Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315181
Type: TESE
Title: Floristica e caracterização das comunidades vegetais da planice costeira de Picinguaba, Ubatuba-SP
Author: Assis, Marco Antonio de
Advisor: Semir, João, 1937-
Abstract: Resumo: No presente estudo buscamos um melhor conhecimento florístico e delimitação mais precisa das diversas comunidades que compõem o complexo de vegetação nas planícies costeiras da zona costeira do Litoral Sudeste, mais especificamente em Picinguaba. Essa planície possui cerca de 8 Km2, situada no município de Ubatuba, litoral extremo norte do estado de São Paulo, (23°20'-23°22'S 144°48'-44°52'W), e faz parte de uma Unidade de Conservação do Parque Estadual da Serra do Mar. Essa região litorânea caracteriza-se pela ocorrência descontínua de pequenas baías e praias estreitas, intercaladas pelos avanços da Serra do Mar. O clima regional é do tipo tropical úmido (Af), apresenta temperatura média acima de 18°C e índice pluviométrico médio anual acima de 2.200 mm, não havendo estação com déficit hídrico. A vegetação é constituída por um complexo de comunidades, cujas diversificações se relacionam às variações fisiográficas, edáficas e de drenagens da planície. Para a seleção das comunidades que foram estudadas nos baseamos em observações feitas em campo e em mapeamentos de unidades fitoecológicas e geomoriológicas desta mesma planície. Para a análise florística geral da planície consideramos a coleção Flórura de Picinguaba do HRCB, com ca. de 3.000 exsicatas. Comparamos os resultados desta análise com outros 5 estudos mais abrangentes do Litoral Sudeste brasileiro, utilizando o coeficiente de similaridade de Sorensen e análise de agrupamento. Consideramos esse mesmo procedimento de comparação para 5 trechos de florestas, que foram amostrados através de parcelas (10x10m), onde incluímos os indivíduos de DAP <_ a 5cm. Estas 5 áreas foram comparadas entre si e com outros estudos realizados para o Litoral Paulista. Num outro trecho de floresta, denominado de "caxetal" , amostramos todas as plantas, independente da medida de circunferência de caule, e estes resultados foram comparados com outros estudos desenvolvidos em áreas de "caxetais". As formações que reconhecemos e caracterizamos foram: Formação Herbácea de Ante-Dunas Costeiras, Formação Arbustiva Esclerófila de Dunas Costeiras, Campo Brejoso de Planície Costeira, Manguezal e Formações Florestais. Estas últimas foram diferenciadas pelas características florísticas e estruturais entre si, consoantes com o gradiente ambiental existente na planície, sendo denominadas: Floresta Esclerófila de Duna Costeira, Floresta Paludosa Periodicamente Inundada de Planície Costeira, Floresta Ripária de Planície Costeira, Floresta Pluvial Atlântica de Planície Costeira e Floresta Pluvial Atlântica Baixo Montana. Além dessas, a Floresta Paludosa Permanentemente Inundada de Planície Costeira, o " Caxeta I" , apresentou aspectos específicos, como a baixa diversidade, a ampla dominância de "caxeta" e o elevado potencial de reprodução vegetativa desta espécie, da qual a maioria das outras plantas dependem como apoio para estabelecimento. A comparação entre o presente estudo e outros trabalhos florísticos nas planícies costeiras do Litoral Sudeste, demonstrou valores de similaridade relativamente baixos entre si, indicando a ocorrência de espécies com exclusividade para essas áreas, tornando mais clara a necessidade e importância de seus estudos e preservação

Abstract: In the present study, we examine a better floristic, base of the severa I communities better delimited that compose the vegetation complex of the coastal plain of Picinguaba. That plain possesses about 8 Krn2, situated in the township of Ubatuba, northern coast of the State of São Paulo, (23°20'-23°22'S /44°48'-44°52'W). This area is a Unit of Conservation of the State Park of the Serra do Mar. The coastal area is characterized by a discontinuous occurrence of small bays and narrow beaehes, inserted within the Serra do Mar. The regional climate is humid tropical (Af), and presents a mean annual temperature above 18°C and an annual rainfall greater than 2,200 mm, evenly distributed throughout the year. The vegetation is a complex of communities, whose diversification depends upon geomorphologic and pedological variations and upon the drainage dynamics of the plain. Communities selected to be studied was based upon field observations and phytoeeological and geomorphologic mapping. The general floristie analysis of the plain was based upon the floral eolleetion of Pieinguaba in the HRCB, with approximately 3,000 sheets. Results of this analysis were compared with 5 other studies of the Brazilian Southeast Coast, using the Sorensen similarity coefficient and cluster analysis. This procedure compared 5 forest areas that had been plot (1 Ox1 Om) sampled and included individuals of DBH<- for 5em. These 5 areas were eompared with each other and with other studies of the Coast of São Paulo. In another forest, denominated of "caxetal", whole plant sampling, independent of stem circumference was performed, and these results were compared with others from areas of "caxetais". The formations reeognized and eharacterized were: Herbaeeous Vegetation of Coastal Dunes, Selerophyllous Serub Vegetation of Coastal Dunes, Swamp Grassland Vegetation of the Coastal Plain, Mangroves and Forest. The latter were differentiated by the characteristic floristic and structure, being denominated: Sclerophyllous Forest of Coastal Dune, Periodically Flooded Swamp Forest of the Coastal Plain, Riparian Forest of the Coastal Plain, Atlantic Pluvial Forest of the Coastal Plain and Low-Iand Atlantic Pluvial Forest. In addition to these, the Permanently Flooded Swamp Forest of the Coastal Plain, or "Caxetal", presented a low diversity, high dominance of "caxeta" and a high vegetative reproduction potential of this species, of which most of the other species depend on as support for establishment. The comparison between the present study and floristic studies in the coastal plains of the Southeast Coast, revealed relatively low similarity values, indicating the restricted species occurrence in these areas. This highlights the need and importance of further studies for its conservation
Subject: Levantamento florístico
Comunidades vegetais
Ecologia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1999
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Assis_MarcoAntoniode_D.pdf14.81 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.