Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/314893
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Composição florística e estrutura de um trecho de floresta ombrófila densa montana do Parque Estadual da Serra do Mar, São Paulo, Brasil
Title Alternative: Floristic composition and structure of an area of montane ombrophylus dense forest of the Serra do Mar State Park, São Paulo, Brazil
Author: Pereira, Larissa de Souza, 1980-
Advisor: Joly, Carlos Alfredo, 1955-
Abstract: Resumo: Descrevemos a composição florística e a estrutura fitossociológica de um trecho de Mata Atlântica (FODM) do Núcleo Santa Virgínia, do Parque Estadual da Serra do Mar através da coleta de informações sobre as espécies arbóreas (DAP ? 4,8 cm) presentes em um hectare de floresta. A amostragem foi realizada em 100 parcelas contíguas de 10x10m e seguiu o padrão do Projeto Temático Biota Gradiente Funcional, no qual este trabalho se insere. Registramos 152 espécies, distribuídas em 80 gêneros e 41 famílias. As famílias com mais indivíduos são: Arecaceae, Myrtaceae, Monimiaceae, enquanto que as famílias com mais espécies são: Myrtacaeae, Lauraceae, Fabaceae e Monimiaceae. Euterpe edulis, o palmito Jussara, é a espécie mais abundante na área. Eugenia spp, Mollinedia spp e Ocotea spp são os gêneros com os maiores números de espécies. O software FITOPAC 2.1.2 foi utilizado para as análises quantitativas. Somados os parâmetros fitossociológicos de apenas 15 espécies - E. edulis, Licania hoehnei, Indeterminada sp. 1, Ocotea catharinensis, Alchornea triplinervia, Mollinedia argyrogyna, Calyptranthes lucida, Chrysophyllum viride, Inga lanceifolia, Myrcia crocea, Marlierea tomentosa, Calyptranthes strigipes, Bathysa australis, Mollinedia engleriana e Miconia sp 1 - correspondem a cerca de 50% do valor de importância representado pelos parâmetros fitossociológicos analisados. A área estudada apresenta uma alta densidade de indivíduos de pequeno porte, com diâmetros próximos do limite de inclusão na amostragem. Apresenta também uma prevalência de espécies não-pioneiras e zoocóricas, uma alta diversidade (índice de Shannon-Wiener H '= 4.06 nats/individuo) e uma alta equabilidade (J' = 0,80) entre as espécies arbóreas lenhosas. A alta declividade da área e a freqüência de árvores caídas observadas durante o período de estudo, sugerem que esta é uma floresta onde a ocorrência de perturbações naturais é freqüente e talvez este seja um dos fatores que promove a diversidade local. Conforme relatado por moradores antigos do Núcleo Santa Virgínia, até 40 anos atrás a área estudada foi sujeita a corte seletivo de espécies. Ainda que de baixa intensidade, este tipo de perturbação pode explicar parcialmente a alta densidade de indivíduos de pequeno porte

Abstract: In this paper we describe the floristic composition and structure of 1ha of Tropical Mountain Moist Forest (Floresta Ombrófial Densa Montana/FODM) situated in Nucleo Santa Virgínia of the Serra do Mar State Park, based in trees with DBH ? 4,8 cm. We collected and identified 152 species, distributed among 80 genera and 41 families, within witch Myrtacaeae, Lauraceae, Fabaceae and Monimiaceae are the ones with higher number of species and Arecaceae, Myrtaceae and Monimiaceae the most abundant in number of individuals. Eugenia spp, Mollinedia spp and Ocotea spp are the genus with higher number of species. While the most abundant species is the arborescent palm Euterpe edulis Martius (Arecaceae), also known as palm hart, a delicatessen that is illegally exploited in the region. Using the software FITOPAC 2.1.2 to perform data analyses, we concluded that 15 species combined - E. edulis., Licania hoehnei Pilg., Indeterminada sp. 1, Ocotea catharinensis Mez, Alchornea triplinervia (Spreng.) Müll.Arg., Mollinedia argyrogyna Perkins, Calyptranthes lucida Mart. ex DC., Chrysophyllum viride Mart. & Eichler, Inga lanceifolia Benth., Myrcia crocea (Vell.) Kiaersk, Marlierea tomentosa Cambess., Calyptranthes strigipes O.Berg, Bathysa australis (A.St.-Hil.) K.Schum., Mollinedia engleriana Perkins and Miconia sp1 - account for 50% of the value of the phytosociological parameters studied. The area studied presents a high frequency of individuals in lower classes of diameter close to the limit for inclusion in the sample. A prevalence of nonpioneer and animal dispersed species, and a high diversity (Shannon-Wiener's H '= 4,359 nats/individual) and evenness (Pielou's J' = 0, 887) was found between the woody trees. The steep slope of the area studied and the high frequency of fallen trees observed suggest that natural disturbances are common disturbance is this type of forest and may be one of the promoting factors of local diversity. Land use history of the area, recovered from longtime residents, indicate that up to 40 years ago some selective logging may have occurred in the area, what can be related to the high frequency of smaller trees, and may be another factor influencing local diversity
Subject: Comunidades vegetais
Biodiversidade
Gradiente altitudinal
Mata Atlântica
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: PEREIRA, Larissa de Souza. Composição florística e estrutura de um trecho de floresta ombrófila densa montana do Parque Estadual da Serra do Mar, São Paulo, Brasil. 2011. 72 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/314893>. Acesso em: 19 ago. 2018.
Date Issue: 2011
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Pereira_LarissadeSouza_M.pdf10.98 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.