Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315217
Type: TESE
Title: A florula vascular da reserva indigena São Jeronimo, São Jeronimo da Serra- Parana : subsidios para conservação da vegetação
Author: Furlanete, Karina Lane Vianei Ramalho de Sá
Advisor: Yamamoto, Kikyo, 1954-
Abstract: Resumo: O município de São Jerônimo da Serra (23°43' S e 50°45' W) localiza-se na fronteira entre o Segundo e o Terceiro Planaltos Paranaenses onde predomina uma morfologia bastante acidentada. A topografia e a baixa fertilidade dos solos somadas à existência de duas Reservas Indígenas e de um Parque Estadual, indicam o potencial para a manutenção de fragmentos de vegetação nativa que ainda podem ser encontrados no município. O estudo da vegetação no estado do Paraná é especialmente importante por compreender áreas de confluência de formações fitogeográficas tropicais e subtropicais do Brasil. Em particular, na região onde se localiza o município de São Jerônimo da Serra, observa-se uma transição entre a Floresta Ombrófila Mista (regiões subtropicais) e a Floresta Estacional Semidecidual (regiões tropicais). Além disso, há pequenos enclaves de Savana, tipo vegetacional de ocorrência bastante restrita no estado, onde se localiza o limite meridional deste bioma. Levando em consideração a importância biológica desta região, a forte pressão antrópica que ela vem recebendo e a necessidade de conhecimento urgente a respeito da vegetação remanescente do estado do Paraná, teve início o estudo do remanescente vegetal da Reserva Indígena São Jerônimo. Este estudo visou o conhecimento da composição da flórula vascular e da sua distribuição nos diferentes ambientes da área, com vistas ao fornecimento de subsídios para a conservação e posteriores ações de manejo da vegetação desta região. Foram etapas deste trabalho: (1) Levantamento do acervo do Herbário FUEL das espécies registradas para a área; Levantamento florístico intensivo de todas as espécies vasculares ocorrentes na Reserva através de coletas quinzenais no período de um ano; (2) Identificação das espécies e elaboração de um check list; (3) Análise da composição florística local em comparação com as flórulas vasculares conhecidas (dados de literatura) do estado do Paraná e de outros estados adjacentes, na medida das possibilidades (compatibilidade de dados); (4) Mapeamento e caracterização das fitofisionomias na área: descrição dos ambientes incluíndo análises químicas preliminares de amostras de solo e delineamento dos perfis de vegetação; (5) discussão sobre possíveis problemas ou propostas para conservação de seus fragmentos de vegetação nativa e correlação entre as práticas utilizadas pela comunidade para sua sobrevivência e o reflexo destas na cobertura vegetal da Reserva. Apesar de degradada, a área da Reserva Indígena São Jerônimo ainda apresenta um conjunto de espécies vegetais que contribuem para uma flórula diferenciada. Foram listadas 343 espécies em 225 gêneros e 85 famílias. As famílias de maior representatividade específica foram: Leguminosae s. l. (39), Asteraceae (27), Myrtaceae (23) e Poaceae (18). De acordo com o hábito, aproximadamente 56% das espécies são lenhificadas e 44% são não-lenhificadas. As espécies distribuem-se por quatro ambientes: (1) O enclave savânico identificado como Savana Arborizada ou Cerrado sensu stricto, com estrato herbáceo contínuo e lenhoso composto por partes quase iguais de arbustos e árvores dispersos. (2) O remanescente florestal, formação mista com uma matriz de Floresta Estacional Semidecidual e elementos de Floresta Ombrófila Mista. (3) As capoeiras - resultantes da perturbação dos remanescentes florestal e savânico; cerca de 15% das espécies registradas na Reserva são descritas como invasoras na literatura. (4) Os brejos são pequenas áreas onde o terreno permanece úmido ou encharcado permanentemente e ocorre predominância de vegetação herbácea higrófila - poucas espécies com muitos indivíduos. A flórula da Reserva é composta de muitos elementos que ocorrem em pelo menos quatro unidades fisionômicas importantes do Sudeste/Sul do país: Florestas Estacional Semidecidual, Ombrófila Densa, Ombrófila Mista e também da Savana e Estepe Gramíneo-Lenhosa. Das espécies citadas nas comparações com outros estudos, 24 espécies ocorreram em pelo menos quatro das cinco unidades fisionômicas e 83 espécies ocorreram em apenas uma unidade fisionômica. Apesar dos problemas de degradação da vegetação que a área de estudo sofre, ainda assim é visível o potencial que a Reserva São Jerônimo (e possivelmente outras áreas indígenas também) têm para a manutenção de remanescentes vegetais, pois a vegetação é alterada de forma mais gradual e até mais amena que nas propriedades rurais do município

Abstract: The municipality of São Jeronimo da Serra (23o 43' S and 50o 45' W) is located on the frontier between the Second and the Third Paranaense Plains where predominate a very accident morphology. The topography and the low fertility of the soils allied to the existence of two Indigenous Reserves and a State Park, indicate the potential of maintenance to the native vegetation fragments that can still be found there. The study of the vegetation at the State of Paraná is specially important because it comprehend confluences areas of tropical and subtropical phytogeography formations on Brazil. In particular, the region where its located São jeronimo da Serra, it observes a transition between the Mixed Broad-Leaf Forest (subtropical regions) and the Seasonal Semideciduous Forest (tropical regions). Moreover, there are small Savanna areas, a vegetation kind of very restrict occurence in the State, where is located the meridional limit of this biome. Considering the biologic importance of this region, the antropic strenth that it's been reciving and the urging necessity of knowing about the remaining vegetation of the Paraná State, we started the study of the remaining vegetation at São Jeronimo's Indigenous Reserve. This study sought for knowing the compound of vascular flora and it's distribution on differents ambients on the range, looking for supplying the subisidy for conservation and later actions on vegetation management for this region. The duty had the stages: (1) survey the herbarium FUEL lot about the registred species to the area; intensive floristic survey about all the vascular species found on the Reserve throught fortnightly collects in a year; (2) Species identification and a check list elaboration; (3) Local floristic composition analysis in comparison with the vascular floras known (bibliography data) on the Paraná State and the others adjacents states, as it is possible (data compatibility); (4) area scanning and phytophysiognomy features; ambiente descripton including preliminary soil chemical analysis and vegetation profile sketching; (5) to debate possible issues or proposals to the conservation of it's native vegetation fragments correlated with the comunity uses and the vegetation influences on the Reserve. In spite of the degradation, São Jeronimo's Indigenous Reserve shows a group vegetal species that contribute to a distinct flora. It were listed 343 species, on 225 genera and 85 families. The biggest families representation specified were: Leguminosae s. l. (39), Astaraceae (27), Myrtaceae (23) and Poaceae (18). About 56% of the species are woody species and 44% are non-woody species. The species are distributed for four ambients: (1) The savanic vegetation identified as ¿Savana Arborizada¿ or ¿Cerrado sensu stricto¿, with continuous herbaceous stratum and woody stratum with equal parts of shrub and dispersal trees. (2) The florestal remaining is formed by a mould of Seasonal Semideciduous Forest with lot of elements from Mixed Broad-Leaf Forest. (3) The bruswood/degraded areas - resulting from florestal remaining and savanic vegetation disturbing; about 15% of species registered on the Reserve are descriminated as common weeds in the literature. (4) The swamps are small areas where the ground keep unchangeable moist or flooded, and have the predominance of hygrophyillous herbaceous vegetation - little species with lots of individuals. The Reserve flora is compounded with lots of elements that occured in at least four importants phytophysiognomies on the southeast/south of the country: Seasonal Semideciduaous Forest, Dense Broad-Leaf Forest, Mixed Broad-Leaf Forest and still on the Savanna and Native Grassland. From the listed species compared with others studies, 24 showed wide distribution features and 83 showed limited distribution features to the phytophysiognomies analysed. Althought the vegetation degradation suffered by the area, nevertheless is clear the potencial that São Jeronimo Reserve (and possibly the another Indigenous Areas too) has to vegetation leftover maintenance, therefore the vegetation is changed on a more gradual form then on rural properties in the municipality
Subject: Savanas
Conservação ambiental
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2004
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Furlanete_KarinaLaneVianeiRamalhodeSa_M.pdf1.09 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.