Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/314980
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Resposta tissular em infecções por Fasciola hepatica em Lymnaea viatrix. Epidemiologia da fasciolose no gado bovino da provincia de valdivia, Chile
Author: Franjola Tepper, Jorge Blas Ladislao
Advisor: Magalhães, Luiz Augusto, 1932-2017
Abstract: Resumo: Fasciola hepatica é um parasito que tem como habitat os duetos biliares de animais herbívoros e onívoros e apresenta um ciclo biológico indireto, tendo como hospedeiro intermediário um molusco pulmonado, cuja espécie, no Chile, é Lymnaea viatrix. Na presente investigação estudou-se a resposta tissular de L. viatrix frente à infecção por Fasciola hepatica. Nesta investigação foram realizadas observações histológicas nas primeiras 72 horas após a infecção. A reação tissular iniciou-se às 48 horas após a infecção. Às 72 horas, observou-se um esporocisto morto decorrente de sua encapsulação. Realizou-se, também, um estudo epidemiológico da fasciolose na Província de Valdivia, Chile, detectando-se uma prevalência de 30,9% de animais infectados entre os comprados e beneficiados pelo matadouro da cidade de Valdivia. Em 1997, os meses que apresentaram maiores taxas de infecção foram março, abril, setembro e outubro. As localidades de Puerto Nuevo, Pichoy, Calle-Calle e Antilhue apresentaram as percentagem mais elevados de fasciolose bovina, apesar do Rio Bueno ter apresentado o maior número de gado bovino parasitado (2297). Entre os bovinos infectados, os novilhos machos apresentaram o maior grau de infecção. A pesquisa incluiu o estudo sobre a presença de L. viatrix na Província de Valdivia. Para tanto, foram visitados 53 campos, sendo que em 28 deles foi obtido terra para a pesquisa do molusco. O resultado desta investigação foi negativo devido ao período de estiagem. Foram encontrados moluscos naturalmente parasitados apenas no campo da Universidade Austral do Chile (3,3%). L. viatrix utilizadas no laboratório foram obtidas em um campo de Isla Teja, pertencente a Universidade Austral do Chile. Observou-se que este molusco tem como habitat o Iodo, no qual se reproduz e se alimenta provavelmente de microalgas, principalmente do gênero Lyngbya. Demostrou-se também que L. viatrix é o hospedeiro intermediário de F. hepatica na região estudada. Os exemplares de L. viatrix coletados no campo e obtidos em laboratório apresentaram-se menores do que os descritos por Paraense, entretanto a próstata destes moluscos era proporcionalmente maior

Abstract: The adult trematode Fasciola hepatica lives in the bile ducts of herbivorous and omnivorous animais realizing an indirect life cycle for its complete development. The intermediate host is a pulmonate snail of the genus Lymnaea. In Chile, Lymnaea viatrix is the main intermediate host. The tissue response and histological modifications of L. viatrix against the infection of Fasciola hepatica miracidia during the first 72 hours of infection were observed in the present investigation. The tissue reaction started 48 hours after infection. A dead sporocyst was observed 72 hours after infection due to its encapsulation. Epidemiological study of fascioliasis was also performed in the Province of Valdivia, Chile, in 1997. The prevalence of 30.9 percent of infected animais was detected among those bought and processed in the slaughter-house of the city of Valdivia. The highest rate of fasciolosis were observed in March, April, September and October. Puerto Nuevo, Pichoy, Calle-Calle and Antilhue showed highest percentages of bovine fascioliasis although Rio Bueno presented the greatest number of infected cattle (2297). Among the cattle, male calves had the highest degree of infection. LField survey of L. viatrix was performed in 53 sites of the Province of Valdivia. From ali the sites visited only in 28 of them, samples of earth were collected for snail search. L. viatrix were not found in any of these sites probably due to the dry survey period. Snails naturally infected with F. hepatica larvae were found in the field of the Austral University of Chile (3.3%). L. viatrix used in the laboratory experiments were obtained from Teja Island, where belongs to the Austral University of Chile. It was determined that this species grows in the mud and probably feeds with micro-algae, especially of the genus Lyngbya. It was also observed that L. viatrix is the intermediate host of F. hepatica in the studied region. The samples of L. viatrix collected in field and obtained in the laboratory were smaller than those described by Paraense. In a personal communication, this author reported that the prostate of these snails were proportionally larger than those described by him
Subject: Parasito
Helminto
Bovino
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: FRANJOLA TEPPER, Jorge Blas Ladislao. Resposta tissular em infecções por Fasciola hepatica em Lymnaea viatrix. Epidemiologia da fasciolose no gado bovino da provincia de valdivia, Chile. 2000. 62f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/314980>. Acesso em: 26 jul. 2018.
Date Issue: 2000
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
FranjolaTepper_JorgeBlasLadislao_D.pdf12.34 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.