Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315859
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Comunidades benticas de moluscos da zona entremares da região do Araça, São Sebastião, SP
Author: Belucio, Lucinice Ferreira
Advisor: Amaral, Eloisa Helena Morgado do, 1952-
Abstract: Resumo: Quantitative (0.25 m2) samples of macrofaunal (>0.5 mm) molluscs invertebrates were taken from intertidal sandy beaches in Araçá region (23°49'S e 45°24' W). São Sebastião Municipal District (São Paulo State, Brazil) in order lo assess physical disturbance effects, caused by engineering works, in the community structutre. At each station, an area covering 1/20 m2, 10 cm deep was sampled, air and sediment temperatures and interstitial salinity were also measured. Sediment samples for granulometrical calcarium and organic matter analysis were collected. An area covering 0,25 m2, 5 cm deep was taken at two stations, located in an Anonolocardia brasiliana bed. The research was based in the examination of spatial and temporal distributions and in the biological attributes of molluscan subcommunities, including trophic groups and niche characteristics related to substrate. The following variables were considered as responding for the community distribution variations: distribution along the beach (differences among sets of stations and transects): horizontal distribution in relation to water mark; species distributions in the sediment vertical layers and temporal changes (seasonal). After 17 months, 214 stations spread along five transects at different levels of the tidal zone were analyzed. Frequency, richness, species diversity, evenness, dominance and abundance ranking were the main biological parameters analyzed for community structure. Moreover, each species was classified, according to the litterature, in one of the following trophic groups types: Herbivorous, carnivorous, carnivorous/scavanger, suspensivorous and depositivorous/not obligate depositivorous. Great physical changes were verified in the area and a gradiente between two particular zones was characterized: The first, composed by transectos I, II e V and the second by transects III and IV. Transects I and V were dominated by fine sand with amounts of medium sand, while the transect IV was totally constituted by very fine sand. Moreover, transects I, II and V contained mainly poorly sorted grains. Transects III and IV, instead, contained well sorted and very well sorted grains, respectively. Low richness and individuals numbers were found in the area. But community structure, revealed by faunistic indexes, species rank curves and multivariate analysis were related to sedimente properties (grain size and sort, organic matter and silte + clay contents), distance from the water mark, salinity and disturbance of the area. Ecological niche differences among analysed species were found. Different locations along the transects, water mark distance, or even, temporal occurrences werc registered. Niche-substrate patterns showed dominance or subsurface forms over deeper forms, this fact was related to the intense presence of juveniles in the area. Epifaunal species appeared in higher numbers in sandy, shelly sediments with rocks present; suspension feeders dominated corser sediments and deposit feeders dominated depositional habitats. The molluscs subcommunity structurein Araçá was not conditioned by a seasonal pattern, but by a restructural pattern following disturbance effects. Organic matter was a key factor to the area populations, influencing recruitment and mortality. Community densities were low and species richness, comparared to other communities, was notably low. The malacological fauna was dominated by a combination of small opportunistic species, as Corbu!a caribaea, juveniles detritivorous tellinids species (Tellina versico!or, T. brasiliana and Macoma uruguayensis) and larger sized, long-lived, and high resistence species as Anomalocardia brasiliana. The following increase in species numbers was related to a rise in recruitment after harsh conditions were released.

Abstract: Amostras quantitativas da macrofauna (>0,5 mm) malacológica da zona entremarés de praias arenosas na região do Araçá (23°49'S e 45°24' W), Município de São Sebastião (São Paulo, Brasil), foram tomadas com o objetivo de avaliar a estrutura da comunidade após os efeitos de distúrbios físicos, causados por obras de engenharia na área. Em cada estação foi amostrada uma área de 1/20 m2 e 10 cm de profundidade, medidas as temperaturas do ar e sedimento e a salinidade da água intersticial. Foram, também, colhidas amostras do sedimento para análises de granulometria, do conteúdo de calcário e de matéria orgânica. Em duas estações, sobre um banco de Anomalocardia brasiliana, foram coletadas amostras de 0,25 m2 e 5 cm de profundidade. O estudo fundamentou-se em observações sobre a distribuição espacial e temporal e nos atributos biológicos da subcomunidade de moluscos, incluindo grupos tróficos e características nicho-substrato. Considerou-se que as seguintes variáveis poderiam afetar a distribuição da comunidade: distribuição ao longo da praia (diferenças entre as várias estações e transectos); distribuição horizontal em relação aos níveis de maré; distribuição das espécies nos estratos verticais do sedimento e diferenças temporais (sazonais). Ao final de 17 meses, um total de 214 estações distribuídas em 5 transectos foram analisadas. Para a avaliação da estrutura, os seguintes parâmetros biológicos foram pesquisados: freqüência, riqueza, diversidade, eqüitabilidade, dominância e ordem de abundância de espécies. Para a análise da estrutura trófica, cada espécie foi classificada a partir de seus hábitos alimentares, através de fontes bibliográficas, em uma das seguintes categorias: Herbívoro, Carnívoro, Carnívoro/Saprófago facultativo, Suspensívoro e Detritívoro/Detritívoro facultativo. Grandes alterações físicas foram constatadas na área, um gradiente entre duas regiões mais características ficou evidenciado: A primeira constituída pelos transectos I,II e V e a segunda pelos transectos III e IV. Nos transectos I e V houve predominância de areia fina com presença de areia média, enquanto que, no transecto IV ocorreu apenas areia muito fina. Além disso, nos transectos I, II e V houve predominância de sedimentos pobremente e moderadamente selecionados. Nos transectos III e IV, ao contrário, os sedimentos foram predominantemente muito bem e bem selecionados, respectivamente. Comparações entre estações revelaram números baixos de espécies e indivíduos. Entretanto, os padrões de estrutura de comunidades, expressos através de índices faunísticos, curvas de abundância de espécies ordenadas e análises multivariadas, estiveram correlacionadas com as propriedades do sedimento (tamanho e seleção do grão, matéria orgânica e conteúdo de silte + argila); com a distância da linha d'água, com a salinidade e com o grau de perturbação diferencial na área. Diferenças nos padrões de ocupação do nicho ecológico de algumas espécies foram estabelecidas, seja em relação a suas distribuições nos transectos, em relação à linha d'água, ou em relação a suas distribuições temporais. Os padrões nicho-substrato revelaram que o domínio de formas ocupando apenas a subsuperfície pode ser explicado pela alta concentração de formas jovens no Araçá. Os padrões de distribuição dos grupos tróficos estiveram, de modo geral, de acordo com os citados na literatura, que relatam a maior abundância de espécies da epifauna em sedimentos arenosos com presença de material conchífero e fragmentos de rochas; de suspensívoros em sedimentos mais grosseiros e detritívoros dominando ambientes deposicionais. A estrutura da comunidade de moluscos do Araçá não parece ter sido condicionada por um padrão sazonal inerente à comunidade, mas sim por um padrão de reorganização que se segue aos efeitos de um distúrbio. A abundância e o número de espécies, em comparação com outras comunidades, também notavelmente baixo. A fauna malacológica foi dominada por uma combinação de espécies oportunistas pequenas, tais como Corbula caribaea; de jovens de várias espécies de telinídeos, como Tellina versicolor, T. brasiliana e Macoma uruguayensis de hábitos detritívoros e de espécies maiores de vida longa e alta resistência, como Anomalocardia brasiliana. O posterior aumento do número de espécies esteve relacionado a um maior recrutamento, decorrente da diminuição das condições desfavoráveis
Subject: Molusco
Ecologia
Comunidades animais
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: BELUCIO, Lucinice Ferreira. Comunidades benticas de moluscos da zona entremares da região do Araça, São Sebastião, SP. 1995. 144f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/315859>. Acesso em: 21 jul. 2018.
Date Issue: 1995
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Belucio_LuciniceFerreira_M.pdf7.26 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.