indivíduos não estavam infestados por trepadeiras, e os restantes 3.429 indivíduos apresentaram uma ou mais trepadeiras, caracterizando uma infestação de 30,7% dos arbustos e árvores na área e uma média de 1,34 trepadeiras por forófito. O Jardim Botânico Municipal de Bauru é uma importante área prioritária para a conservação porque representa um dos últimos fragmentos com área total superior a 200 hectares na região centro-oeste do estado de São Paulo, porque está sob alta pressão demográfica devido à proximidade com a mancha urbana e, principalmente, porque apresenta uma alta diversidade florística

Abstract: The Cerrado Biome contains an immense diversity of species, most of them being endemic. Due to the intense and increasing threats to its natural resources, the Cerrado is currently considered as a priority area for the world-wide biological diversity conservation. In the 1995 workshop ¿Conservation basis and the sustainable use of the cerrado areas of São Paulo State¿, the priority areas for conservation were considered those with greater anthropic pressure, such as the Bauru region, where the cerrado fragments are highly endangered because they are close to the city, which is growing towards the cerrado areas. Bauru is located at the middle-west of São Paulo State, and the predominant vegetation is the cerradão, with a poorly known flora, especially the climbers. Most floristic surveys carried out in São Paulo State have simply disregarded the climbers. We aimed to document the alfa-diversity of a cerradão area, considering both the species of shrubs, trees and climbers (richness) and their abundance (equitability). We set 100 random 10 x 10 m plots in the cerradão of the Bauru Botanical Garden, which has a total area of 321,71 hectares. We sampled and identified all shrubs, trees and climbers rooted in each plot. We found 14.208 individuals of 192 species in 129 genera and 55 families, of which 140 (73%) species of shrubs and trees and 52 (27%) species of climbers. Among the shrubs and trees sampled 7.744 individuals were not infested by climbers and the other 3.429 individuals had one or more climbers, thus yielding infestation of 30,7% of the shrubs and trees in the area and a mean of 1,34 climbers per phorophyte. The Bauru Botanical Garden is an important priority area for conservation because it represents one of the last fragments with total area larger than 200 hectares in the middle-west of São Paulo State, because it is under high demographic pressure due to its proximity with the city, and especially because it has a high floristic diversity
Subject: Trepadeira
Levantamento florístico
Comunidades vegetais
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2007
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Weiser_VeridianadeLara_D.pdf4.53 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.