Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315742
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Etnoictiologia de pescadores da praia do Pereque (Guaruja, São Paulo)
Title Alternative: Ethnoichthyology of fishrmen of Pereque Beach (Guaruja, São Paulo)
Author: Gianeli, Arlaine dos Santos Francisco
Advisor: Begossi, Alpina, 1958-
Abstract: Resumo: A interação cotidiana com o ambiente marinho e com seus organismos leva pescadores artesanais a acumularem um conhecimento rico e particular acerca da biologia, da ecologia e da taxonomia de peixes. Assim, informações fornecidas pelos pescadores podem servir de subsídio para estudos ictiológicos, planos de conservação e manejo pesqueiro. Este estudo foi desenvolvido na Praia do Perequê, litoral de São Paulo, e é parte do projeto temático da BIOTA-FAPESP, subprojeto "Etnoecologia do Mar e da Terra na Costa Paulista da Mata Atlântica: Áreas de Pesca e Uso de Recursos Naturais". A Praia do Perequê está localizada na periferia do município do Guarujá e sofre as conseqüências da urbanização desordenada. O local abriga uma comunidade de pescadores que se dedicam à pesca do camarão e de peixes diversos. Os meus objetivos foram: traçar o perfil de pescadores de peixes e de camarão; inventariar as técnicas empregadas na captura das espécies estudadas; verificar e comparar com a literatura científica o conhecimento dos pescadores sobre habitat, dieta, reprodução e migração de peixes; analisar os critérios que os pescadores usam na classificação dos peixes. As informações foram obtidas com a utilização de questionários padronizados e fotos das espécies estudadas. Observei que os pescadores de camarão são em sua maioria migrantes provenientes de Santa Catarina, enquanto os pescadores de peixe são, na maioria, caiçaras nascidos no local. As técnicas de pesca são adequadas ao ambiente de captura do pescado e a escolha de iscas está relacionada com o hábito alimentar de cada espécie. Pescadores de peixe e camarão demonstraram conhecimento similar sobre técnicas de pesca. Tal similaridade pode ocorrer porque os dois grupos desenvolvem as atividades pesqueiras no mesmo local e entre as famílias de pescadores estão presentes membros que desenvolvem ambas as modalidades de pesca, o que pode propiciar a partilha do conhecimento. Em geral o conhecimento etnoecológico é condizente com o conhecimento científico. Tanto pescadores de peixe quanto os pescadores de camarão conhecem o habitat e a dieta das espécies mais capturadas, como: robalo, tainha, corvina, espada e garoupa. Ambos os grupos de pescadores fazem inferências sobre habitat e dieta a partir de aspectos morfológicos dos peixes. Conhecimentos sobre migração e reprodução por sua vez, foram mais escassos entre os pescadores estudados. Os pescadores apontam períodos específicos para ocorrência de tainha, corvina e anchova: a tainha e a corvina foram apontadas como espécies que se reproduzem no inverno, enquanto o robalo, o badejo e a garoupa se reproduzem em meses quentes. Essas espécies são de grande interesse comercial, o que pode explicar o conhecimento mais detalhado sobre elas em comparação com outras espécies menos conhecidas e de menor valor. Os pescadores do Perequê utilizaram a nomenclatura binomial especialmente em casos de ocorrência de mais de uma espécie por etnogênero. Os etnogêneros foram agrupados em etnofamílias principalmente de acordo com critérios morfológicos. As informações fornecidas apontaram particularidades que podem ser úteis no delineamento de planos de manejo adequados ao ambiente e à pesca local

Abstract: Artisanal fishermen can provide an elaborate and particular knowledge about biology, ecology and taxonomy of fish and about the ecosystem which they interact with. This knowledge is local and resulted from a continuity of resources use practices. Information supplied by fishermen can be the base for improvements of scientific research and to subsidis for conservation and fishery management plans. This study was conducted in the Perequê Beach, coast of São Paulo State. Perequê Beach is located in the periphery of the city of Guarujá, and suffers consequences of the disordered urbanization. Local people are dedicated especially to the shrimp and diverse fish fishery. The aims of this study were: to characterize local fishermen and fishery; to access the fishermen¿s knowledge concerning fish habitat, diet, reproduction and migration; to analyze the criteria that fishermen use in the classification of fish and to compare this knowledge with the scientific literature. Interviews using questionnaires and fish photographs were performed to obtain information regarding fishermen economical and social aspects and fish biology and ecology. The majority of shrimp fishermen are from Santa Catarina state while the fish fishermen are usually ¿caiçaras¿, local native. Fishery technologies and techniques are adjusted according to the environment and feeding habits of the target species. Both fish and shrimp fishermen demonstrated similar knowledge on fishes. Probably it can be related to the fact that both groups develop their activities in the same local and are members of families that develop the two modalities of fishery, sharing their knowledge. In general, the ethnoecological knowledge is in concordance with the scientific literature. Both fish and shrimp fishermen know the habitat and diet of the main fished species, as: snook (Centropomus spp.), mullet (Mugil platanus), croaker (Micropogonias furnieri), and groupers (Epinephelus marginatus e Mycteroperca acutirostris). Both fishermen groups make inferences on habitat and diet based on morphologic aspects. Knowledge on migration and reproduction was scarcer. The fishermen points out specific periods in respect to occurrence of mullet (M. platanus), croaker (M. furnieri) and bluefish (Pomatomus saltatrix). Mullet and croaker was suggested as a species that reproduces during the winter, while snook, and the groupers (E. marginatus e M. acutirostris) reproduce in hot months. These species have a great commercial interest that can explain the more detailed knowledge in detriment of others of lesser value. The Perequê fishermen use the binomial classification particularly in cases where there are more than one species in the same genus. The species were grouped in ethnofamilies mainly in accordance with morphologic criteria. The supplied information suggested particularities that can be useful in the management plans delineation in compliance with environment and its fishery place
Subject: Pescadores
Pesca
Etnoecologia
Peixe marinho
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: GIANELI, Arlaine dos Santos Francisco. Etnoictiologia de pescadores da praia do Pereque (Guaruja, São Paulo). 2007. 84p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/315742>. Acesso em: 9 ago. 2018.
Date Issue: 2007
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Gianeli_ArlainedosSantosFrancisco_M.pdf789 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.