Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315413
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Infecções parasitarias em creche : estudo em uma area urbana, com enfase em Cryptosporidium parvum e Giardia duodenalis
Author: Franco, Regina Maura Bueno, 1958-
Advisor: Cordeiro, Nelson da Silva, 1943-
Cordeiro, Nelson da S.
Abstract: Resumo: Protozoários intestinais têm distribuição cosmopolita. São importantes agentes patogênicos principalmente entre crianças que fteqientam creches. No caso das crianças brasileiras, os fatores de risco relacionados com a ocorrência das infecções por protozoários intestinais no âmbito das creches, não foram ainda estudados. Para tanto, realizou-se um levantamento parasito lógico e epidemiológico em 13 creches urbanas no município de Campinas, SP, Brasil, com o objetivo de determinar a prevalência de protozooses intestinais entre as crianças e os funcionários. Fatores de risco que possibilitam a aquisição de Giardia duodena/is e Cryptosporidium parvum foram estudados. Os fatores de risco investigados foram as variáveis relacionadas às características das creches, ao histórico familiar e condições sócio-econômicas das crianças. Numa análise inicial, o Risco Relativo (=Razão de Prevalência) e os limites de confiança de cada variável foram primeiramente estimados. Ajustamento por meio de Análise de Regressão Logística foi utilizado para detectar quais variáveis permaneceram estatísticamente associadas com protozoários entéricos. Foram realizados exames de fezes (colhidas 3 amostras fecais por indivíduo) em 307 crianças (com idade entre 2-42 meses) que fteqiientaram creches e em 134 funcionários. Os exames fecais revelaram 55 crianças (17,91%) com os seguintes protozoários: 31 (10,09%) com G. duodena/is; 17 (5,53%) com C. parvum e 5 (1,62%) com outros protozoários intestinais, comensais ou patogênicos. Infecção concomitante envolvendo G. duodena/is e C. parvum foi observada em 2 crianças (0,65%). Teste estatístico não revelou significância estatística entre infecção por G. duodena/is e sexo da criança (z= -0,573) ou ocorrência de diarréia (z= 1,47). Casos de giardiose foram mais fteqientes após 24 meses de vida (z= -2,703; p=O,0032). Não houve significância estatística entre criptosporidiose e sexo (z= - 0,078) ou idade das crianças (z= 1,21). Entretanto, diarréia foi indicativa de parasitismo por C. parvum (z= 5,919). A proporção de creches com uma ou mais crianças infectadas foi de 46,15% (n=6) para C. parvum e 69,23% (n=9) para G. duodena/is. Entre os funcionários, 22 (16,41 %) mostraram positividade para protozoários parasitos e comensais. Somente 8 variáveis permaneceram estatísticamente associadas com parasitos entéricos, após a aplicação do modelo de Regressão Logística. Tempo de freqüência à creche há mais de 6 meses, histórico de giardiose familiar, contato com animais de fazenda, foram as variáveis significativamente associadas à infecção por G. duodena/is. Para C. parvum, os seguintes fatores de risco foram identificados: tipo da creche, proftssão dos pais ligada à área de saúde, doença concomitante excetuando-se diarréia, ingestão de leite não pasteurizado e número de movimentos intestinais por dia durante episódio de diarréia

Abstract: Enteric protozoa have a worldwide distn1mtion. These organisrns are important pathogens in child day-care centres. For brazilian children, risk factors for the occurrence of protozoa infections in day-care settings were not yet studied. A parasitological and epidemiological survey was realized in 13 day-care centres (=DCCs) in a urban area at the municipality of Campinas, São Paulo State, Southeast Brazil to determine the prevalence of enteric protozoa in the children and staff members. Risk factors for G. duodenalis and C. parvum infections among these children were studied. These investigated risk factors wer_ some variables related to the DCCs characteristic and to the child 's history. By initial analysis the relative risk (= ratio of prevalence) and its confidence limits of each variable were first estimated. Adjustment by means of logistic regression analysis was utilized for detect which variables were associated with these protozooses. Stool examinations (3 faecal samples) of 307 children (2-42 months aged) enrolled in DCCs and 134 staff members were carried out. Faecal analysis showed 55 children (17,91 %) with the following parasites: 31 (10,09%) with G. duodenalis, 17 (5,53%) with C. parvum and 5 (1,62%) with other intestinal protozoal parasites. Mixed infection with 2 parasites (G. duodena/is and C. parvum) was observed in 0,65% of the children. There was no significative difference on sex of the child (z= -0,573) or diarrhoea and G. duodena/is infection (z= 1,47). Giardiosis were more frequently in children older than 24 months (z= -2,703; p=0,0032). Also there was no difference between rates of infections by C. parvum and sex (z= -0,078) or age of the children (z=1,21), although diarrhoea showed significance (z=5,919). The proportion of DCC facilities with one or more infected children was 46,15% (n=6) for C. parvum and 69,23% (n=9) for G. duodenalis. Among day-care staff, 22 (16,41%) showed positivity for parasites and commensal protozoa. After aplication of the 10gistic regression mode}, only 8 variables remained statistically associated with enteric parasites. Familiar history of G. duodenalis infections, attendance of DCC for more than 6 months, contact with farm animals were significantly related to G. duodena/is infections. For C. parvum, the following risk factors were identified: type of DCC, profissional status of parents, concomitant disease exceptually diarrhoea, ingestion of unpasteurized cow milk and number of intestinal movements per day during the diarrhoeal disease
Subject: Doenças parasitarias - Fatores de risco
Creches
Giardia
Cryptosporidium parvum
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: FRANCO, Regina Maura Bueno. Infecções parasitarias em creche: estudo em uma area urbana, com enfase em Cryptosporidium parvum e Giardia duodenalis. 1996. 105f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/315413>. Acesso em: 21 jul. 2018.
Date Issue: 1996
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Franco_ReginaMauraBueno_D.pdf4.84 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.