Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315591
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Ocorrencia de Cryptosporidium spp. e Giardia spp. em hortaliças da região metropolitana de Campinas (SP) : sua relação com a comunidade de trabalhadores e com a area agricola
Title Alternative: Occurence of Cryptpsporidium spp., Giardia spp. in vegetables of the metropolitan area of Campinas, SP : her relationship with the wokers' community and and with the agricultural area
Author: Pereira, Mirna Aparecida
Advisor: Franco, Regina Maura Bueno, 1958-
Abstract: Resumo: Cryptosporidium spp. e Giardia spp. são parasitos causadores de gastroenterites destacando se pela elevada incidência de casos, características de resistência aos tratamentos químicos e capacidade de permanência no meio ambiente. O importante papel desses protozoários em vários surtos epidêmicos de veiculação hídrica e alimentar coloca em evidência as hortaliças que, por serem ingeridas cruas, favorecem a aquisição destas parasitoses. No Brasil, são escassos os dados sobre a ocorrência destes protozoários em vegetais como alface e rúcula, alimentos frescos amplamente consumidos pela população. O propósito deste estudo foi investigar a ocorrência destes parasitos em amostras de hortaliças cultivadas na região agrícola de Campinas (SP), e comercializadas pela Central de Abastecimento de Campinas S.A. CEASA, avaliar a água utilizada na irrigação das mesmas, e as condições higiênico sanitárias das Unidades de Produção Agrícola UPAs estudadas (n=15). Para tanto, a presença de oocistos e cistos foi determinada em amostras de alface (Lactuca saliva) e rúcula (Eruca saliva) e parâmetros fisico químicos foram estabelecidos para a água de irrigação destes vegetais, em diferentes épocas do ano. As coletas foram realizadas durante dois anos consecutivos, nos períodos de maior freqüência d<;ls chuvas e de maior ocorrência (esperada) de casos de criptosporidiose em Campinas (devido à acentuada sazonalidade do protozoário no fim do verão e início do outono) e, em períodos que correspondessem a épocas de maior utilização das águas subsuperficiais na irrigação das hortaliças, devido à escassez de chuvas. As diversas amostras de vegetais, após serem lavadas com 100ml de solução contendo Tween 80 (0,01 %), foram filtradas em membranas de ésteres mistos de celulose (47mm de diâmetro e 3/lm de porosidade nominal), seguida de eluição mediante extração mecânica. Após concentração por centrifugação (1050 x g por 10 minutos), os sedimentos resultantes foram examinados mediante a reação de imunotluorescência direta e teste confirmatório das características morfológicas empregando se o corante tluorogênico DAPI (4',6' diamidino 2 phenylindole). Também se utilizou a técnica de centrífugo tlutuação em sulfato de zinco, com o intuito de comparar a eficiência de detecção destes protozoários nos vegetais. Amostras de água de irrigação (2 litros) foram processadas pela mesma metodologia. A presença de cistos de Giardia spp. ocorreu em 4,1% das 120 amostras de hortaliças examinadas, no primeiro e terceiro períodos de coleta, e não foram encontrados na água de irrigação. Cryptosporidium spp. não foi detectado em nenhum dos períodos investigados, tanto em relação às amostras de hortaliças quanto da água de irrigação. A técnica de centrífugo flutuação em sulfato de zinco mostrou se ineficiente, pois não foi revelada a presença de cistos de protozoários e oocistos de Cryptosporidium spp. nas amostras de hortaliças, quando este método foi empregado. A sensibilidade da técnica de filtração em membranas para os vegetais foi de 2,3 % a 63,1 % para oocistos e, para cistos, 1,1 % a 29,3 %. Em amostras de água de irrigação, a sensibilidade desta metodologia variou de 6,0 % a 15 % para Cryptosporidium spp. e, de 23,6 % a 25,8 % para Giardia spp.. Cistos foram encontrados em 6,6 % das amostras de alface, com densidade de 180 a 230 cistos/50g e, 1,6% das amostras de rúcula, com densidade de 180 cistos/50g de folhas de vegetal o que representa elevada importância em Saúde Pública, dada a possibilidade de aquisição de giardiose. O esclarecimento sobre a dispersão destes protozoários no ambiente e o aperfeiçoamento de procedimentos de detecção dos mesmos, quer em amostras hídricas ou alimentares, são vantajosos para o entendimento da epidemiologia destes patógenos

Abstract: Cryptosporidium spp. and Gim-dia spp. are waterborne parasites that cause gastroenteritis. They are known for the high incidence of cases and the chemical resistance to treatments and capacity to stay intact for a prolonged time in environment. Today, the great influence of protozoa in several waterborne and foodborne outbreaks, becomes evident that vegetables eaten raw are dangerous and favor acquisition of intestinal parasitosis. In Brazil, there is little information on transmission of Cryptosporidium spp. and Giardia spp. in fresh vegetables as lettuce and rucola, largely consumed by population. The objective of this study was to investigate the occurrence of Cryptosporidium and Giardia in vegetable samples from agricultural area in Campinas District (SP, Brazil), and commercialized by Central de Abastecimento de Campinas S.A, CEASA, as well to evaluate the water used in vegetable irrigation, and the health and hygiene related conditions of Unidades de Produção Agrícola - UPAs (n = 15). Therefore, the presence of cysts and oocysts was determined in lettuce (Lactuca saliva) and rucola (Eruca saliva) samples and physico chemical parameters were established for irrigation water of vegetables, in different seasons of the year. Collections were made over two consecutive years, in such a way that chqracterized seasons of higher frequency of rains corresponding to months of higher occurrence of cryptosporidiosis cases in Campinas district (due to accentuated seasonality of protozoa in the end of summer and fhe beginning of autumn) and in per~?ds that corresponded to séasons of high peak utilization of subsurface waters in vegetable irrigation due to lack of rain. After washed with 100 ml of Tween 80 (0,01 %) several vegetable samples were filtered through mixed esters of cellulose membranes (4 7mm diameter and 311m nominal porosity), followed by elution by mechanical extraction. After concentration by centrifugation (1050 x g 10 minutes), the resulting sediments were examined by means of direct immunofluorescence reaction and confirmatory morphological test using the fluorogenic stain DAP1 ( 4', 6' diamidino 2 phenylindole), it was also used zinc sulfate centrifugation flotation method to compare detection efficiency of protozoa in vegetables. Irrigation water samples (2L) were processed by the same methodology. The presence of Giardia spp. cysts occurred in 4,1% of 120 vegetable samples, in the first and third collection periods, cysts were not detected in irrigation water. Cryptosporidium spp. was not detected in either investigated seasons Cin relation to vegetable samples and irrigation water) and the presenee of eysts and ooeysts was not detected through zinc sulfate centrifugation flotation method in either vegetable samples. Sensibility of membrane filtration method for vegetables was 2,3 % to 63,1 % oocysts and 1, I % to 29,3 % eysts, respeetively. In irrigation water samples, the sensibility of methodology varied from 6,0 % to 15 % for Cryptosporidium spp. and from 2.,3 % to 25,8 % for Giardia spp.. Cysts were found in 6,6% of lettuce samples with a density of 180 to 230 cysts/50g, and 1,6 % of rueola samples with a density of 180 eysts/50g found on vegetable leaves. Therefore, it has a high importance for public health due to risk faetor for aequisition of giardiasis. The knowledge on protozoa spreading into environment and the improvement of deteetion process in food or water samples are useful for epidemiological understanding of those parasites
Subject: Cryptosporidium
Giardia
Protozoário
Doenças parasitarias - Campinas (SP)
Hortaliças - Contaminação
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: PEREIRA, Mirna Aparecida. Ocorrencia de Cryptosporidium spp. e Giardia spp. em hortaliças da região metropolitana de Campinas (SP): sua relação com a comunidade de trabalhadores e com a area agricola. 2008. 169p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/315591>. Acesso em: 10 ago. 2018.
Date Issue: 2008
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Pereira_MirnaAparecida_D.pdf2.21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.