Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315604
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Estudos taxonomicos em Matayba Aubl. sect. Matayba (Sapindaceae)
Title Alternative: Taxonomic studies in Matayba Aubl. sect. Matayba (Sapindaceae)
Author: Coelho, Rubens Luiz Gayoso, 1983-
Advisor: Souza, Vinicius Castro
Abstract: Resumo: Sapindaceae apresenta cerca de 140 gêneros e aproximadamente 1600 espécies. No Brasil está representada por 24 gêneros e cerca de 400 espécies. Matayba Aubl. conta com 56 espécies arbustivas ou arbóreas, distribuídas desde o México até o norte da Argentina e no Brasil são referidas 26 espécies presentes em diversas formações vegetacionais incluindo os cerrados, campos, florestas de restinga, a floresta amazônica e a floresta atlântica. Matayba sect. Matayba é a maior seção do gênero em número de espécies e está presente apenas na América do Sul. No Brasil a seção está distribuída predominantemente fora da Amazônia, com exceção de M. guianensis de ampla distribuição e M. artropurpurea que ocorre na Amazônia brasileira e colombiana, cujo posicionamento taxonômico está aqui sendo questionado. O objetivo deste trabalho é delimitar morfologicamente as espécies de Matayba sect. Matayba através de descrições, chave de identificação e ilustrações, além de apresentar comentários taxonômicos e distribuição geográfica das espécies. O trabalho foi realizado através de levantamento bibliográfico, consultas aos herbários (39 brasileiros e um na Argentina ¿ CTES) e expedições de coleta. Os principais caracteres para a separação das espécies desta seção são o número e forma dos folíolos, a proeminência e tipos de venação e a posição das domácias. Nas flores destacam-se como caracteres diagnósticos o tamanho do apêndice petalífero basal em relação as pétalas e o tipo de indumento de partes florais como sépalas, pétalas e filetes. Foram encontradas 16 espécies de Matayba sect. Matayba, sendo duas delas novas para a Ciência, além de uma nova sinonímia para M. elaeagnoides e três espécies que foram tratadas aqui, apesar de por apresentarem um posicionamento incerto. Em Minas Gerais, encontra-se o maior número de espécies desta seção (7 spp.) distribuídas principalmente nos cerrados e campos rupestres, sendo duas delas endêmicas (M. mollis e M. punctata). Entre as espécies com maior distribuição geográfica merecem destaque M. elaeagnoides que ocorre de Minas Gerais até o Rio Grande do Sul, e M. guianensis que ocorre em toda a América do sul, com exceção da Argentina

Abstract: Sapindaceae presents about 140 genera and approximately 1600 species in Brazil is represented by 24 genera and about 400 species. Matayba Aubl. counts with 56 species being bushes or trees, distributed from Mexico to the north of Argentina and in Brazil 26 species are referred for several plant formations including the savannahs, campos rupestres, sandbank forests and the Atlantic forest. Matayba sect. Matayba is the largest section of the genus in number of species (18) and it is presented just in South America. In Brazil the section is distributed predominantly out of the Amazonia, except M. guianensis with wide distribution and M. artropurpurea that occurs in the Amazonian Brazilian and Colombian, but that appears with an uncertain positioning in this work. The objective of this work is to delimit morfologically the species of Matayba sect. Matayba through descriptions, a identification key and illustrations, besides presents taxonomic comments and geographical distribution about the species. The work was accomplished through bibliographical survey, consults to the herbaria (39 in Brazil and one in Argentina - CTES) and collection from expeditions. The main characters used to separate the species of this section are the number and form of the leflets, the prominence and venation types and the position of the domatia. In the flowers they stand out this diagnoses characters are the size of the appendix in realation with the petals and the presence of hairs in of floral parts like the sepals, petals and threads. The results obtained in this work counts with 16 species, being two of them new for the Science, besides a new synonymy for M. elaeagnoides and three species that were treated as uncertain positioning. Minas Gerais has the largest number of species of this section (7 spp.) distributed mainly in the savannahs and campos rupestres, being two of them endemic (M. mollis and M. punctata). Among the species with largerest geographical distribution make stand out M. elaeagnoides that occurs from Minas Gerais to Rio Grande do Sul, and M. guianensis in the whole South America with the exception in Argentina
Subject: Sapindaceae
Taxonomia vegetal
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2008
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Coelho_RubensLuizGayoso_M.pdf34.13 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.