Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315051
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.CRUESPUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINASpt_BR
dc.descriptionOrientador : Gil M. Felippept_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologiapt_BR
dc.format.extent90f. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.typeDISSERTAÇÃOpt_BR
dc.titleGerminação de Stylosanthes macrocephalapt_BR
dc.contributor.authorSilva, Jose Carlos Sousapt_BR
dc.contributor.advisorFelippe, Gil Martins, 1934-pt_BR
dc.contributor.advisorFelippe, Gil M.pt_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual de Campinas. Instituto de Biologiapt_BR
dc.contributor.nameofprogramPrograma de Pós-Graduação em Ciências Biológicaspt_BR
dc.subjectEstilosantept_BR
dc.subjectLeguminosapt_BR
dc.description.abstractResumo: A espécie Sylosanthes macrocephala é uma das opções de forrageiras promissoras para a agropecuária na região dos Cerrados. O objetivo do trabalho foi estudas a germinação de Stylosanthes macrocephala devido à inexistência de estudos sobro o assunto. Foram estudados: a embebição de frutos e sementes; o efeito de temperaturas constantes e alternadas em luz e escuro na germinação de frutos e sementes; o efeito de choques de temperatura alta e baixa na germinação de sementes e frutos, a germinação de sementes cujos frutos foram armazenados a ¿15,4 e '25GRAUS¿C; o efeito de reguladores de crescimento na germinação se sementes; o efeito de vermelho e vermelho wxtremo na germinação de sementes; o efeito de escarificação e a viabilidade de sementes. A embebição de Stylosanthes macrocephala é rápida tanto no fruto quanto na semente, embora a porcentagem de embebição as semente seja maior que a do fruto. A germinação da semente de Stylosanthes macrocephala começa a ocorrer depois de 12 horas de embebição na luz. A germinação dos frutos sempre foi baixa em todas as condições testadas. Foi veridicada a viabilidade de semente em frutos intactos e conclui-se que a baixa germinação de frutos intactos é devido à falta de sementes viáveis dentro deles. A germinação de sementes sob temperaturas constantes ocorreu entre 10 e '45GRAUS¿C tanto na luz como no escuro...Observação: O resumo, na íntegra, poderá ser visualizado no texto completo da tese digitalpt
dc.description.abstractAbstract: Not informed.en
dc.publisher[s.n.]pt_BR
dc.date.issued1984pt_BR
dc.identifier.citationSILVA, Jose Carlos Sousa. Germinação de Stylosanthes macrocephala. 1984. 90f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, [SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/315051>. Acesso em: 16 jul. 2018.pt_BR
dc.description.degreelevelMestradopt_BR
dc.description.degreedisciplineBiologia Vegetalpt_BR
dc.description.degreenameMestre em Ciências Biológicaspt_BR
dc.date.defense1984-01-29T00:00:00Zpt_BR
dc.date.available2018-07-16T06:20:08Z-
dc.date.accessioned2018-07-16T06:20:08Z-
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2018-07-16T06:20:08Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Silva_JoseCarlosSousa_M.pdf: 4290308 bytes, checksum: f17b670247f749a96c675a58a736243d (MD5) Previous issue date: 1984en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315051-
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Silva_JoseCarlosSousa_M.pdf4.19 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.