Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315533
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.CRUESPUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINASpt_BR
dc.identifier(Broch.)pt_BR
dc.descriptionOrientador: Ricardo Ribeiro Rodriguespt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologiapt_BR
dc.format.extent188p. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.typeDISSERTAÇÃOpt_BR
dc.titleO uso da regeneração natural (floresta estacional semidecidual e talhões de eucalyptus) como estrategia de produção de mudas e resgate da diversidade vegetal na restauração florestalpt_BR
dc.title.alternativeThe use of natural regeneration (seasonal semideciduous forest and eucalyptus plantations) as a strategy for production of seedlings and plant diversity improvement in ecological restoration programspt_BR
dc.contributor.authorViani, Ricardo Augusto Gornept_BR
dc.contributor.advisorRodrigues, Ricardo Ribeiropt_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual de Campinas. Instituto de Biologiapt_BR
dc.subjectFlorestas - Reproduçãopt_BR
dc.subjectMudaspt_BR
dc.subjectReflorestamentopt_BR
dc.subject.otherlanguageForests - Reproductionen
dc.subject.otherlanguageSeedlingsen
dc.subject.otherlanguageReforestationen
dc.description.abstractResumo: As plântulas são fundamentais para a manutenção das populações arbustivo-arbóreas. Em regiões tropicais estão normalmente representadas por um elevado número de espécies e indivíduos, ocorrendo não apenas em formações florestais nativas, mas também em sistemas florestais, cujas práticas de manejo possibilitam sua presença, como cultivos de Eucalyptus spp.. Por outro lado, reflorestamentos com espécies nativas voltados a restauração ecológica, muitas vezes contam com poucas espécies e não atendem a critérios mínimos de diversidade, dentre outros aspectos, pela baixa disponibilidade de espécies nos viveiros de produção de mudas. Assim, o objetivo geral desse trabalho foi avaliar o potencial de uso da regeneração natural (plântulas arbustivo-arbóreas = 30cm de altura) de remanescente de Floresta Estacional Semidecidual e de talhões de Eucalyptus spp, localizados em Bofete-SP, como estratégia de produção de mudas de espécies nativas e resgate da diversidade vegetal na restauração ecológica. No Capítulo 1, a avaliação da comunidade de plântulas na borda e no interior de remanescente florestal (10 parcelas de 4x4m em cada ambiente), indicou elevada diversidade. Além disto, as plântulas mostraram uma distribuição espacial agregada para a comunidade e para as principais espécies e uma correlação negativa entre densidade de indivíduos e altura. No interior e borda do remanescente foram encontradas, respectivamente, 118 espécies (243.625±142.945 indivíduos.ha-1) e 81 espécies (139.750±90.307 indivíduos.ha-1). Ambas as áreas contaram com várias espécies que são pouco comuns ou não utilizadas nos plantios de restauração ecológica. No Capítulo 2, o acompanhamento em remanescente florestal, de 80 parcelas (20 parcelas de 2x2m por tratamento) submetidas a diferentes tratamentos de retirada das plântulas (100% de retirada com e sem revolvimento posterior do solo, 50% de retirada sem revolvimento posterior do solo e testemunha sem retirada de plântulas), constatou uma marcada sazonalidade no recrutamento. Além disso, o revolvimento do solo não se mostrou como prática incrementadora da regeneração natural, provavelmente em função da cobertura vegetal da floresta estudada. Apesar das áreas submetidas à retirada de plântulas terem se mostrado capazes de auto-recuperação no tempo, o curto período de acompanhamento e a ocorrência de elevados níveis de recrutamento de pelo menos uma espécie (Protium spruceanum), dificultam a compreensão dos reais efeitos desta prática sobre a dinâmica de regeneração da floresta e demonstram a necessidade de novos estudos. No Capítulo 3, a avaliação da comunidade de plântulas (87 parcelas de 2x2m) sob plantios de Eucalyptus spp. encontrou 42 espécies e densidade média de 8.046 (± 2.295) indivíduos.ha-1, porém, com grande variação no número de indivíduos e espécies entre os talhões analisados. Em geral talhões com maior riqueza de espécies e densidade de regeneração natural (= 1,5m) foram também mais ricos e densos na comunidade de plântulas. No Capítulo 4 foi avaliada a sobrevivência em viveiro de plântulas transferidas do remanescente florestal (2.424 indivíduos, 110 espécies) e dos talhões de Eucalyptus spp. (280 indivíduos, 42 espécies). As taxas de sobrevivência foram respectivamente 69% e 66,8%, com grande variação entre as espécies; no entanto espécies pioneiras apresentaram taxa de sobrevivência significativamente maior que as não pioneiras. Muitas das espécies sobreviventes em viveiro não são encontradas nos viveiros florestais e certamente também estão ausentes nos plantios de restauração de áreas degradadas. Portanto, o aproveitamento da regeneração natural das áreas estudadas é uma estratégia complementar e viável de produção de mudas de espécies nativas, elevando a diversidade dos viveiros florestais. Sob os plantios florestais (áreas agrícolas, não protegidas pela legislação ambiental) o método pode ser utilizado, focado principalmente nas espécies que apresentam alta densidade na área, ou nas pouco comuns nos viveiros e plantios de restauração ecológica. Entretanto, em áreas naturais recomenda-se que a princípio este método seja executado apenas em situações que irreversivelmente envolverão a supressão da vegetação nativa, tais como autorizações para construção de estradas e hidrelétricas, atividades mineradoras, etcpt
dc.description.abstractAbstract: Seedlings are essential to the maintenance of shrubs and trees populations in tropical forests. They are usually represented by a high number of species and individuals; they occur not only in native forest formations, but also in forest systems whose management allows its presence possible, such as Eucalyptus spp. plantations. Generally, ecological restoration with native species usually does not reach the minimal diversity that is necessary. The low availability of native species in the nurseries seems to be one of the causes of this situation. This study evaluated the potential of natural regeneration (shrubs and trees seedlings with height = 30cm) of a Seasonal Semideciduous Forest fragment and Eucalyptus spp. plantations located in Bofete-SP, to produce seedlings of native species, as a strategy to rescue the plant diversity in the ecological restoration programs. In Chapter 1, the evaluation of the seedling community in the edge and interior of the forest fragment (10 plots of 4x4m in each environment) found high plant diversity. Moreover, the seedlings showed an aggregated spatial distribution in the community level and to the main species. A negative correlation between density of individuals and height were observed. In the interior and edge were found 118 species (243625±142945 indiviuals.ha-1) and 81 species (139750±90307 individuals.ha-1) respectively. In both areas, some species which are rarely found or absent in ecological restoration plantations were recorded. In Chapter 2, the monitoring in the forest fragment of permanent plots (2x2m) submitted to different treatments of removing seedlings (100% of seedlings removal, previously to soil revolving; 100% of seedlings removal and no soil revolving; 50% of seedlings removal without soil revolving, and control plots) revealed a strong seasonality on the recruitment process. Moreover, the soil revolving did not promote an improvement of the natural regeneration, probably due to the high level of forest covering in the studied area. Despite the capacity of areas to self-recuperate after removal of seedlings, the short monitoring time and the occurrence of high levels of recruitment to one species at least (Protium spruceanum), has brought difficulties to the understanding of the real effects of this practice on the dynamics of the forest regeneration, showing the necessity for new studies. In Chapter 3, the evaluation of the seedling community (87 plots of 2x2m) in Eucalyptus spp. plantations found 42 species and an average density of 8046 (± 2295 indivíduals.ha-1), but with a great variation in the numbers of individuals and species between the sites analyzed. Sites with higher density and species richness in the natural regeneration stratum (height = 1.5m) showed higher density and species richness in the seedling community either. In Chapter 4 the survivorship in the nursery of seedlings transplanted from the forest fragment (2424 individuals, 110 species) and Eucalyptus spp. plantations (280 individuals, 42 species) was evaluated. Seedlings survivorship (respectively 69% e 66.8%) was variable between species, however, pioneer species showed a survival rate significantly higher than non-pioneers. A lot of species that survived in the nurseries were never recorded in these places and certainly were absent in the restoration plantations of disturbed areas. Therefore, the natural regeneration could be used as a complementary and available strategy to produce seedlings of native species. In forest plantations (agricultural lands, not protected by environmental laws) this methodology could be used, mainly when focused in species with higher densities, as well as species that are less common in nurseries and have been scarcely found in ecological restoration programs. However, in natural forests, these practices should be recommended only in situations in which there were permission to build roads and hydroelectrics, mining activities, and so on, becoming an initiative to compensate the environmental impacten
dc.publisher[s.n.]pt_BR
dc.date.issued2005pt_BR
dc.identifier.citationVIANI, Ricardo Augusto Gorne. O uso da regeneração natural (floresta estacional semidecidual e talhões de eucalyptus) como estrategia de produção de mudas e resgate da diversidade vegetal na restauração florestal. 2005. 188p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/315533>. Acesso em: 4 ago. 2018.pt_BR
dc.description.degreelevelMestradopt_BR
dc.description.degreenameMestre em Biologia Vegetalpt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameSantos, Flavio Antonio Maës dospt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameTabarelli, Marcelopt_BR
dc.date.defense2005-11-07T00:00:00Zpt_BR
dc.date.available2018-08-04T19:36:42Z-
dc.date.accessioned2018-08-04T19:36:42Z-
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2018-08-04T19:36:42Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Viani_RicardoAugustoGorne_M.pdf: 2276190 bytes, checksum: 011893720115e5dc7fd5216c130b3bae (MD5) Previous issue date: 2005en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315533-
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Viani_RicardoAugustoGorne_M.pdf2.22 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.