Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315441
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Levantamento floristico das especies de lianas da Estação Ecologica do Noroeste Paulista - São Jose do Rio Preto/Mirassol, SP, chave de identificação e diagnoses
Author: Rezende, Andreia Alves
Advisor: Ranga, Neusa Taroda, 1952-
Abstract: Resumo: As lianas são membros característicos das florestas tropicais, onde são abundantes e de grande importância ecológica. Apesar disso, tem sido negligenciadas em estudos florísticos e fitossociológicos. Este trabalho consiste em um levantamento das espécies de lianas, bem como, a apresentação de uma chave de identificação e diagnoses contendo informações gerais para o fácil reconhecimento das espécies e a época em que foram observadas com flor e/ou fruto. O trabalho foi desenvolvido na Estação Ecológica do Noroeste Paulista, São José do Rio Preto/Mirassol, SP (20º 48' 36" S e 49º 22' 50" W - 468m de altitude). Compreende cerca de 168,63ha, dentro da qual se encontram 3 fragmentos de vegetação descontínua, entremeadas por pastagens. O tipo climático da região, de acordo com Koeppen (1948), é Aw, considerado como tropical quente e úmido, com chuvas de verão e estiagem no inverno. Cada fragmento foi percorrido em toda a sua extensão, com incursões no interior e caminhadas na periferia da mata para a coleta de material botânico. Foram identificadas 105 espécies, sendo 99 de Magnoliopsida, pertencentes a 60 gêneros e a 22 famílias, e 6 de Liliopsida, pertencentes a 3 gêneros e 3 famílias. As famílias mais ricas em espécies foram Bignoniaceae (13), Sapindaceae (13), Fabaceae (11), Malpighiaceae (11), Apocynaceae (7) e Convolvulaceae (7), que representam 59% do total de espécies de lianas. Em geral, a porcentagem de lianas nos trabalhos florísticos ficaram em torno de 20% e, neste estudo, as lianas representaram 38%. Esta riqueza de espécies pode ser atribuída aos impactos antrópicos e naturais a que a vegetação da Estação Ecológica do Noroeste Paulista foi, e esta sendo, submetida

Abstract: Lianas are caracteristic, abundant and ecologically important members of tropical forest. Nevertheless, lianas have been negleted in floristics and phytossociologicals studies. The present work comprises a survey of lianas species occuring at The Estação Ecológica do Noroeste Paulista. It also incluqes an identification key to the species of lianas and for each of them a diagnoses and informations about the flowering/ fruiting period are given. The Estação Ecológica do Noroeste Paulista, São José do Rio Preto/Mirassol, SP (20º 48' 36¿ S e 49° 22' 50" W - 468 m de altitude), comprises an area of 168,43 ha, divided into 3 fragments of vegetation. The local climate, according to Koeppen (1948), is AW, with wet Summer and dry Winter. Each fragment of the Estação Ecológica was extensively surveyed. A number of 105 species were identified, 99 included in Magnoliopsida, distributed into 60 genera and 22 families and 6 included in Liliopsida distributed into 3 genera and 3 families. The families that presented the highest number of species were Bignoniaceae (13), Sapindaceae (13), Fabaceae (11), Malpighiaceae (11), Apocynaceae (7) e Convolvulaceae (7), representing 59% of the total of lianas species. Floristics surveys including lianas repport some 20% of species. In the present work it resulted in 38% which could be atributed to the disturbed conditon of the studied area
Subject: Comunidades vegetais
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1997
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Rezende_AndreiaAlves_M.pdf4.61 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.