Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315198
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Estudo de um potyvirus isolado de especies de Crotalaria
Author: Freitas, Daniele Scandiucci de
Advisor: Vega, Jorge, 1945-
Abstract: Resumo: Foi estudado um vírus, preliminarmente considerado da família Potyviridae, infectando em condições naturais duas espécies de crotalária, nas quais induz sintomas de mosaico. O vírus foi denominado vírus do mosaico da crotalaria (VMCr). Foram analisados os seguintes aspectos: círculo de hospedeiras, propriedades "in vitro", transmissão por afídeos e pela semente, formas de transmissão mecânica, citopatologia, purificação, relações serológicas com outros potyvirus e massa da proteína do capsídeo. O círculo de hospedeiras ficou restrito a espécies da família Legumínosae, sendo uma das hospedeiras características Phaseolus vulgarís. 'Preto G-2', espécie na qual induz necrose local seguida de necrose sistêmica. As propriedades in vitro apresentaram valores dentro da faixa dos potyvirus. Foi demonstrada a transmissão pelos afídeos Aphis gossypíi, Myzus persicae e M. nicotíanae e com menor eficiência por lámina cortante. A transmissão mecânica convencional teve eficiência de cerca de 80%. Não foi observada transmissão pela semente. Foram observadas inclusões através de microscopia de luz, e caracterizada por microscopia eletrônica: elas são formadas por estruturas do tipo "cata-vento" e feixes ou rolos características dos potyvirus. O protocolo de purificação empregado apresentou baixo rendimento. Na comparação serológica através do teste de EllSA foi verificada relação com o vírus do endurecimento dos frutos do maracujá isolado no Brasil (VEFM). Utilizando anti-soro para esse vírus foi detectado o VMCr pela técnica PTA-ELlSA e western-blot. Através deste último método foi estimada a massa molecular relativa da proteína capsidial em 37 kDa. Considera-se que o VMCr seja um isolado do VEFM que tem evoluído no sentido de infectar principalmente leguminosas. Dados recentes da literatura indicam que o VEFM isolado no Brasil seria mais próximo ao vírus do maracujá isolado em África do Sul, diferente do VEFM. Isto provavelmente explicaria a divergência dos resultados aquI apresentados, no referente à morfologia das inclusões citoplasmáticas, dos relatados para o VEFM em outros países

Abstract: A virus isolated from Grata/aria species showing the mosaic symptom, preliminarily identified as a potyvirus, was studied. The virus was named Crotalaria mosaic virus. The characteristics studied were: host range, "in vitro" properties, transmission by aphids, seed transmission and different meehanieal transmission methods, eytopathology, serologieal relation with other potyviruses and molecular mass of the capsid protein. The host range is limited to speeies of the Leguminosae family and one eharacteristie host is Phaseo/us vulgaris 'Preto G-2', whieh shows local neerosis followed by systemie neerosis. The "in vitra" properties parameters were similar to the values reported for most potyviruses. Transmission of the virus by Aphis gossypíi, Myzus persicae e M. nicotíanae was demonstrated. Mechanieal transmission was effieient (80% transmission), and transmission by knife blade also was possible but with lowefficieney. Seed transmission was not observed. intracellular inelusions observed by light and electron microscopy were pinwheel and seroll type. The purifieation of the virus was possible with the proeedure used but virus yield was poor. Comparisons by PT A-ELlSA tests showed serologieal relation with the Brazilian isolate of passion-fruit woodiness virus (PWV). Using antiserum against PWV was possible to deteet erotalaria mosaie virus by PT A-ELlSA and western-blot. The relative molecular mass of the capsid pratein was estimated to be 37 kDa. Probably erotalaria mosaie virus is a strain of PWV that evolved toward a narrow host range of speeies mainly belonging to the Leguminosae family. Reeent reports indicate that most Brazilian isolates of PV'N are more related to the South African Passion-fruit virus, differing from standard type PWV. This fact may explain the differences observed in the morphology of cytoplasmic inclusions from data reported for PV
Subject: Leguminosa
Vírus
Fitopatologia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: FREITAS, Daniele Scandiucci de. Estudo de um potyvirus isolado de especies de Crotalaria. 2000. 52f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/315198>. Acesso em: 26 jul. 2018.
Date Issue: 2000
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Freitas_DanieleScandiuccide_M.pdf13.14 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.