Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315643
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Vochysiaceae na Serra do Cipo, Minas Gerais, Brasil
Title Alternative: Vochysiaceae of Serra do Cipo, MG, Brazil
Author: Shimizu, Gustavo Hiroaki, 1985-
Advisor: Yamamoto, Kikyo, 1954-
Abstract: Resumo: O presente trabalho apresenta o tratamento taxonômico das espécies de Vochysiaceae ocorrentes na Serra do Cipó, Minas Gerais, realizado por meio de material herborizado e observações no campo. A Serra do Cipó compreende porção do segmento meridional da Cadeia do Espinhaço, sendo caracterizada por solos rasos e arenosos, ácidos e pobres em nutrientes, onde são comuns as formações quartzíticas na forma de estruturas rochosas dobradas e os afloramentos areníticos. A vegetação é composta predominantemente por campos rupestres associados a outros tipos vegetacionais, como cerrados e matas. Foram encontradas 22 espécies, pertencentes a quatro gêneros: Callisthene (4 spp.), Qualea (4 spp.), Salvertia (1 sp.) e Vochysia (13 spp.). São propostas as sinonimizações de Vochysia cipoana Stafleu e V. martiana Stafleu com V. rotundifolia Mart. e V. pygmaea Bong., respectivamente, e o reconhecimento de uma nova espécie de Vochysia, denominada Vochysia sp. 1, e de uma nova subespécie, C. microphylla subsp. 1. As espécies que estão distribuídas em formações florestais (matas, matas de galeria, capões de mata, cerradões) são: C. erythroclada, C. major, C. minor, V. acuminata, V. dasyantha, V. emarginata, V. rectiflora, V. schwackeana e V. tucanorum e em formações savânicas (cerrados e campos rupestres) são: C. microphylla, Q. cordata, Q. grandiflora, Q. multiflora, Q. parviflora, S. convallariodora, V. discolor, V. elliptica, V. pygmaea, V. rotundifolia, V. rufa, V. thyrsoidea, V. tucanorum e Vochysia sp. 1. Seis dessas espécies são endêmicas de Minas Gerais, sendo Vochysia sp. 1 a única exclusiva da Serra do Cipó. São apresentados chaves de identificação para os gêneros e espécies, descrições, ilustrações e comentários sobre taxonomia, morfologia, distribuição e fenologia. Durante o presente levantamento não houve nenhum mês do ano sem pelo menos uma espécie em flor ou fruto. Abril foi o mês com o maior número de espécies em flor, sendo as espécies Vochysia acuminata, V. elliptica e V. pygmaea as únicas que apresentaram registros de floração em todos os meses do ano. Já julho e setembro foram os meses com maior número de espécies em fruto. A comparação florística com outras 11 localidades revelou que a Serra do Cipó apresenta o maior número de espécies entre os levantamentos analisados. Diamantina foi a região com mais espécies em comum com a Serra do Cipó, havendo três espécies que ocorrem apenas nessas duas localidades.

Abstract: This work presents a taxonomic treatment of species of Vochysiaceae occurring in Serra do Cipó, Minas Gerais, conducted by herbarium and field observations. Serra do Cipó comprises part of the southern segment of the Espinhaço Range, characterized by shallow, sandy, acidic and nutrient-poor soils, in which are common quartzite formations in the form of folded rock structures and sandstone outcrops. The vegetation is mostly comprised of "campos rupestres" associated with other vegetation types such as "cerrados" and forests. We have found 22 species belonging to four genera: Callisthene (4 spp.), Qualea (4 spp.), Salvertia (1 sp.) and Vochysia (13 spp.). There are proposed synonymizations of Vochysia cipoana Stafleu and V. martiana Stafleu with V. rotundifolia Mart. and V. pygmaea Bong., respectively, and the recognition of a new species of Vochysia named Vochysia sp. 1, and a new subespecies, C. microphylla subsp. 1. The species distributed in forest formations (forests, gallery forests, "capões de mata", "cerradões") are: C. erythroclada, C. major, C. minor, V. acuminata, V. dasyantha, V. emarginata, V. rectiflora, V. schwackeana and V. tucanorum, and in savanna formations ("cerrado" and "campo rupestre") are: C. microphylla, Q. cordata, Q. grandiflora, Q. multiflora, Q. parviflora, S. convallariodora, V. discolor, V. elliptica, V. pygmaea, V. rotundifolia, V. rufa, V. thyrsoidea, V. tucanorum and Vochysia sp. 1. Six of these species are endemic to Minas Gerais, and Vochysia sp. 1 is the only exclusive of Serra do Cipó. There are presented identification keys to genera and species, descriptions, illustrations and comments on taxonomy, morphology, distribution and phenology. During this survey there was no month of the year without at least one species in flower or fruit. April was the month with the largest number of species in bloom, and the species Vochysia acuminata, V. elliptica and V. pygmaea were the ones with records of flowering in all months of the year. July and September were the months with the highest number of species in fruit. The floristic comparison with 11 other localities showed that the Serra do Cipó has the highest number of species among the surveys analyzed. Diamantina was the region with more species in common with the Serra do Cipó, with three species occurring only in these two localities.
Subject: Vochysiaceae
Botanica - Cipo, Serra do (MG)
Taxonomia vegetal
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2009
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Shimizu_GustavoHiroaki_M.pdf11.39 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.