Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315748
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Estrategias de pesca e utilização de animais por comunidades pesqueiras da Ilha Grande, RJ
Author: Seixas, Cristiana Simão, 1970-
Advisor: Begossi, Alpina, 1958-
Abstract: Resumo: A ecologia humana estuda as interações e adaptações do homem tanto ao meio biológico como ao meio sócio-econômico e cultural. Neste trabalho estudo o uso de animais terrestres e aquáticos, principalmente vertebrados, por duas comunidades de pescadores da Ilha Grande, RJ: Aventureiro e Provetá. O Aventureiro é uma comunidade bastante isolada, situada dentro da Reserva Biologica Estadual da Praia-do-Sul, onde predominam atividades de subsistência como a pesca e o cultivo de vegetais (roças). No Provetá, a pesca da sardinha é a principal atividade econômica. A existência de muitos barcos pesqueiros no Provetá, também utilizados como meio-de-transporte, possibilita uma maior proximidade sócio-econômica-cultural entre sua população e a cidade de Angra-dos-Reis do que aquela verificada entre o Aventureiro e Angra-dos-Reis. Em uma comparação entre a taxonomia popular e taxonomia científica dos peixes que possuem algum valor de uso (peixes mais comuns. capturados, mais consumidos, mais vendidos, mais apreciados e mais rejeitados), constatei: (1) uma baixa correspondência do tipo um -a- um entre etnoespécies e espécies científicas, e entre etnogêneros e espécies cientíticas, (2) a existência tanto de etnoespécies como de etnogênero politípicos (um nome popular para diversas espécies científicas), e (3) diversos sinônimos entre os nomes populares. Explicações tanto êmicas como éticas mostraram-se pertinentes nas análises das preferências e tabus alimentares de peixes e animais de caça em ambas as comunidades. Não constatei uma diferença significativa entre as duas comunidades quanto ao conhecimento que possuem sobre os animais utilizados para fins medicinais. Diversas estratégias de pesca foram observadas, apresentando variações quanto aos artefatos de pesca e meios-de-transporte utilizados. O modelo de forrageio ótimo a partir de um ponto central não explicou as estratégias de pesca utilizadas pela população de pescadores do Aventureiro. Conflitos ou defesa de territórios de pesca (pesqueiros) não foram observados no Aventureiro, provavelmente porque esta comunidade situa-se dentro de uma reserva biológica, o que pode garantir o uso "exclusivo" do recurso pesqueiros a sua população

Abstract: Human ecology deals with the interactions and adaptations of humans to the biological as well as to social-economic and cultural environment. In this study I analyze the use of acquatic and terrestrial animals,mainly vertebrates, in two fishing communities from Ilha Grande, Brazil: Aventureiro and Provetá. Aventureiro is a isolated community, located in the Reserva Biológica Estadual da Praia do Sul (a State protected area) and its inhabitants depend upon artisanal tishing and shifting cultivation for cash and subsistence. Sardine tishery is the main economic activity at Provetá. Once there are many fishing boats in Provetá, also used for transportation, there is a doser ocial-economic-cultural relationship between its inhabitants and of Angra-dos-Reis city, than between Aventureiro and Angra-dos-Reis. Comparing the folk and the scientifictaxonomy of locally important fishes (the most common, caught, consumed, sold, appreciated and avoided), I verified: (l) folk species and scientitic species as well as folk genera and scientilic species are lowly correlated, (2) several polytypic folk genera and folk species (one folk name related to more than one scientitic species), and (3) many synonymous of folk names. Emic and ethic explanations were found during analysis of fish and game preferences and avoidances (taboos) in both communities. No difference between these two communities was found in relation to the knowledge that people have on animais used as medicine. Several fishing strategies were observed according to the tishing gear and to methods of transportation. The central place foraging model did not explain the fishing strategies at Aventureiro. Fishing con1licts and tishing territorial defense were not veritied at Aventureiro, probably because this community is located inside a protected area what may guarantee the exclusive use of fishing resources to its population
Subject: Ecologia humana
Ecologia
Pesca
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SEIXAS, Cristiana Simão. Estrategias de pesca e utilização de animais por comunidades pesqueiras da Ilha Grande, RJ. 1997. 157f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, [SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/315748>. Acesso em: 23 jul. 2018.
Date Issue: 1997
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Seixas_CristianaSimao_M.pdf8.58 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.