Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/314894
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Sobrevivência, morfo-anatomia, crescimento e assimilação de carbono de seis espécies arbóreas neotropicais submetidas à saturação hídrica do solo
Title Alternative: Survival, morpho-anatomy, growth and carbon assimilation of six neotropical tree species submitted to flooding
Author: Oliveira, Viviane Camila de
Advisor: Joly, Carlos Alfredo, 1955-
Abstract: Resumo: Alchornea triplinervia, Nectandra oppositifolia, Eugenia umbelliflora, Gomidesia schaueriana, Guapira opposita e Guatteria gomeziana são espécies arbóreas típicas das áreas alagadas da Floresta de Restinga do sudeste do Brasil. A fim de determinar os efeitos do alagamento sazonal do solo sazonal na sobrevivência, morfo-anatomia, crescimento e taxa de assimilação de carbono nestas espécies, foram avaliadas as respostas de crescimento, os parâmetros fotossintéticos básicos, a concentração de pigmentos fotossintéticos, as características foliares e as alterações morfo-anatômicas de indivíduos jovens crescendo experimentalmente em condições não alagadas (controle) e alagadas. A. triplinervia, N. oppositifolia, E. umbelliflora e G. schaueriana foram capazes de sobreviver e crescer durante o período de alagamento do solo, embora este crescimento tenha sido reduzido em comparação às plantas não alagadas. Lenticelas hipertrofiadas foram observadas em A. triplinervia e N. oppositifolia e a formação de raízes adventícias somente em A. triplinervia. Nas plantas alagadas de G. opposita e G. gomeziana o crescimento cessou e a sobrevivência foi comprometida, tendo ocorrido a morte de alguns indivíduos a partir da segunda semana de alagamento do solo. A taxa de assimilação de carbono foi reduzida em todas as espécies quando submetidas ao alagamento do solo, em função tanto de fatores estomáticos como não estomáticos, mas apenas G. opposita e G. gomeziana apresentaram valores negativos. Após a drenagem do solo, A. triplinervia e E. umbelliflora foram capazes de recuperar a taxa de assimilação de carbono, mas N. oppositifolia e G. schaueriana continuaram a apresentar valores reduzidos em comparação às plantas que não foram alagadas. Os resultados sugerem que A. triplinervia, N. oppositifolia, E. umbelliflora e G. schaueriana são espécies resistentes ao alagamento do solo e por isso são capazes de sobreviver a longos períodos nesta condição, enquanto que G. opposita e G. gomeziana são espécies sensíveis a tal condição. As respostas observadas neste estudo justificam a ocorrência das espécies estudadas na Floresta de Restinga inundável

Abstract: Alchornea triplinervia, Nectandra oppositifolia, Eugenia umbelliflora, Gomidesia schaueriana, Guapira opposita and Guatteria gomeziana are typical tree species of swampy areas of Restinga Forest in Southeastern Brazil. To elucidate effects of seasonal flooding on survival, morpho-anatomy, growth and carbon assimilation rate in these species, were evaluated growth responses, basic photosynthetic parameters, concentration of photosynthetic pigments, leave characteristics and morpho-anatomical changes of young plants growing experimentally in non-flooded (control) and flooded conditions. A. triplinervia, N. oppositifolia, E. umbelliflora and G. schaueriana were able to survive and grown in flooding conditions, but with reduced performance compared to non-flooded plants. Hypertrophied lenticels were observed in A. triplinervia and N. oppositifolia and adventitious roots only in A. triplinervia. Flooded plants of G. opposita and G. gomeziana ceased growth and survival was compromised, with death of some individuals after the second week of flooding. Carbon assimilation rate was reduced in all species when subjected to waterlogging due to both stomatal and non-stomatal limitations, but only G. opposita and G. gomeziana showed negative values. After soil drainage A. triplinervia and E. umbelliflora were able to recover the carbon assimilation rate, but N. oppositifolia and G. schaueriana continued to show reduced values in relation to non-flooded individuals. Results suggest that A. triplinervia, N. oppositifolia, E. umbelliflora and G. schaueriana are resistant species and therefore able to survive long periods in this condition, while G. opposita and G. gomeziana are species non resistant to flooding. Responses observed in this study explain the occurence of studied species in swampy areas of Restinga Forest
Subject: Plantas - Resistência
Crescimento (Plantas)
Assimilação de carbono
Alagamento
Espécies arbóreas neotropicais
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: OLIVEIRA, Viviane Camila de. Sobrevivência, morfo-anatomia, crescimento e assimilação de carbono de seis espécies arbóreas neotropicais submetidas à saturação hídrica do solo. 2011. 136 p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/314894>. Acesso em: 17 ago. 2018.
Date Issue: 2011
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Oliveira_VivianeCamilade_D.pdf4.34 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.