Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315297
Type: TESE
Title: Padrões de pigmentação e influência de fatores hormonais na pigmentação da corona de Passiflora spp. (Passifloraceae)
Title Alternative: Pigmentation patterns and influence of hormonal factors on the pigmentation of Passiflora spp. (Passifloraceae) corona
Author: Bello, Carolina Cassano Monte, 1987-
Advisor: Dornelas, Marcelo Carnier, 1970-
Abstract: Resumo: A grande diversidade floral presente entre as espécies de Passiflora é o produto de diversas adaptações à grande variedade de polinizadores. A presença de um verticilo de filamentos denominado corona, entre os verticilos de pétalas e estames, é uma das principais características florais em Passiflora. Estes filamentos são de fundamental importância na interação com polinizadores e suas características (tamanho, forma, cor) estão sob forte pressão de seleção. A coloração dos filamentos da corona pode ter a mesma pigmentação do perianto, ou possuir cores contrastantes. Geralmente esta pigmentação é dada pela presença de antocianinas, garantindo um grande espectro de cores para as flores. Com frequência há uma distribuição diferencial dos pigmentos ao longo dos filamentos da corona. O estudo desta distribuição diferencial dos pigmentos permitiu a identificação de pelo menos 5 tipos de padrões de pigmentação da corona em Passiflora, sendo eles: "dégradée", bandeado e ponteado, bem como pigmentação uniforme e ausência aparente de pigmentação. Devido à grande importância da pigmentação da corona para o sucesso reprodutivo em Passiflora, propôs-se estudar a influência hormonal no processo de pigmentação desta estrutura. Pretendeu-se identificar o efeito da concentração de auxinas (por meio da aplicação de diferentes concentrações de ácido 2,4-diclorofenoxiacético, 2,4-D, e um inibidor do transporte polar de auxina, o ácido naftil-ftalâmico, NPA) e de giberelinas (por meio da aplicação de diferentes concentrações de ácido giberélico, GA3, e de um inibidor de sua síntese, o paclobutrazol, PACLO) na pigmentação de filamentos da corona em desenvolvimento das espécies de P. edulis, P. morifolia e P. suberosa, sendo os tratamentos hormonais realizados in vitro e in planta. Após as aplicações hormonais, os pigmentos florais foram analisados por espectrofotometria UV-vis. A aplicação de GA3 causou aumento da pigmentação floral e a aplicação de um inibidor de sua síntese, PACLO, causou a redução da pigmentação. A Aplicação de auxina (2,4-D) e um inibidor do seu transporte polar (NPA) tiveram efeitos similares no sentido da redução da pigmentação. Determinou-se o padrão de expressão, mediante RT-PCR e hibridização in situ, do gene MYB-R2R3/PACEPS7022E07 de P. suberosa, potencialmente envolvida na modulação da síntese de antocianinas, e demonstrou-se que o mesmo é expresso preferencialmente em órgãos florais

Abstract: The floral diversity present in the species of Passiflora is the product of several adaptations to the wide variety of pollinators. The presence of a whorl of filaments called corona, between the whorls of stamens and petals, is a major floral trait in Passiflora. These filaments are of fundamental importance in the interaction of pollinators and their characteristics (size, shape, color) are under strong selective pressure. The pigmentation of the corona filaments might have the same color of the perianth, or have contrasting colors. Generally the pigmentation is given by the presence of anthocyanins, ensuring a wide range of colors for the flowers. Often there is a differential distribution of pigment throughout the corona filament. Studying a variety of patterns of corona pigmentation, it was established that there are at least 5 types of pigmentation patterns in Passiflora: "dégradée", stripped and dotted, as well as uniformly pigmented and non-pigmented. Due to the great importance of the corona pigmentation for the reproductive success in Passiflora, we proposed to study the influence of hormones on the pigmentation process of this structure. In order to identify the effect of the application of auxins (through different doses of 2,4-dichlorophenoxyacetic acid, 2,4-D, and of the inhibitor of auxin polar transport, naphthyl ftalamic acid, NPA) and gibberellins (through the application of different doses of gibberellic acid, GA3, and its synthesis inhibitor, paclobutrazol, PACLO) in pigmentation of corona filament developing of species P. edulis, P. morifolia and P. suberosa, and hormonal treatments performed in vitro, in cultured corona filaments, and in planta spraying floral buds. For the verification of the effect of hormone applications, the flower pigments were analyzed by spectrophotometer UV-vis where only GA3 caused increased floral pigmentation contrary to PACLO, which caused the reduction of pigmentation. The auxin 2,4-D and an inhibitor of polar auxin transport, NPA had the same effect, reducing the floral pigmentation. We determined the pattern of expression (by RT-PCR and in situ hybridization) of the R2R3-MYB/PACEPS7022E07 gene of P. suberosa, potentially involved in the regulation of anthocyanin synthesis, demonstrating that it is expressed preferentially in floral organs
Subject: Passiflora
Genes myb
Pigmentação
Antocianinas
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2013
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Bello_CarolinaCassanoMonte_M.pdf4 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.