Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315651
Type: TESE
Title: Rubiaceae Juss. do Parque Estadual das Varzeas do Rio Ivinhema, Mato Grosso do Sul : floristica, sistema reprodutivo, distribuição espacial e relações alometricas de especies distilicas
Title Alternative: Rubiaceae Juss. of Parque Estadual das Varzeas do Rio Ivinhema, Mato Grosso do Sul state : florisitic, reproductive system, spatial distribuition and relationships allometry of dytylous species
Author: Pereira, Zefa Valdivina
Advisor: Kinoshita, Luiza Sumiko, 1947-
Abstract: Resumo: Rubiaceae compreende cerca de 650 gêneros e 12.000 espécies distribuídas principalmente nas regiões tropicais e subtropicais, do mundo. No Brasil, está representada por 101 gêneros e 1010 espécies, distribuídas por diversas formações vegetacionais. Está representada por um grande número de espécies nos sub-bosques das florestas tropicais, exercendo grande influência na estrutura da vegetação. Essas plantas apresentam diversas estratégias reprodutivas, como por exemplo, a distilia, cujo morfos, brevistilos e longistilos, diferem quanto à altura dos órgãos sexuais, caracterizando a hercogamia recíproca. O presente estudo foi desenvolvido no Parque Estadual das Várzeas o Rio Ivinhema (PEVRI) e objetivou estudar florísticamente as espécies de Rubiaceae que ocorrem nessa área, bem como verificar a fenologia reprodutiva, morfologia e biologia floral, sistema reprodutivo, distribuição espacial e relações alométricas de algumas espécies distílicas reconhecidas. As excursões mensais para coleta de material botânico e observações foram realizadas no período de 09/2003 a 10/2006. Os espécimes foram determinados com base na bibliografia especializada e confronto com materiais depositados em herbários. Para o estudo a fenologia reprodutiva, morfologia e biologia floral e o sistema reprodutivo foram analisadas oito espécies: Coussarea hydrangeifolia (Benth.) Benth. & Hook., C. platyphylla Müll. Arg., Palicourea croceoides Desv. ex Ham., P. fastigiata Kunth, Psychotria capillacea (Müll. Arg.) Standl., P. carthagenensis Jacq., P. deflexa DC. e P. leiocarpa Cham. & Schltdl. A distribuição espacial e as relações alométricas foram observadas em Coussarea hydrangeifolia e Palicourea croceoides. Foram identificados no PEVRI, 45 espécies reunidas em 24 gêneros. Os gêneros mais representativos foram Psychotria com dez espécies, Palicourea com quatro, Borreria com três, Alibertia, Chomelia, Coccocypselum, Coussarea, Diodela, Galianthe, Guettarda com duas, e os demais gêneros com uma única espécie. Foram apresentadas chaves para identificação dos gêneros e espécies, além de descrições e comentários sobre caracteres importantes para o reconhecimento, bem como, distribuição dos mesmos. A floração das espécies estudadas ocorreu na estação chuvosa, período que coincide com os meses mais quentes do ano. A floração das espécies estudadas foi seqüencial, sem sobreposição nos picos de floração excetos entre as espécies de Coussarea. A frutificação das espécies estudadas ocorreu principalmente na estação chuvosa. Houve diferenças significativas entre as alturas dos estames e do estilete em flores brevistila e longistila, confirmando assim, a hercogamia recíproca entre os morfos florais de cada espécie, além disso, as espécies estudadas apresentaram dimorfismo no comprimento da corola, lobos do estilete e anteras. Das espécies estudadas somente Coussarea hydrangeifolia apresentou populações isopléticas, ou seja, razão equilibrada entre os morfos florais. Os testes de polinização manual realizados nas espécies estudadas demonstram que estas são incompatíveis auto e intramorfos, exceto em Palicourea croceoides, Psychotria cappilacea e P. deflexa nestas espécies todos os cruzamentos realizados resultaram em frutos. P. cappilacea além da compatibilidade auto e intramorfo também apresentou frutos nos testes de agamospermia e autopolinização espontânea. Coussarea hydrangeifolia e Palicourea croceoides apresentaram um padrão agregado de distribuição entre os morfos florais. Os morfos florais não apresentam relações alométricas entre altura e diâmetro características, não sendo possível reconhecer os morfos brevistilos e longistilos a partir dessas relações

Abstract: The Rubiaceae family is comprehended by almost 637 genera and 12.000 species distributed mainly in the tropical and subtropical regions of the world. In Brazil there are 101 genera and 1.010 species, distributed in several formations vegetation. It is represented by a great number of species in the understory of the tropical forests, exercising great influence in the structure of the vegetation. Those plants present several reproductive strategies, as for instance, the distyly, which morphs of pin and thrum, differ as to the height as sexual organs, that is, there is a reciprocal hercogamy. The present work was developed in Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema (PEVRI), and its objective was to study the floristic of the Rubiaceae species occurring in this area and, in additions observe the reproductive phenology, morphology and floral biology, reproductive system, spatial distribution and allometry relationships of some dystylous alreacely known species. The monthly trips for collecting the botanical material and observations were accomplished in the period the 09/2003 to 10/2006. The specimens were determined based on specialized references and visiting to herbaria. The study of reproductive phenology, morphology and floral biology, reproductive system eight species were analyzed: Coussarea hydrangeifolia (Benth.) Benth. & Hook., C. platyphylla Müll. Arg., Palicourea croceoides Desv. ex Ham., P. fastigiata Kunth, Psychotria capillacea (Müll. Arg.) Standl., P. carthagenensis Jacq., P. deflexa DC. and P. leiocarpa Cham. & Schltdl. The spatial distribution and allometry relationships were observed in Coussarea hydrangeifolia e Palicourea croceoides. In the PEVRI 45 species in 24 genera were identified. The most representative genera were Psychotria with ten species, Palicourea with four species, Borreria with three species, Alibertia, Chomelia, Coccocypselum, Coussarea, Diodela, Galianthe, Guettarda with two species each and the other genera with only one species each. Key for genera end species identification were presented, besides descriptions, illustrations and comments on important features for their recognition and distribution. The flowering of the studied species occurred in the rainy season, which coincides with the warsnest months of the year. The flowering the studied species was seqüencial, without superposition on the flowering peaks. The fruiting of the studied species occurred mainly in the rainy season. There were significant differences among the heights of the stamens and styles in pin and thrum flowers, thus confirming the reciprocal hercogamy among the floral morphs of each species and the species studied showed dimorphism in the length of the corolla, of the style lobes and of the anthers. From the species studied only Coussarea hydrangeifolia presented isoplethic populations, that is, balanced rate among the floral morphs. The tests of manual pollination accomplished in the studied species demonstrate that these are incompatible self and intramoph, except in Palicourea croceoides, Psychotria cappilacea and P. deflexa in these species all of the accomplished crossings resulted in fruits. P. cappilacea besides the compatibility self and intramoph also presented fruits in the agamospermia tests and spontaneous self-pollination. Coussarea hydrangeifolia and Palicourea croceoides presented clumped distribution among the floral morphs. The floral morph does not present allometry relationships between height and diameter characteristics, it is not possible to recognize the morphs pin and thrum starting from those relationships
Subject: Rubiacea
Floristica
Distilia
Parque Estadual do Rio Ivinhema (MS)
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2007
Appears in Collections:IB - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Pereira_ZefaValdivina_D.pdf3.78 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.