Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315602
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Estudo dos metodos : floculação em carbonato de calcio e adaptação das tecnicas de filtração em membrana e separação imunomagnetica para a detecção de Cryptosporidium e Giardia em amostras hidricas
Title Alternative: Methods studies : calcium carbonate floculation and adptation of membrane filtration and immunomagnetic separation techniques for Cryptosporidium and Giardia detection in water samples
Author: Cantusio Neto, Romeu
Advisor: Franco, Regina Maura Bueno, 1958-
Abstract: Resumo: A veiculação hídrica tem sido considerada uma das principais vias de transmissão de giardiose e criptosporidiose sendo implicada na ocorrência de vários surtos de gastroenterites, em vários países nos últimos anos. Diante deste panorama, no Brasil foi emitida Portaria 518/04 (Ministério da Saúde), que recomenda a pesquisa destes protozoários em água de consumo humano. Por este motivo, o objetivo deste estudo foi realizar um estudo comparativo entre as metodologias de concentração já existentes: Filtração em Membrana (FM) e Floculação em Carbonato de Cálcio (FCC), tecendo uma análise crítica das mesmas e verificando-se a sua aplicabilidade em amostras naturais de água superficial do Rio Atibaia. Este estudo foi conduzido em duas etapas: na primeira, foram realizados 52 experimentos, visando analisar o desempenho dos métodos propostos determinando-se a precisão inicial em amostras de água reagente inoculadas com suspensões comerciais de cistos e oocistos Easy Seed® (Biotecnology Frontiers, Austrália), aplicando-se ou não a etapa de purificação mediante o uso da separação imunomagnética. Quando foram avaliadas amostras do rio Atibaia, a suspensão comercial de cistos e oocistos utilizada para a contaminação artificial foi Color Seed® (Biotecnology Frontiers, Austrália). Em uma segunda etapa, um total de 36 experimentos foi conduzido com o objetivo de se avaliar o comportamento dos mesmos métodos frente a fatores interferentes, característicos da matriz de água bruta superficial, entre eles a turbidez. Nos experimentos controle com amostra de água reagente, a metodologia de FM recuperou mais organismos (21,5 % dos oocistos e 25,0 % dos cistos), quando comparada com a metodologia de FCC (5,3 % e 5,8 % dos oocistos e cistos, respectivamente). A inclusão da etapa de purificação por separação imunomagnética (IMS) não resultou num aumento na recuperação de cistos e oocistos nestas metodologias (FM e FCC). Nos experimentos com amostras de água do Rio Atibaia, de uma maneira geral, a metodologia de FCC apresentou melhor desempenho de recuperação dos organismos e quando incluída a etapa de IMS, uma melhora ocorreu apenas para a recuperação de cistos de Giardia spp. Quando avaliada amostras de água bruta superficial do rio Atibaia em condições de turbidez até 50 NTU a etapa de purificação por IMS acarretou uma maior eficiência de recuperação de cistos de Giardia spp. e oocistos de Cryptosporidium spp., para as duas metodologias de concentração. Quando a turbidez das amostras foi superior a 50 NTU, uma melhora da recuperação ocorreu apenas para Cryptosporidium spp, utilizando-se o método de FM. Assim, ambas as metodologias avaliadas, mostraram-se eficientes para serem aplicadas em um monitoramento desses protozoários em amostras hídricas, mesmo em situações de alta turbidez. A etapa de purificação pela separação imunomagnética nem sempre apresentou um ganho na recuperação dos organismos e, as variações nos valores de recuperação para ambos os protozoários, são inerentes aos protocolos utilizados e também associados à matriz analisada. A FM é indicada pela praticidade, tempo e resultados, podendo auxiliar para o conhecimento da ocorrência destes patógenos e assim, minimizar a possibilidade de sua transmissão mediante veiculação hídrica

Abstract: The waterborne transmission route of giardiosis and criptosporidiosis has been considered the major one, causing the occurrence of several gastroenteritis outbreaks in several countries in the last years. Looking to this panorama, was published in Brazil the Governmental Decree 518/04 (Health Department), that recommends the research of these protozoa in water samples. For this reason, the goal of this study was to accomplish a comparative study between Membrane Filtration (MF) and Calcium Carbonate Flocculation (FCC) concentration methodologies, doing a critical analysis of both and verifying its apply in natural samples of Atibaia River superficial water. Two stages took place: in the first one, 52 experiments were carried out, aiming to analyze the performance of the methods proposed, determining the initial precision in samples of reagent water inoculated with commercial suspensions of cysts and oocysts (Easy Seed®-Biotecnology Frontiers Australia), applying or not the purification step by Immunomagnetic Separation. When natural water samples were evaluated, the commercial suspension of cysts and oocysts utilized for the artificial contamination was (Color Seed®-Biotecnology Frontiers Australia). In a second step, 36 experiments were carried out aiming to evaluate the behavior of the methods facing interferential factors, peculiar of the superficial raw water matrix, as turbidity. In the trial control with reagent water sample, the FM methodology recovered more organisms (21.5% of the oocysts and 25.0% of the cysts), in comparison to the FCC methodology (5.3% of the oocysts and 5.8% of the cysts). The purification step by Immunomagnetic Separation (IMS) did not show an improvement in the recovery of cysts and oocysts in these methodologies (FM and FCC). In the experiments with natural water performance of the organisms and when IMS step was included, an improvement occurred just for the recovery of Giardia spp. cysts. When superficial raw water of Atibaia river samples with turbidity up to 50 NTU were evaluated, the purification step by IMS showed higher efficiency in the recovery of Giardia spp. cysts and Cryptosporidium spp. oocysts, for both concentration methodologies. When the turbidity of the sample was over 50 NTU, a recovery improvement occurred just for Cryptosporidium spp, using the FM method. Thus, both methodologies showed efficiency in monitoring these protozoa in water samples, even in situations of high turbidity. The purification step by Immunomagnetic Separation not always showed gain in the recovery of the organisms and the variations in the values of recovery for both protozoa are inherent to the protocols that were used and also associated to the analyzed matrix. However, the FM method is indicated for its practicability, time and results, being able to help the knowledge of the occurrence of these pathogens and minimize the possibility of its transmission by waterborne route
Subject: Cryptosporidium
Giardia
Turbidez da água
Separação imunomagnética
Água - Microbiologia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: CANTUSIO NETO, Romeu. Estudo dos metodos: floculação em carbonato de calcio e adaptação das tecnicas de filtração em membrana e separação imunomagnetica para a detecção de Cryptosporidium e Giardia em amostras hidricas. 2008. 130p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/315602>. Acesso em: 10 ago. 2018.
Date Issue: 2008
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
CantusioNeto_Romeu_D.pdf1.26 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.