Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315571
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Diversidade morfológica de políades em espécies de Mimosoideae (Leguminosae) = Morphological diversity of polyads in Mimosoideae species (Leguminosae)
Title Alternative: Morphological diversity of polyads in Mimosoideae species (Leguminosae)
Author: Capucho, Liana Carneiro, 1984-
Advisor: Teixeira, Simone de Pádua
Abstract: Resumo: Dentre os diversos tipos de agrupamento polínico, encontrados em 42 famílias de angiospermas, as políades são de interesse especial, pois são registradas para apenas quatro destas famílias e sua ocorrência pode ser associada a uma redução no número de grãos de pólen por antera em uma espécie. Em Leguminosae, a maior em número de espécies e a mais amplamente distribuída dentre as quatro famílias com políades, essas estruturas ocorrem na subfamília Mimosoideae. Este trabalho apresenta dados sobre a origem, o desenvolvimento e a diversidade morfológica das políades, em nível estrutural e ultraestrutural (Capítulo 1); sobre a origem do adesivo polínico em Calliandra brevipes, substância encontrada tipicamente em políades de espécies do gênero; além de dados sobre a origem e desenvolvimento da políade nesta espécie (Capítulo 2, já publicado); a morfologia e fertilidade polínica em espécies poliembriônicas de Inga (Capítulo 3); e um estudo aprofundado da morfologia incomum das políades em Parkia, em nível estrutural e ultraestrutural (Capítulo 4). As políades são estruturas peculiares e ainda muito pouco estudadas, e o presente trabalho vem prover dados essenciais para a compreensão da origem e morfologia destas estruturas, e de sua funcionalidade na reprodução de espécies da subfamília Mimosoideae em Leguminosae. Para um entendimento mais completo acerca da função, valor adaptativo e seleção dessas estruturas, com ocorrência tão restrita a determinados grupos de plantas, estudos acerca da fisiologia do pólen, interação pólen-pistilo e de viabilidade de embriões formados após a fertilização dos óvulos, são requeridos

Abstract: Among all different types of pollen aggregation, reported for 42 angiosperm families, polyads are of great interest, because they are reported for only four of these families and it is associated to a reduction on number of pollen grains per anther in a species. Among those four families, Leguminosae stands out because it is the most species-rich family and widely spread. In Leguminosae, polyads often occur in the subfamily Mimosoideae. This study highlighted new information on the origin, development and morphological diversity of the polyads, employing anatomic and ultrastructural analyses (Chapter 1); origin of pollen adhesive in Calliandra brevipes, sticky substance tipically found in Calliandra polyads, in addition to data on polyad origin and development (Chapter 2, already published); polyad morphology and fertility in polyembrionic species of Inga (Chapter 3); and a meticulous analysis of the peculiar morphology of Parkia polyads (Chapter 4). Polyads are peculiar and still not well-known structures, and this study aims to contribute with essential data for its origin and morphology understanding, and its functionality in the reproduction of species comprised by subfamily Mimosoideae, in Leguminosae. For a more complete understanding on the function, adaptive value and selection of these structures, that are restricted to certain groups of plants, studies are required on the physiology of pollen, pollen-pistil interaction and viability of embryos formed after fertilization of the ovules
Subject: Pólen
Pólen - Desenvolvimento
Polen - Morfologia
Pólen - Origem
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Capucho_LianaCarneiro_D.pdf7.31 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.