Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315531
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Caracterização floristica e estrutural em areas abandonadas de agricultura itinerante em Cananeia, SP
Author: Batista, Flavia Regina de Queiroz
Advisor: Rodrigues, Ricardo Ribeiro
Abstract: Resumo: Este trabalho apresenta a caracterização florística, estrutural e edáfica, e discute a dinâmica de regeneração da vegetação em áreas de agricultura itinerante. Esse modelo de agricultura, para funcionar com sucesso, pressupõe regras dependentes do período de pousio e a intensidade das queimadas. O trabalho de campo foi desenvolvido no bairro São Paulo Bagre, em Cananéia, litoral sul do estado de São Paulo. A vegetação predominante na área é a Floresta de Restinga. Os moradores do bairro São Paulo Bagre identificam dois tipos de mata nas redondezas, a mata alta, ou mata de baixio, que não era usada para agricultura por passar grande parte do ano encharcada, e a mata baixa, localizada em terrenos livres de encharcamento durante todo o ano com solos arenosos, onde se costumava praticar a agricultura de coivara. Para a realização dos levantamentos deste estudo foram selecionados alguns destes locais que, segundo os moradores e observações durante o trabalho de campo, não sofrem inundações durante o ano. Nestes locais o solo é arenoso, com uma camada de húmus fina ou ausente. Foram coletadas amostras de solo e material botânico, em 12 clareiras de diferentes idades de pousio e abandono (10, 25, 35, e 60 anos) e diferentes estádios sucessionais. Em cada clareira foram estabelecidas 16 parcelas de 25m2. Os indivíduos amostrados foram identificados por espécie estimada a altura e medido o diâmetro (PAP_15cm) e agrupados em classes de diâmetro e de altura. Amostraram-se 44 espécies, das quais 5 não foram identificadas e 14 não foram amostradas por nenhum dos 6 estudos realizados em remanescentes florestais na região de Iguape-Cananéia. A amostragem florística por idade revelou que, apesar de uma grande parte do total de espécies não ter sido encontrada em clareiras de 10 anos, existem espécies pioneiras e não pioneiras em todas as idades. Não foi possível definir uma ou poucas espécies indicadoras de determinada idade de pousio. Foram calculadas a densidade de indivíduos, área basal, porcentagem de espécies raras, diversidade e eqüabilidade de espécies arbóreas em cada clareira usando o índice de diversidade de Shannon & Weaver e parâmetros fitossociológicos. Foram realizadas análises multivariadas de classificação e ordenação, para dados de presença e ausência, de abundância de espécies, e para características químicas e físicas de solos. As clareiras de 10 anos apresentaram riqueza de espécies bem menor que as demais. Os resultados das análises de vegetação e de solos foram coerentes, revelando grande heterogeneidade entre clareiras de mesma idade, mas com crescente complexidade de clareiras mais jovens para as mais antigas, e um gradiente em que clareiras de 10 e 60 anos estão em extremos opostos. A análise de correspondência canônica (CCA) revela que as variáveis de solo analisadas não explicam a heterogeneidade florística
Subject: Restingas
Regeneração (Biologia)
Sucessão ecológica
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: BATISTA, Flavia Regina de Queiroz. Caracterização floristica e estrutural em areas abandonadas de agricultura itinerante em Cananeia, SP. 2002. 75f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/315531>. Acesso em: 2 ago. 2018.
Date Issue: 2002
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Batista_FlaviaReginadeQueiroz_M.pdf3.72 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.