Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/314869
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Comportamento de Biomphalaria glabrata (Say, 1818) albina inoculada com hemolinfa total ou livre de amebocitos, frente a infecção por Schistosoma mansoni, 1907
Author: Reis, Soely Maria Pissini Machado
Advisor: Magalhães, Luiz Augusto, 1932-2017
Abstract: Resumo: Este estudo teve a finalidade de avaliar a ação da inoculação de hemolinfa total ou sem células de moluscos infectados ou não por Schistosoma mansoni, no desenvolvimento de S. mansoni da linhagem BH em Biompha/aria q/abrata albina. Foram avaliados a susceptibilidade da B. g/abrata albina, as reações teciduais nos moluscos infectados, a atividade fagocitária das células da hemolinfa assim como a cinética dos amebócitos na hemolinfa circulante. Os resultados mostraram a existência de uma correlação direta entre a inoculação de hemolinfa sem células de moluscos livres de infecção com alta resistência ao S. mansoni, intensa reação celular ao redor das larvas de S. mansoni. e moderada atividade fagocitária. A inoculação de hemolinfa total de moluscos livres de infecção provocou um desenvolvimento tardio do parasito e reações amebocitárias discretas em torno dos esporocistos de S. mansoni. A inoculação de hemolinfa total ou sem células de moluscos infectados, produziu uma pequena resistência à infecção observando­se pouca ou nenhuma reação amebocitária ao redor dos esporocistos de S. mansoni e uma atividade fagocitária moderada. A inoculação de hemolinfa sem células de moluscos livres de infecção foi mais efetiva ao combate às larvas de S. mansoni

Abstract: The purpose of this studies is to evaluate the inoculation action of either total emolymph or without snail cells infected or not by S. mansoni, in the BH strain of S. mansoni in albina B. glabrata. The present investigation was under-taken to determine the susceptibility of albina B. glabrata, and the tissue reactions in the infected snail, the phagocytic activity of the hemolymph cells as well as the kinetics behavior of the amebocytes in the circulating hemolymph. The results have shown a direct relationship between the inoculation of hemolymph without snail cells free of infection highly resistant to S. mansoni, severe cellular reaction around the larvae of S. mansoni and moderate phagocytic activity. The inoculation of total hemolymph with infection free snail has caused a delay in the parasite development and slight amebocytic reaction around the S. mansoni sporocysts. The inoculation of total hemolymph or without cells of infected snail has produced a slight infection resistance with very little or no amebocytic reaction around the S. mansoni and a moderate phagocytic activity. The inoculation of hemolymph without infection free snail cells was more effective as to the combat of S. mansoni larvae
Subject: Parasitologia
Biomphalaria glabrata
Shistosoma mansoni
Doenças transmissíveis
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: REIS, Soely Maria Pissini Machado. Comportamento de Biomphalaria glabrata (Say, 1818) albina inoculada com hemolinfa total ou livre de amebocitos, frente a infecção por Schistosoma mansoni, 1907. 1996. 105f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/314869>. Acesso em: 21 jul. 2018.
Date Issue: 1996
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Reis_SoelyMariaPissiniMachado_D.pdf5.38 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.